quarta-feira, 26 de outubro de 2016

POLÍCIA CIVIL PRENDE ENVOLVIDOS EM TRÁFICO DE DROGAS EM MARABÁ

A Polícia Civil prendeu, na noite desta terça-feira, 25, quatro pessoas - três mulheres e um homem - por envolvimento em tráfico de entorpecentes, em Marabá, no sudeste do Estado. As irmãs tocantinenses Marciana Rodrigues de Sousa e Rosivane Rodrigues de Sousa; e o casal Maria Gercilene Viana de Carvalho e Melk Henrique Silva Souza foram presos para responder por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. As irmãs foram presas em uma casa na Folha 18, Quadra 02, no bairro Nova Marabá. Em revista no imóvel, os policiais civis apreenderam dois "tijolos" de cocaína; um sacola com cocaína em pó e um "tijolo" de maconha. No total, foram apreendidos cerca de três quilos de drogas no local. 



Após apresentar os presos na Seccional de Marabá, os policiais civis verificaram que a presa Marciana tem mandado de prisão preventiva da Comarca de Araguaína no Tocantins por tráfico de drogas e uso de documento falso. Ainda, durante as investigações, os policiais civis verificaram que ela mantém um relacionamento extraconjugal com Melk, que, por sua vez, responde por vários crimes em Marabá, e estava foragido da Justiça local sob acusação de cometer extorsão mediante sequestro na modalidade de crime conhecida como "sapatinho" que teve como vítima o gerente de um banco da cidade, no mês de agosto deste ano. 

Durante revista na casa de Melk, no bairro Planalto, os policiais localizaram uma arma de fogo calibre 38 com numeração raspada; seis munições do mesmo calibre e uma porção de maconha. Ele e Maria Gercilene, sua companheira, foram presos em flagrante. 

PROVAS PARA CONCURSO DE DELEGADO DA POLÍCIA CIVIL SERÃO REALIZADAS EM 18 DE DEZEMBRO

A Polícia Civil informa que as provas do concurso para o cargo de delegado de Polícia Civil que foram anuladas pelo Governo do Estado ja tem data pra acontecer. Foi publicado hoje no Diário Oficial do Estado, que a prova objetiva e a peça processual serão realizadas no dia 18 de dezembro. As provas serão aplicadas simultaneamente nos municípios de Belém, Marabá, Altamira e Santarém. A prova objetiva terá duração de cinco horas, com início às 8h30 e término às 13h30. Já a peça processual durará três horas, sendo realizada no horário de 15h40 às 18h40. O horário das provas irá seguir o horário do Estado do Pará.

ABAIXO, O CRONOGRAMA DO CONCURSO:

POLÍCIA CIVIL PROMOVE PALESTRAS E SERVIÇOS DE SAÚDE AOS SERVIDORES PÚBLICOS NA DELEGACIA-GERAL EM BELÉM

A Polícia Civil promoveu, na manhã desta quarta-feira, 26, no auditório A da Delegacia-Geral (DG), em Belém, um evento alusivo à campanha do Outubro Rosa voltada à prevenção do câncer de mama e ao Dia do Servidor Público celebrado na sexta-feira, dia 28. A programação teve início às 9:00 da manhã, e contou com palestras e atendimentos voltados à saúde dos profissionais da corporação policial. A promoção é resultado da parceria entre as Diretorias de Atendimento ao Servidor (DAS) e de Recursos Humanos (DRH), e a Academia da Polícia Civil (Acadepol). 

PALESTRA
A primeira palestra foi da professora e doutora Maria Lucia Marra, que abordou o tema "Ética e Motivação no Serviço Público". Durante sua fala, ela abordou sobre a busca da ética no meio profissional. "As dinâmicas realizadas durante a palestra são para mostrar a importância da motivação, despertando nas pessoas a consciência do bem, da virtude e da convivência para motivar o trabalho entre os servidores", ressaltou. Ainda, durante a manhã, o médico ginecologista Antonio Filgueiras, que atua na DAS da Polícia Civil, prestou orientações sobre a prevenção do câncer de mama, do câncer de colo de útero e dos distúrbios hormonais. 

Equipe da DAS prestou atendimentos no evento
EQUIPE DAS PROMOVEU ATENDIMENTOS DE SÁUDE
Conforme ele, o tipo de câncer que mais mata no mundo é o câncer de mama. "Nós buscamos levar orientação, em especial, às mulheres para que façam a prevenção através do autoexame e não sejam surpreendidas com a doença", destacou o médico. Segundo a delegada Leomar Maués, titular da DAS, a iniciativa faz parte da rotina de serviços, com ações preventivas itinerantes em todas as Delegacias, para atender aos servidores públicos da instituição, para que mantenham o cuidado com a saúde. "O trabalho de prevenção de doenças é importante para que nenhum servidor se descuide e esteja atento aos problemas que possam eventualmente ocorrer", detalha. 

ATENDIMENTOS DE SAÚDE O evento contou também com os serviços médicos ofertados pela DAS, como a medição de pressão arterial, a verificação da Glicemia e a massagem corporal. Também foram realizadas atividades de embelezamento, por meio de profissionais do Instituto Mary Kay.

GOVERNO DO ESTADO INAUGURA DIVISÃO ESTADUAL DE NARCÓTICOS EM BELÉM

A estrutura de prevenção e repressão ao tráfico e ao consumo de entorpecentes no Estado ganhou mais um reforço na tarde desta terça-feira (25), com a entrega, pelo governador Simão Jatene, das novas instalações da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), localizada no bairro do Telégrafo, em Belém. A unidade policial conta com dois pavimentos, salas de atendimento ao público, recepção, auditório, estacionamento, depósito de apreensões, sala de Chefia de Operações e outros ambientes. 


