quarta-feira, 16 de novembro de 2016

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR PRENDEM SUSPEITOS DE TRÁFICO DE DROGAS E ROUBOS EM NOVO REPARTIMENTO

As Polícias Civil e Militar deflagraram na última segunda-feira, dia 14, em Novo Repartimento, uma operação para combater o tráfico de drogas e o roubo de motocicletas no distrito de Maracajá. As investigações se iniciaram há dois meses após a equipe policial receber denúncias sobre o tráfico ilícito de entorpecentes, além de roubos e furtos na região. Três acusados dos crimes foram presos em flagrante durante a operação. 


Moisés dos Santos; Pedro Henrique dos Santos e Wuandreson Pereira Carvalho foram presos acusados de envolvimento em roubo e tráfico de drogas. Foram apreendidas duas motocicletas Pop 100, uma espingarda calibre 22, além de uma quantidade de drogas. A operação foi comandada pelo delegado Arthur Nobre e contou com a participação de policiais civis e militares do município. Os acusados estão recolhidos à disposição da justiça.

POLÍCIA CIVIL FAZ ENTREGA DE ADOLESCENTE QUE ESTAVA FANTASIADO DE PALHAÇO ASSUSTADOR EM BRAGANÇA

A Polícia Civil entregou a familiares, nesta terça-feira, 15, o adolescente de 17 anos que foi detido para averiguações por policiais militares, no último final de semana, após ser agarrado por populares por estar fantasiado de palhaço com máscara aterrorizante em Bragança, nordeste paraense. O jovem foi abordado por uma guarnição militar após quase ser espancado por moradores da cidade sob suspeita de estar praticando assaltos. Com o jovem, os policiais apreenderam uma foice que fazia parte da fantasia. No entanto, o jovem negou o crime, sob alegação de que estaria se preparando para gravar um vídeo para postar no site YouTube. 


Segundo o delegado Marcelo Mendes, da Unidade Integrada Pro Paz de Bragança, o jovem foi encaminhado inicialmente ao Conselho Tutelar e em seguida foi conduzido para o Propaz Integrado para receber atendimento de profissionais de Serviço Social e Psicologia. O policial civil explica que, como nenhuma vítima dos supostos assaltos compareceu na Unidade Policial, o adolescente não foi submetido a auto de infração por ato infracional, sendo feito apenas o registro da apresentação do rapaz para caráter pedagógico para evitar ocorrências de situações semelhantes. 

O delegado ressalta que casos de pessoas vestidas de palhaços assustadores têm sido registrados em várias cidades no mundo, principalmente, nos Estados Unidos, mas fazer esse tipo de brincadeira de mau gosto pode resultar em risco à integridade física de quem pratica, como foi o caso do adolescente. "O que começa com uma travessura para dar sustos em pessoas pode se tornar algo perigoso", alerta. 

POLÍCIA CIVIL CONCLUI CASO SOBRE A MORTE DA EX-VEREADORA DE BRASIL NOVO

DENILBE ROSA
A Polícia Civil encerrou as investigações sobre o assassinato da assistente social e ex-vereadora do município de Brasil Novo, sudeste paraense, Maria José Biancardi. Ela foi morta a tiros em 13 de março do ano passado em crime encomendado.

No último dia 8, policiais civis prenderam na cidade, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Denilbe de Assis Rosa, apontado como o intermediário na contratação do pistoleiro Francisco Josué da Silva Rodrigues, condenado pela Justiça à pena de 28 anos como autor da morte. 

Denilbe foi localizado na sede do município pela equipe policial coordenado pelo delegado Mário Sastre, titular da Polícia Civil local.

Segundo o delegado, o mandado de prisão preventiva foi decretado pela Justiça após a conclusão de inquérito policial que apontou que Maria José foi morta por engano.

O alvo do crime encomendado era a irmã dela, Monica Biancardi. 

As investigações apontaram que o autor dos disparos foi contratado pelo empresário Acácio Lorenzoni, sogro de Monica. Acácio chegou a ser preso, em abril do ano passado, mas faleceu durante o processo.

Uma suspeita de traição aliada a problemas nos negócios da família seria a motivação do crime. Denilbe vai ficar preso à disposição da Justiça.