sexta-feira, 29 de abril de 2016

POLÍCIA CIVIL DETÉM SUSPEITO DE MATAR MULHER EM MOTEL EM BELÉM

A Polícia Civil deteve, no final da tarde desta sexta-feira, 29, Alexandre Rodrigo Trindade Ferreira, suspeito de matar Camila Sarmento Pereira, em um motel, no último dia 26. Ele foi encontrado por policiais civis da Seccional Urbana da Marambaia, em uma vila de quitinetes, perto do conjunto Maguari, na rodovia Augusto Montenegro em Belém. O suspeito confessou o crime. O delegado Pery Netto informou que ele foi localizado por meio de informações recebidas pelo serviço 181, o Disque-Denúncia. No local onde ele estava foi encontrada uma peça de roupa do suspeito, a mesma que ele vestia quando foi filmado por uma câmera de segurança de um condomínio perto do motel após deixar em fuga o local. 


Conforme o delegado, o suspeito já tem passagem pela Polícia por ter sido preso por tentativa de estupro. Atualmente, ele estava em liberdade condicional. O delegado apurou no depoimento do suspeito que o crime foi premeditado. Ele relatou que teria um relacionamento extraconjugal com a vítima, que seria casada com um presidiário, e que teria recebido ordem do marido para matar o amante. Assim, ele premeditou o crime. Ele contou que teria encontrado a vítima em uma festa e desse local foi com ela até o motel. O delegado informa que vai pedir ao juiz de plantão a prisão temporária de Alexandre. 

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO PARA COMBATE AO TRÁFICO DE DROGAS E ROUBOS EM SÃO MIGUEL DO GUAMÁ

A Polícia Civil deflagrou, nesta sexta-feira, 29, a operação "Fornalha" para combater o tráfico de drogas e roubos na cidade de São Miguel do Guamá, nordeste paraense. Ao todo, dez pessoas foram presas acusadas de envolvimento nos crimes. Sob coordenação da Superintendência Regional de Castanhal, sob comando dos delegados Ronaldo Lopes, titular da Delegacia do município, e Luís Xavier, titular da Polícia Civil em Castanhal, a operação policial mobilizou policiais civis que atuam em Delegacias da região, com objetivo de dar cumprimento a mandados de prisão e busca e apreensão. 

Apreensões na operação
APREENSÕES
As ordens de prisão foram expedidas com base em investigações sobre a atuação de uma associação criminosa envolvida em comércio de drogas ilegais e roubos contra veículos de transporte de cargas. A partir de inquéritos instaurados na Unidade Integrada de São Miguel do Guamá, a Justiça deferiu as ordens de prisão dos envolvidos no crime. 

Os presos são Josimar Travassos Meireles; Francisco Fernando Freire de Souza; Rosiele do Carmo Soares Lima; Juliano Trindade Travassos; Fábio Tomé Lopes; Fernando Azevedo dos Santos; Deyvid Souza Ramos; Saulo Lopes Pereira; Antonio Lélis Lima da Silva e Francisca Mota da Silva. Com eles, foram apreendidas seis motos e um carro de origem desconhecida; uma arma de fogo tipo pistola com munição usada nos roubos e uma balança de precisão usada na pesagem de drogas. Todos foram conduzidos para Castanhal, onde estão recolhidos nos presídios da cidade à disposição da Justiça.

POLÍCIA CIVIL VAI INAUGURAR EM MAIO SEDE DA 6ª REGIÃO INTEGRADA DE SEGURANÇA PÚBLICA EM CAPANEMA

Será inaugurada no próximo mês a sede da 6ª Região Integrada de Segurança Pública (6º RISP), na cidade de Capanema, nordeste paraense. O novo prédio, explica o delegado-geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino, vai concentrar os serviços da Unidade Integrada de Polícia, onde estarão as sedes das Polícias Civil e Militar, o Núcleo Integrado de Operações (NIOP), o Posto de Identificação Civil e o núcleo regional do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. A nova unidade vai abranger os 19 municípios que integram a chamada 6ª RISP, na região nordeste do Pará. 

No local, serão instaladas as sedes do Comando de Policiamento Regional da PM de Capanema; a Superintendência da Polícia Civil na Região do Caeté; a Seccional de Polícia Civil de Capanema e a Companhia Independente da PM do município. Outro serviço que passará a funcionar no local é o Posto de Identificação Civil responsável pela emissão de carteiras de identidade. 


O NIOP (Núcleo Integrado de Operações), que atualmente está no prédio do 11º Batalhão da PM, será instalado também na nova unidade policial. O NIOP é responsável pelo sistema de monitoramento de câmeras de segurança instaladas em pontos estratégicos da cidade, para monitorar durante 24 horas, as ruas da cidade, visando acompanhar ações criminosas, prevenir a violência e identificar infrações no trânsito. Outro serviço da Segurança Pública que será instalado no local é o núcleo regional do Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves, órgão responsável pela perícia criminal no Estado. 

Com uma estrutura ampla, a maior de toda a região nordeste do Pará, a futura sede da 6ª RISP é resultado de um investimento superior a R$ 3,4 milhões em recursos estaduais do Fundo de Investimento em Segurança Pública do Pará (FISP). Além do prédio principal com dois andares, o novo prédio que tem uma área de 1,2 mil metros quadrados também vai contar com um alojamento anexo para os agentes de segurança. A unidade terá ainda salas de mediação de conflito realizado por assistente social, arquivo, banheiros, refeitórios e auditório para 80 pessoas.

Segundo o delegado-geral, o novo prédio está no mesmo local onde funcionava a antiga sede da Polícia Civil no município, na Avenida Barão de Capanema, centro da cidade. "O prédio antigo foi demolido para a construção desse novo local que foi ampliado com a cessão de um terreno localizado ao lado do imóvel", detalha. A obra faz parte da política pública do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).