Na solenidade, o governador destacou que o tráfico de drogas está na raiz da maioria dos atos de violência que afetam a sociedade atual. Daí a importância de um espaço como a nova Denarc. “Todos nós sabemos que, lamentavelmente, a questão do narcotráfico ocupa cada vez mais espaço na sociedade, principalmente entre os jovens. E isso é um desafio para a construção de uma sociedade sadia. A nossa expectativa, esperança e, mais do que isso, a nossa certeza, é que esse espaço vem elevar a autoestima dos nossos policiais e contribuir para que eles, melhor equipados, possam enfrentar esse grande drama da sociedade moderna, que é a questão das drogas”, ressaltou Simão Jatene.

Momento da inauguração
INAUGURAÇÃO
Segundo o delegado Hennison Jacob, diretor da Denarc, essa é a primeira unidade policial da Região Norte voltada para a prevenção e combate às drogas com esse tipo de gestão e estrutura, para atender demandas da capital e do interior do Estado. “Já participei de vários encontros com diretores de Denarc de todo o país, e no Norte não tem uma delegacia com essa estrutura, com esse padrão”, garantiu o delegado. O Sistema de Segurança Pública do Pará já contava com uma Delegacia de Repressão a Entorpecentes.

Agora, a DRE (que ganha a denominação de Delegacia de Repressão às Drogas), será uma das unidades da Denarc, com efetivo e estrutura maiores, novas diretrizes na coleta de informações e com uma visão mais qualificada nas ações de repressão. “Antigamente, era só a DRE que fazia o papel de repressão e prevenção. Hoje, ela vai fazer só o papel de repressão, tanto no tráfico doméstico, como no tráfico do crime organizado”, explicou o delegado Hennison Jacob. Com a Denarc será fortalecida uma linha de atuação voltada ao chamado tráfico de varejo, que envolve os traficantes que atuam nos bairros. 




MAPEAMENTO “Este é um grande ganho não só para a segurança pública, mas para o Estado do Pará. O tráfico de drogas é a mola propulsora da violência e da criminalidade. Então, as polícias Militar e Civil, juntas, vão combatê-lo, e assim melhorar os índices de violência em Belém e em todo o Pará. Essa Divisão vai ficar responsável por ter uma leitura dos municípios, de como está sendo feita a divisão, distribuição da droga, quem são os traficantes que estão coordenando tudo isso. Vamos poder mapear e ver como devemos agir diariamente nas ruas, e assim o policial terá condições de identificar e prender aquele criminoso”, disse o coronel Roberto Campos, comandante-geral da PM.  

O delegado-geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino, também enfatizou a importância da Denarc no combate ao narcotráfico. “Hoje, no sistema penal, 17% dos presos foram envolvidos com tráfico de drogas. E quando a gente passa para o campo feminino esse número sobre para 60%. Quem trabalha com investigação policial, quem trabalha com repressão sabe da importância desse espaço estruturado e especializado para enfrentar o tráfico de entorpecentes”, afirmou. 

INVESTIMENTOS O Governo do Estado vem ampliando os investimentos em obras e equipamentos para melhorar o trabalho das polícias Civil e Militar, a fim de garantir mais segurança para toda a população. As obras da Denarc representam um investimento superior a R$ 1 milhão. “Combater as drogas deve ser, necessariamente, uma prioridade para todos nós. Na verdade, reduzir pobreza e desigualdade é outro elemento importante para que a gente possa enfrentar esse problema, que marca as sociedades ricas e pobres. A questão das drogas é, sem dúvida, um dos maiores desafios da civilização nesses tempos, e tudo o que se puder fazer para que o Estado e sociedade estejam mais equipados para vencer essa luta, tem de ser feito”, declarou o governador Simão Jatene. 

GOVERNADOR DURANTE A INAUGURAÇÃO
DADOS Desde 2011, o enfrentamento ao narcotráfico se tornou uma das prioridades do Sistema de Segurança Pública do Pará, que registrou um aumento significativo no volume de apreensões e prisões ligadas a esse tipo de crime. Em 2015, foram realizadas 958 operações de combate ao tráfico de drogas no Pará, com apreensão de 1.626 quilos de maconha e 326 quilos de cocaína. Essas operações resultaram em 4.996 prisões – o equivalente a 416 prisões por mês, ou 14 traficantes presos por dia no Pará durante todo o ano. 

Somente no primeiro semestre de 2016 foram apreendidas quase 200 toneladas de maconha e derivados, o equivalente a mais de mil quilos por dia, além de 46 prisões efetuadas e 235 denúncias de tráfico de drogas recebidas pelo disque-denúncia e atendidas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes. A cerimônia de inauguração da Denarc contou com a apresentação do grupo de percussão formado por crianças atendidas pelo Programa Pro Paz. 
Jovens atendidos pelo Pro Paz em apresentação ao governador
JOVENS ATENDIDOS PELO PRO PAZ FAZEM APRESENTAÇÃO AO GOVERNADOR
Também participaram da solenidade de inauguração o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Jeannot Jansen; o chefe da Casa Civil da Governadoria, José Megale; o promotor de Justiça Gilberto Valente Martins; os deputados estaduais Cássio Andrade e Coronel Neil, este representando o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Márcio Miranda; o titular da Superintendência do Sistema Penitenciário, André Cunha; o comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Zanelli Nascimento, e outras autoridades. A Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) fica na Travessa Coronel Luís Bentes, próximo à Avenida Pedro Álvares Cabral, bairro do Telégrafo. Por Lidiane Sousa da Agencia Pará.