segunda-feira, 18 de julho de 2016

POLÍCIA CIVIL PROMOVE AÇÃO EDUCATIVA SOBRE O LIXO NA PRAIA DE CRISPIM EM MARAPANIM

A Polícia Civil realizou, no último final de semana, na praia do Crispim, um dos mais importantes balneários do Pará, situado em Marapanim, nordeste paraense, uma ação de conscientização voltada aos banhistas para orientá-los sobre o lixo e os riscos que representa o despejo de dejetos na praia. Durante a atividade, um grupo de profissionais do Projeto Sala Verde, da Divisão Especializada em Meio-Ambiente (DEMA), percorreu o balneário e distribuiu aos frequentadores do local sacolas para recolhimento do lixo e material informativo.



Segundo o investigador Edelvan Soares, que coordena a Sala Verde, projeto voltado à preservação  do meio-ambiente por meio da Educação Ambiental, o objetivo principal do trabalho é orientar os banhistas e fazer com que se conscientizem quanto ao tratamento adequado do lixo, principalmente, em locais de banho público, como as praias, neste período de férias escolares. O trabalho terá continuidade no próximo final de semana na praia de Marudá, também em Marapanim.

POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO DE ESTUPRAR CINCO MENINAS EM BARCARENA

A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira, 18, em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça, o mecânico Cláudio Márcio da Costa, 39 anos, suspeito de estuprar cinco meninas, em Barcarena, região do Baixo Tocantins, nordeste paraense. Uma sexta menina também denunciou o acusado de lhe convidar para um programa sexual. A prisão dele foi cumprida por policiais civis das Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher (Deam) e à Criança e Adolescente (Deaca), do município, em decorrência de investigações realizadas para apurar as denúncias. Conforme a delegada Priscilla Naiatte, responsável pela apuração dos casos, as vítimas são familiares e vizinhas do suspeito. 

SUSPEITO
Quatro delas, com idades de 6 a 9 anos, afirmaram à delegada que foram abusadas pelo acusado no início deste ano, enquanto uma quinta vítima denuncia que foi violentada há 12 anos. Segundo a policial civil, os casos vieram ao conhecimento da Polícia Civil a partir de fevereiro deste ano, quando uma das vítimas procurou a Deam de Barcarena para registrar o boletim de ocorrência. Logo em seguida, outras três meninas também procuraram a Delegacia para denunciá-lo encorajadas pela primeira vítima. 

Por fim, a quinta vítima, hoje com 19 anos, mas que na época dos crimes tinha 7 de idade, também compareceu à Delegacia da Mulher para acusá-lo. Ela alegou que foi abusada pelo acusado quando criança e que, na época, calou-se, mas que foi encorajada a procurar a Delegacia pelas outras vítimas. Conforme a delegada, existe uma sexta vítima, que não chegou a ser estuprada, mas que teria sido vítima de uma importunação ofensiva ao pudor, pois o acusado a teria convidado para praticar sexo e também teria observado a menina enquanto tomava banho. A partir das denúncias, a delegada tomou as providências para apurar os fatos e buscar indícios da prática criminosa. Os seis casos foram incluídos no mesmo procedimento apuratório. As investigações resultaram na representação pela prisão preventiva do mecânico, o que foi decretado agora em Barcarena. 

De posse do mandado de prisão, a delegada e o investigador Antonio Batista foram até a casa do acusado, mas, ao chegar ao endereço, pela manhã, ele não estava no local. Os policiais civis aguardaram pela chegada de Cláudio Costa, que recebeu voz de prisão na chegada. Ele foi ouvido em depoimento e vai permanecer recolhido à disposição da Justiça de Barcarena.

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR PRENDEM DEZ ENVOLVIDOS EM CRIMES NO MUNICÍPIO DE SÃO MIGUEL DO GUAMÁ

A Polícia Civil divulgou, nesta segunda-feira, 18, balanço das ações policiais de repressão a práticas criminosas, na cidade de São Miguel do Guamá, no nordeste paraense, durante o mês de julho. Nas duas primeiras semanas do mês das férias escolares, foram registradas dez prisões, das quais, oito foram em flagrante por roubo, furto e violência doméstica, e duas outras prisões em cumprimento de mandados judiciais de prisão preventiva de foragidos de Justiça. Conforme o delegado Everaldo Negrão, da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP), de São Miguel do Guamá, as prisões resultaram de operações realizadas em conjunto pelas Polícias Civil e Militar no município. 

Os resultados, na avaliação do policial civil, ajudam a trazer mais tranquilidade ao município, durante o período de julho, quando há um aumento normal de pessoas circulando na região. Outro fator importante para a intensificação das operações policiais é a busca pela recaptura de foragidos de Justiça na região, principalmente, aos que não retornaram à prisão, após a saída de indulto, autorizada pela Justiça, no mês de maio.


Dentre os presos estão dois foragidos. Um deles é Elton Alves de Oliveira preso por mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça de Santarém pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver. Ele é acusado de assassinar, juntamente com um adolescente, um jovem de 18 anos, por causa de uma dívida do tráfico de drogas, em Belterra, oeste paraense, em abril do ano passado. O outro é Leandro dos Reis Oliveira, que estava foragido e teve cumprido mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas.

Os demais foram presos em flagrante. Quatro deles foram presos por crime de furto: Danilo Gabriel Sousa da Silva; Wudison Kleiton Teixeira dos Santos; Elimar Gomes dos Santos, e Francisco Assis da Silva. Outros três - Geovani Conde Alves Junior; Alisson Ataide, de apelido "Beiço", e Kleiton Teixeira de Assunção, de apelido "Sapinho" - foram presos após praticar roubos na cidade. Também foi preso em flagrante, Wagner Pereira da Silva que vai responder, com base na Lei Maria da Penha, por violência doméstica contra a mulher. As operações em conjunto entre as Polícias Civil e Militar continuam, durante o mês, em São Miguel do Guamá.