quinta-feira, 14 de abril de 2016

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR APREENDEM MAIS DE UM QUILO DE PEDRAS DE ÓXI EM VIGIA DE NAZARÉ

As Polícias Civil e Militar, em atuação conjunta, desarticularam um esquema de tráfico de pedras de óxi, um tipo de droga derivada da cocaína, nesta quinta-feira, 14, em Vigia de Nazaré, nordeste paraense. Foi durante a abordagem a um táxi, que seguia pela rodovia PA 140, na saída da cidade. Cerca de um quilo do entorpecente foi apreendido. Dentro do carro, estavam Antonio Miguel da Costa Bastos e o condutor do veículo, Edivaldo dos Anjos Machado. A droga foi encontrada presa à cintura de Antonio Miguel, que já é condenado pela Justiça por tráfico de drogas e havia saído da prisão em fevereiro deste ano. 


Segundo o delegado Alexandre Lopes, titular da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP), de Vigia de Nazaré, explica que inicialmente a Polícia Militar, por meio de policiais da Rocam (Rondas Táticas com Motocicletas), abordou o veículo para uma revista. Foi durante o procedimento que a droga foi encontrada com Antonio Miguel. 


Assim, ele e o comparsa foram conduzidos para a UIPP, onde foram apresentados ao delegado, que lavrou o flagrante por tráfico de entorpecentes. Ao chegar os antecedentes criminais dos autuados, o delegado verificou que Antonio Miguel já tem uma condenação judicial por tráfico de drogas e também por porte ilegal de arma. Em depoimento, o preso declarou que veio até Vigia de Nazaré apenas para receber a droga, que havia comprado por R$ 13 mil e que pretendia render até R$ 20 mil. Os dois foram recolhidos à disposição da Justiça.

POLÍCIA CIVIL AUTUA FALSO SERVIDOR PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BREVES

A Polícia Civil autuou em flagrante, nesta quinta-feira, 14, por tentativa de estelionato, o mototaxista Benedito Miranda Machado, 47 anos. Ele foi preso ao tentar aprovar documentos falsos, passando-se por servidor público municipal, em uma agência bancária, de Breves, na ilha do Marajó, para fazer um empréstimo consignado. O gerente do banco desconfiou dos documentos e depois descobriu que o acusado não era funcionário da Prefeitura do Município. 


Ao retornar ao banco para concluir o procedimento, o falsário foi preso por policiais militares e apresentado ao delegado Artur Carlos Silva Junior, da Superintendência da Polícia Civil do Marajó Ocidental. Segundo o policial civil, o gerente do banco recebeu o acusado no último dia 1º na agência para dar entrada da documentação solicitando a realização de um empréstimo consignado, em que o valor solicitado ao banco é descontado direto no contracheque do servidor público. 

Ao bancário, Benedito apresentou três contracheques nos quais se apresentava como funcionário da Secretaria Municipal de Educação de Breves. Ele também apresentou ao banco uma conta de luz como comprovante de residência e uma declaração forjada da Secretaria Municipal de que era servidor público em atividade no município. O gerente do banco marcou o retorno para alguns dias depois até dar tempo de checar junto ao município os dados apresentados pelo acusado. 

Foi nesse tempo em que a Secretaria Municipal de Administração confirmou que o acusado não era servidor público do município de Breves. Então, o bancário marcou por telefone com Benedito para que viesse ao banco, nesta quinta-feira, quando policiais militares já o aguardavam para prendê-lo em flagrante. Ao delegado, foram apresentados as cópias dos contracheques que ficaram no banco, além dos demais documentos. O mototaxista está recolhido à disposição da Justiça.

POLICIAIS CIVIS PARTICIPAM DE TREINO DE TIRO TÁTICO EM MOSQUEIRO

A Academia da Polícia Civil realizou, nesta quinta-feira, 14, um treinamento de tiro para 17 policiais civis que atuam em unidades policiais da capital e interior do Estado. A atividade visa aperfeiçoar os agentes públicos que trabalham em ações de combate ao crime em todo Estado. O treinamento foi realizado em um estande de tiro no distrito de Mosqueiro, em Belém. De acordo com a diretora da Academia, delegada Marlise Tourão, que também participou do treino, estiveram presentes policiais lotados em Marabá, Santa Izabel do Pará e em Delegacias da Região Metropolitana. 


Conforme a delegada, o treinamento faz parte das atividades de educação continuada da Academia da Polícia Civil que tem como meta possibilitar aos policiais civis um treinamento para prepará-los ainda mais para o combate ao crime no Estado. O treinamento está dentro do planejamento de atividades de educação voltadas aos servidores policiais e administrativos da Polícia Civil durante o ano.


Um dos cursos promovidos é o de Identificação de Fraudes Veiculares, que conta com aulas práticas e teóricas sobre as técnicas e os procedimentos utilizados na identificação veicular, com ênfase na procedência e detecção de fraudes em veículos automotores. Só em 2015, no total, 100 policiais foram capacitados no Curso, que visa qualificar os policiais para cada vez mais oferecer um serviço de qualidade à sociedade. Na próxima segunda, a Academia vai dar início a um curso voltado para servidores da área administrativa da corporação policial.

POLÍCIA CIVIL INCINERA MAIS DE 48 QUILOS DE DROGAS APREENDIDAS EM SANTARÉM

A Polícia Civil incinerou, nesta quinta-feira, 14, mais de 48 quilos de drogas apreendidas, em Santarém, oeste paraense. A incineração foi realizada durante a operação denominada "Fogo do Bem", que contou com 14 policiais civis no apoio para retirada da droga recolhida na Seccional Urbana de Santarém e condução em três viaturas até a sede de uma madeireira no município. 


Segundo o delegado Alexandro Napoleão, o procedimento de incineração contou com apoio de peritos criminais do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves de Santarém que realizaram a perícia de constatação das drogas apreendidas. Representantes do Ministério Público do Estado, do Poder Judiciário e da Vigilância Sanitária acompanharam a queima dos entorpecentes nos fornos da madeireira. 

Ainda, conforme o policial civil, as drogas incineradas são referentes a inquéritos policiais instaurados, entre os anos de 2011 e 2016, por conta de apreensões realizadas em Santarém. Dentre as drogas apreendidas estão derivados de maconha, como tabletes e trouxas, e pasta de cocaína. A operação foi realizada entre 14:00 e 16 horas.