segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

TRANQUILIDADE MARCA O TERCEIRO FINAL DE SEMANA DO CARNAVAL DA CIDADE VELHA EM BELÉM

Terminou com tranquilidade e sem registro de quaisquer ocorrências o terceiro final de semana do Carnaval da Cidade Velha, tradicional desfile de blocos que animam as ruas do mais antigo bairro de Belém e que abrem os festejos da folia de momo na capital paraense. No sábado e no domingo, mais de 200 mil pessoas transformaram as ruas do bairro em corredores de animação. Organizado pela Liga dos Blocos da Cidade Velha, com apoio do Governo do Estado e Prefeitura de Belém, o evento teve início com concentração dos milhares de brincantes, a partir de 14 horas, na praça do Carmo, em frente à Catedral Metropolitana, no centro histórico da capital paraense. 

Policiamento durante desfile do bloco Fofó do Lino
BLOCO DE RUA NO CARNAVAL DA CIDADE VELHA EM BELÉM
Depois, os blocos seguiram pela rua Doutor Assis, tomando rumo em direção à Avenida Almirante Tamandaré, que foi interditada para ser usada como ponto de dispersão dos foliões. Agentes da Polícia Militar e Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros Militar, da Guarda Municipal de Belém, do Departamento de Trânsito do Estado (Detran), da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) e da Secretaria Municipal de Economia (Secon) estiveram em atuação na segurança do evento. Ruas situadas nos arredores do Carnaval da Cidade Velha tiveram o trânsito desviado para vias alternativas por equipes do Detran e da Semob, que orientavam os motoristas. Cinco blocos puxaram a folia no fim de semana e reuniram foliões não só da Cidade Velha, mas de diversos bairros de Belém. 

O estudante Marcos Almeida, 20 anos, é morador do Guamá, e afirma que sempre acompanha o Carnaval na Cidade Velha, todo início de ano. "Sempre venho aos domingos para encontrar os amigos e cair na folia". festeja. Os moradores da rua Doutor Assis, por onde desfilaram os blocos, foram um show à parte. Com adereços coloridos e fantasiados, eles se reuniram em família na sacadas das casas da via para enriquecer ainda mais a tradicional festa carnavalesca. No domingo, o auge do evento foi os desfiles dos tradicionais blocos Fofó do Lino e Fofó de Belém. 

O primeiro, com vinte anos de existência, promoveu uma homenagem ao seu fundador, o compositor e carnavalesco Benedito Solino Viana de Sousa, que era conhecido como "Seu Lino" e que faleceu no ano passado, aos 81 anos de idade e mais de 50 anos dedicados ao Carnaval da Cidade Velha e do município de Cametá, sua terra-natal. Por causa do falecimento, o bloco não desfilou no ano passado. Neste ano, um boneco de mais de cinco metros de altura representando o fundador do bloco foi o abre-alas do arrastão da folia. Nem a chuva que caiu durante quase toda a tarde de domingo diminuiu a empolgação dos foliões pelas ruas antigas do bairro. 

O filho do compositor, Betinho Sousa, foi o puxador do bloco, entoando músicas tradicionais e temas atuais do Carnaval brasileiro. Em nome do bloco, ele elogiou o trabalho desempenhado pelas equipes de Segurança Pública para garantir o cortejo com tranquilidade e segurança. Para finalizar o domingo de folião, o bloco Fofó de Belém puxado pelo cantor e compositor Eloi Iglesias, entrou no corredor da folia, levando os brincantes ao delírio com marchinhas tradicionais do Carnaval brasileiro. O evento finalizou por volta de 20 horas deste domingo após a passagem do bloco Fofó de Belém. 

POLICIAMENTO NO EVENTO
TRANQUILIDADE Segundo o major Ed Lins, responsável pela coordenação do posto de comando do policiamento do evento, neste domingo, o percurso dos blocos transcorreu sem quaisquer ocorrências. Ele avaliou como tranquilo o evento carnavalesco na Cidade Velha, que chegou ao terceiro final de semana de folia pelas ruas do bairro. Para guarnecer a segurança do Carnaval da Cidade Velha, mais de 100 policiais militares foram distribuídos ao longo do percurso e nas ruas arredores do evento, a partir de 13 horas, para acompanhar a concentração do cortejo, até as 22 horas, após a dispersão dos brincantes. "Durante todo o percurso, temos patrulhas policiais com viaturas posicionadas ao redor do local do evento. Vamos permanecer fazendo segurança na área com policiamento ostensivo, efetuando abordagens em pessoas que estejam em atitudes suspeitas ou promovendo brigas e desordens", detalha. 

Ainda, ressalta o policial militar, as guarnições da Polícia Militar também foram posicionadas no início da Avenida Almirante Tamandaré, área de dispersão dos blocos, para acompanhamento do bloco no término do percurso. O trabalho de policiamento da área também contou com apoio do Centro de Integrado de Operações (Ciop), por meio do fone 190, para repasse imediato de qualquer ocorrência que ocorrer na área. Ele ressalta que a Liga dos Blocos do Carnaval da Cidade Velha, responsável pela organização do evento, tem contribuído para divulgar as orientações prestadas pelas Polícia Militar e Civil, visando evitar tumultos e brigas junto aos blocos para garantir a tranquilidade no tradicional evento carnavalesco do bairro mais antigo de Belém. "Em caso de ocorrer alguma situação de crime, como furto ou roubo, acrescenta o major, as Polícias Militar e Civil, em parceria com a Guarda Municipal de Belém, estavam de prontidão para agir da forma mais rápida possível", destaca. 

O trabalho de policiamento também contou com cinco plataformas de observação instaladas ao longo da rua Doutor Assis. A Polícia Civil esteve em atuação com policiais civis da Divisão de Polícia Administrativa (DPA), unidade vinculada à Diretoria de Polícia Especializada (DPE), sob coordenação das delegadas Andrezza Franco e Soranda Nascimento. Conforme a delegada Andrezza, foi dada atenção especial para a dispersão dos brincantes no cruzamento da rua Doutor Assis com Avenida Almirante Tamandaré. Nessa área, detalha a policial civil, existe a presença de ambulantes e de algumas pessoas com carros de som que são orientados a sair da área para permitir a passagem do trio elétrico do bloco, de forma a prevenir acidentes devido a obstrução do tráfego no corredor da folia.

Nenhum comentário: