terça-feira, 18 de abril de 2017

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR PRENDEM NOVE ENVOLVIDOS EM CRIMES NAS CIDADES DE IGARAPÉ-AÇU E MARACANÃ

As Polícias Civil e Militar intensificaram operações em conjunto para combate à criminalidade nos municípios de Igarapé-Açu e Maracanã, no nordeste paraense. Somente nos últimos dias, nove envolvidos em crimes foram presos em flagrante ou em cumprimento de mandados judiciais de prisão preventiva na região. Os presos respondem por crimes diversos, desde tráfico de drogas até porte ilegal de armas de fogo. Em uma das ações policiais, realizada por policiais civis e militares dos municípios de Igarapé-Açu e Magalhães Barata, foram presos Milton Junior Aquino, Clebson Barros Monteiro e Leandro da Silva de Lira por receptação e uso de documentos falsos. Com eles, os policiais apreenderam um carro roubado que estava com documentação falsa. 

DROGAS APREENDIDAS

SOM APREENDIDO

A prisão foi realizada na Vila Mocooca, no município de Maracanã, onde os policiais recuperaram outras motos roubadas. Outro preso, acusado do crime de tráfico de drogas, foi Paulo Félix da Silva, de 21 anos. Ele foi flagrado no momento em que revendia cocaína na Vila São João. Com ele, os policiais apreenderam drogas e dinheiro referente do comércio de entorpecentes. 

Em outra abordagem policial, Eduardo Cordovil de Brito, 21, e Roni Saldanha dos Santos, 22, foram flagrados com uma arma de fabricação artesanal semelhante ao calibre 38. Os dois foram autuados por porte ilegal de arma de fogo. Outro preso com arma de fogo ilegal foi Adenilson Corrêa da Silva, 29 anos, que foi autuado por posse ilegal de arma e por furto. 

Os policiais civis apreenderam, durante outra incursão policial, dois equipamentos de som automotivo, cujos proprietários estavam cometendo perturbação do sossego alheio. A apreensão foi realizada após denúncia de moradores em Igarapé-Açu. 

As ações policiais também resultaram no cumprimento de mandados de prisão preventiva decretados contra Alexandre Leal da Conceição, 21, e Jackson Renan Silva Costa, 19, acusados dos crimes de roubo e furto, respectivamente. Ambos já estiveram presos pelos mesmos crimes e estavam atualmente em liberdade concedida pela Justiça. Todos os presos estão recolhidos à disposição da Justiça. 

Nenhum comentário: