quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

PRESO EM LIMOEIRO DO AJURU ACUSADO DE MATAR POLICIAL MILITAR REFORMADO EM BELÉM

A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira, 1º, em Limoeiro do Ajuru, nordeste paraense, Thiago Cardoso Martins, 28 anos, conhecido como Thiaguinho, acusado da autoria do assassinato do policial militar reformado Olênio Pinto Prado, de 51 anos, em julho do ano passado, no bairro do Jurunas, em Belém. Ele foi preso em flagrante no município por tráfico de drogas e conduzido para Cametá para ser autuado em flagrante pelo crime. 

PRESOS JOEL E THIAGUINHO
Ele foi preso por uma guarnição da Polícia Militar, por volta de 11h45 da manhã, em uma casa na rua JK, bairro da Matinha em Limoeiro do Ajuru junto com Joel Borges Machado, 35. Durante revista na residência, os policiais militares apreenderam dois computadores tipo notebook; relógios de pulso; pulseiras; brincos; colares; um celular e uma pistola calibre 380 com dois carregadores e 30 munições. Além dos objetos, foram apreendidos 100 gramas de maconha, 25 gramas de cocaína em pó; 58 petecas de pedras de óxi de cocaína e mais de R$ 200 em dinheiro. Ao ser preso, ele se identificou por um nome falso.

Após ser identificado corretamente, o preso foi reconhecido como acusado da morte de Olênio Prado. O crime ocorreu na Avenida Roberto Camelier, próximo à rua dos Mundurucus. Olenio estava na frente de um estabelecimento comercial, quando dois criminosos se aproximaram em um carro e passaram a efetuar disparos em direção à vítima que ainda foi conduzida com vida ao Hospital do Pronto-Socorro Municipal (HPSM) do Guamá, mas não resistiu e morreu. O veículo usado no crime, um carro roubado, foi abandonado e localizado depois. O caso foi repassado para a Divisão de Homicídios onde o inquérito foi instaurado para investigar o crime. O preso vai permanecer recolhido no interior do Estado à disposição da Justiça. A Divisão de Homicídio deverá requisitar à justiça a transferência do acusado para Belém.

Nenhum comentário: