sábado, 23 de julho de 2016

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR CAPTURAM ENVOLVIDOS EM LATROCÍNIO EM MOSQUEIRO

As Polícias Civil e Militar, em ação conjunta, prenderam três adultos e apreenderam um adolescente envolvidos na morte do bacharel em Direito, Fabio Wellington Pereira Pires, 41 anos, em Mosqueiro, distrito de Belém. As capturas foram realizadas entre a noite desta sexta-feira e a madrugada deste sábado, 23. Os adultos são Rodolfo Pereira de Souza, 20 anos; José Hamilton da Rocha, 19, e Glauber Ruan Lobo Pereira, 19. Este último é acusado de fornecer duas armas de fogo aos demais para cometer o crime. O adolescente tem 17 anos. 


O grupo invadiu uma casa de veraneio, na praia do São Francisco, em Mosqueiro, com objetivo de assaltar o local. Durante o crime, eles atiraram na vítima. Os disparos ocorreram no momento em que os bandidos saíam da casa, após roubar celulares e uma bolsa, e se depararam com um carro chegando ao local suspeitando que se tratava de Polícia. Na verdade, era o cunhado a vítima. 

Os bandidos ainda chegaram a atirar em direção do cunhado, que não foi atingido pelos disparos. A vítima ainda foi socorrida, mas não resistiu. Durante as buscas, comandadas pelo coronel Edir, da PM, e delegado Magno Costa, diretor da Seccional de Mosqueiro, os autores do crime foram identificados e capturados, logo após o latrocínio. Eles confessaram que pretendiam assaltar a casa de veraneio. As armas do crime não foram encontrados.

POLÍCIA CIVIL VAI ATUAR PARA PREVENIR E COMBATER A POLUIÇÃO SONORA NAS PRAIAS EM JULHO

A Polícia Civil vai atuar, neste final de semana, com equipes da Divisão Especializada em Meio-Ambiente (DEMA), nos balneários de Mosqueiro, Salinópolis e Marudá em Marapanim, para atuar na prevenção da poluição sonora e da perturbação do sossego público. A operação "Disque-Silêncio", que faz parte do planejamento da operação "Verão 2016", do Sistema Integrado de Segurança Pública do Estado, será realizada desde a noite desta sexta-feira, 22, e se estenderá até a madrugada de segunda-feira. 

A ação visa coibir os crimes ambientais por meio da orientação dos banhistas para que não causem transtornos nessas localidades, que são os balneários mais procurados e que mais registram demandas da população quanto ao barulho excessivo gerado, principalmente, de veículos, residências e de estabelecimentos comerciais e de eventos. As equipes da DEMA estarão em contato direto com as Delegacias dessas localidades e com a Polícia Militar para atender as demandas relacionadas à poluição sonora e perturbação do sossego público. 


Para acionar a DEMA, o cidadão pode entrar em contato com o fone 190. Em Salinópolis e Marudá, as ligações serão direcionadas aos Núcleos Integrados de Operações (NIOPs) regionais para atender as denúncias de poluição sonora. Em Mosqueiro, as ligações serão recepcionadas pelo Centro Integrado de Operações (CIOP) de Belém. As Delegacias locais e as próprias viaturas policiais, tanto da PM quanto da Polícia Civil, poderão ser acionadas para atender as reclamações. 

Segundo o delegado Marcos Lemos, da DEMA, as equipes da operação "Disque-Silêncio" estão orientadas a atuar inicialmente de forma pedagógica, para advertir e orientar as pessoas que estejam gerando poluição sonora, para que reduzam o volume do som. Ao mesmo tempo em que orientam as pessoas, os policiais da DEMA anotarão dados, como placa, modelo do carro, endereço, nome e tipo de ponto comercial ou casa de festas. "Em caso de haver nova reclamação contra a mesma pessoa ou local, iremos tomar providências, inclusive com apreensão de fonte sonora e condução do infrator até a Delegacia", explica. 

Conforme o delegado, nos dois primeiros finais de semana, a DEMA não registrou autuações na Delegacia por poluição sonora nas praias de Salinópolis, o mais frequentado balneário do Pará durante os finais de semana de julho. "Tivemos diversas advertências, principalmente, com relação a condutores de carros vindos de outras regiões do Estado e até de outros Estados, que alegaram desconhecer que o crime de poluição sonora", detalha o delegado, que vai coordenar a equipe da DEMA no balneário nos próximos finais de semana de julho. Neste final de semana, a equipe da DEMA será coordenada pela delegada Virginia Nascimento em Mosqueiro. Já em Marudá, a operação será realizada por outra equipe da DEMA sob coordenação do delegado Vicente Costa. As equipes da Divisão Especializada em Meio-Ambiente (DEMA) irão trafegar pelas praias dos balneários.

DESARTICULADO ESQUEMA DE TRÁFICO DE DROGAS EM ALTAMIRA NO PARÁ

A Polícia Civil desmontou, neste sábado, 23, um esquema que visava o comércio de drogas ilegais na cidade de Altamira, sudoeste do Pará, após uma série de investigações coordenadas pela Superintendência da Região do Xingu. Henrique Wallace da Silva, 21 anos, e Fábio Pereira de Araújo, 19, de apelido "Fabinho Anjinho", foram presos em flagrante de posse de entorpecentes. As prisões deles resultaram de diversas investigações, uma vez que os dois trocavam constantemente de endereço para dificultar o trabalho policial. 


O flagrante ocorreu por volta de 15 horas, quando uma equipe de investigadores passou a investigar os acusados e acompanhar os passos deles, até a chegada até uma casa, onde os dois foram abordados. No local, após uma revista, os policiais civis apreenderam pedras de crack, balança digital para pesagem da droga e diversas embalagens usadas para embrulhar a droga. De posse de Fábio, os policiais apreenderam ainda um carro, com placa de Macapá, no Amapá. 

Ele alegou, aos policiais, que o carro seria financiado e não soube informar onde estava o proprietário, pois, segundo ele, já havia comprado o veículo de outras pessoas. Ainda, em depoimento, Fábio confessou ter trazido a droga de Porto Velho, capital de Rondônia, ao Pará, com objetivo de fazer a distribuição dos entorpecentes para traficantes localizados em Altamira e na região. Conforme os policiais, as investigações continuam para identificar os fornecedores.

GOVERNO INAUGURA INSTALAÇÕES DA NOVA UNIDADE INTEGRADA PRO PAZ DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA

O Governo do Estado inaugurou, neste sábado, 29, a mais nova Unidade Integrada Pro Paz do Estado do Pará. Situada em Conceição do Araguaia, cidade com cerca de 50 mil habitantes, na região sudeste, a UIPP é resultado de um investimento superior a R$ 1,5 milhão, incluindo a construção do prédio (R$ 1,4 milhão); aquisição de novos móveis (R$ 97 mil) e modernos equipamentos de informática (R$ 31 mil). O novo prédio conta com sala de Medição de Conflitos, para atendimento social prestado à comunidade. No mesmo prédio, está a sala do Comando da Polícia Militar e a Delegacia de Conceição do Araguaia. A UIPP é a 52ª a ser inaugurada pelo Governo do Estado desde 2011.


A inauguração reuniu dezenas de moradores do município e contou com a presença do vice-governador, José da Cruz Marinho; do secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Jeannot Jansen, e do delegado-geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino de Sousa, além de policiais civis e militares da região do Araguaia Paraense e do município, representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário, além de membros de associações comunitárias e de grupos religiosos. O secretário explicou que na UIPP estarão em atuação as Polícias Civil e Militar, de forma integrada. "As unidades policiais, que têm seu centro de atuação nesta cidade, passarão a atuar neste prédio e, assim, todos os sistemas de monitoramento também estarão em funcionamento aqui. Além disso, o prédio com instalações modernas possibilita um melhor atendimento às pessoas que procuram pelos serviços policiais", detalha. 

Inauguração da UIPP

Ele destaca o serviço de Mediação de Conflitos que auxilia o trabalho desempenhado pelas forças policiais. "É uma forma de dar um atendimento a casos que chegam à Delegacia e que podem ser resolvidos de forma amigável. Isso alivia o trabalho policial e satisfaz ainda mais à população", destaca. Para o vice-governador, a nova Unidade Integrada de Polícia, além de favorecer melhores condições de trabalho aos servidores públicos da Segurança Pública, também possibilita oferece um atendimento mais digno ao público com diversos serviços públicos instalados em um único prédio. Ele salienta que o projeto do Governo do Estado, em sua Agenda Mínima, é de construir 80 Unidades Integradas Pro Paz em todo Estado. "Já temos 52 construídas no Estado, desde 2011, e atualmente em torno de 20 estão com obras em andamento", ressalta. 

Visita às novas instalações da UIPP
CONHECENDO NOVAS INSTALAÇÕES
Marinho destacou ainda os concursos públicos com inscrições em andamento das Polícias Civil e Militar, que visa contratar mais de 2,7 mil novos servidores policiais para reforçar a Segurança Pública em todo Estado. O delegado-geral Rilmar Firmino destaca que já um projeto para construção da sede da 13ª Região Integrada de Segurança Pública do Araguaia, em Redenção, cidade-polo da região. A unidade policial terá a mesma estrutura do prédio da RISP de Capanema, inaugurada no início do deste mês. Para tanto, explica Firmino, já foi formalizada a doação de um terreno, em Redenção, para construção da nova Unidade Policial. "O projeto arquitetônico do prédio já está pronto e em breves começaremos a construção dessa nova Unidade Integrada de Polícia em Redenção, na qual irão atuar de forma integrada as Polícias Civil e Militar", destaca. A 13ª RISP, sediada em Redenção, abrange as cidades situadas na chamada região do Araguaia Paraense: Redenção, Conceição do Araguaia, Floresta do Araguaia, Pau D'Arco, Santa Maria das Barreiras e Santana do Araguaia. 

Nova estrutura
NOVAS INSTALAÇÕES
Para o delegado Ricard Ribeiro, titular da UIPP de Conceição do Araguaia, o novo prédio de Polícia do município representa uma visão de modernidade no atendimento prestado pelas Polícias no Estado do Pará. Além da sala de Mediação de Conflitos e do Pro Paz, a nova UIPP também conta com depósito para guarda de objetos apreendidos à disposição da Justiça, como drogas e armas; cela específica para presos temporários, que ficam recolhidos apenas enquanto procedimento policial de flagrante é realizado; além de uma sala de reconhecimento de suspeitos de crimes; sala para reunião de investigadores; sala de delegados, alojamentos, banheiro adaptado para deficientes físicos e copa/cozinha. 

Para José Carlos Pandovan, morador de Conceição do Araguaia e integrante do grupo da Pastoral Carcerária do município, a nova UIPP vem em ótimo momento para o município. "A nova estrutura física dada às Polícias da cidade vai possibilitar um melhor serviço público à comunidade", afirma, ao destacar que o município já vinha precisando de uma melhor estrutura no serviço policial. Juntamente com colabores da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, explica Pandovan, a Pastoral Carcerária realiza um trabalho de resgate religioso dos presos de Justiça que se encontram recolhidos nas unidades policiais da região do Araguaia Paraense.