segunda-feira, 9 de maio de 2016

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADOS JUDICIAIS EM OPERAÇÃO NA CIDADE DE TUCUMÃ

A Polícia Civil cumpriu três mandados judiciais, nesta segunda-feira, 9, em Tucumã, sudeste paraense. Um deles foi de prisão preventiva decretado contra Maria Rita Oliveira da Silva, acusada do crime de homicídio qualificado no Estado do Maranhão. A ordem de prisão contra Maria Rita foi decretada pela Justiça de São Luiz (MA). Os outros dois mandados judiciais são de busca e apreensão expedidos pela Comarca de Tucumã no escritório de contabilidade e na casa do proprietário do local.

Arma apreendida
ARMA APREENDIDA
A prisão de Maria Rita foi realizada em Tucumã, no sudeste do Pará, por policiais civis da cidade, sob coordenação do delegado William Crispim, com apoio do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI). Já os mandados de busca e apreensão levaram os policiais civis a apreender um revólver calibre 38. 

A arma estava com Felipe Stein Carvalho, que foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo. A operação para cumprimento dos mandados de busca e apreensão foi realizada em conjunto com policiais civis de Ourilândia do Norte.

POLÍCIA CIVIL APREENDE MAIS DE 70 TABLETES DE MACONHA VINDOS DE GOIÁS EM MARABÁ

A Polícia Civil flagrou, nesta segunda-feira, 9, um esquema que visava o tráfico interestadual de drogas, desde o Estado de Goias até o sudeste do Pará. Ao todo, mais de 70 tabletes de maconha, supostamente do tipo conhecido como haxixe, foram apreendidos no interior de um ônibus interestadual, na chegada ao município de Marabá, durante operação coordenada pela Superintendência da Polícia Civil na Região Sudeste do Pará, em conjunto com as Seccionais de Marabá e  de Parauapebas, e Núcleo de Apoio à Investigação (NAI). A pessoa responsável pelo transporte da droga, o paraense Ogeis Moura Almeida, 37 anos, foi preso em flagrante e vai responder pelo crime. 


O flagrante, explica o delegado Marcelo Delgado, titular da Superintendência, foi realizado após recebimento de informação de que uma grande quantidade de drogas iria chegar ao município de Marabá no interior de um ônibus. Com isso, ressalta o policial civil, a equipe policial foi para a rodovia, onde passou a intensificar revistas nos ônibus que entravam na cidade. 


Durante uma das revistas, em um ônibus originário de Goiânia, um dos passageiros foi flagrado com três caixas de papelão com em torno de 70 tabletes de maconha. Segundo o delegado Marcelo Delgado, foram encontrados tabletes de diferentes tamanhos. Até o início da noite não era possível aferir quanto em peso tinha de maconha e o tipo de maconha. "Acreditamos que seja haxixe. Estamos também aguardando a pesagem pelo Centro de Perícias Científicas", explica. A operação contou ainda na coordenação dos delegados Gabriel Costa, Márcio Maio e Henrique Vilas Boas.

O haxixe é uma espécie de maconha potencializada em laboratório, onde tem o DNA alterado e o Tetrahidrocanabinol potencializado três vezes mais forte que o tradicional. Esse tipo de maconha vem sendo plantada em larga escala no Paraguaia e entra no Brasil pelos Estados do Mato Grosso e Goiás, e depois é escoada ao Pará.

POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO DE AMEAÇAR MATAR A EX-NAMORADA EM CASTANHAL

A Polícia Civil prendeu, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, na sexta-feira, 6, em Castanhal, nordeste paraense, Antonio Carlos Rodrigues Pessoa Junior, acusado do crime de ameaça no âmbito da violência doméstica e familiar. Ele foi preso no momento em que pretendia viajar para Belém com objetivo de matar a ex-namorada. Com ele, a equipe de policiais civis da Delegacia da Mulher de Castanhal apreendeu um arame fardado que seria usado no crime. 

O titular da Superintendência da Polícia Civil em Castanhal, delegado Luís Xavier, explica que a ordem de prisão foi expedida pela Justiça em decorrência de registro de ameaça feito pela vítima na Polícia Civil do município. 

Segundo a queixa, o acusado afirmava que iria matar a ex-namorada supostamente por não aceitar o fim do relacionamento. Ele mora em Castanhal e atualmente a vítima reside em Belém. 

Com base na ocorrência registrada, o que configura crime de violência doméstica e familiar, previsto na Lei Maria da Penha, houve representação na Justiça pela custódia preventiva do acusado. 

Com a ordem de prisão, a equipe policial saiu à procura do acusado que foi localizado em Castanhal, no momento em que iria viajar para Belém. 

Segundo os próprios familiares do acusado, o arame fardado seria usado para matar a ex-namorada. Antonio Carlos já foi transferido ao presídio do Centro de Recuperação Regional de Castanhal, onde está recolhido à disposição da Justiça. 

SERVIDORES DA SECCIONAL DA CIDADE NOVA CELEBRAM O DIA DAS MÃES

Servidores da Seccional Urbana da Cidade Nova, em Ananindeua, na grande Belém, promoveram, nesta sexta-feira, 6, uma confraternização em alusão ao Dia das Mães celebrado no domingo, 8. Com celebração religiosa no auditório, o evento reuniu profissionais da área policial e administrativa para celebrar a data festiva em que são homenageadas as mães que trabalham na unidade policial. 


Segundo a assistente social Carla Lavareda, da Seccional da Cidade Nova, a homenagem foi uma iniciativa da direção da unidade policial como forma de celebrar a chegada de mais um dia das mães e também para reforçar a importância das servidoras que são mães e que conciliam a vida dupla, de cuidar dos filhos e o trabalho diário. O diretor da Seccional, delegado Adelino Sousa, participou da programação. Após a celebração católica, os servidores se confraternizaram no ambiente ornamentado com balões brancos e rosas.