segunda-feira, 11 de abril de 2016

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR MANTÊM CERCO A ASSALTANTES DE BANCO EM RURÓPOLIS

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social informa que policiais militares civis, com o apoio de dois helicópteros do Grupamento Aéreo, fazem o cerco e tentam capturar os criminosos que assaltaram, na manhã de hoje, a agência do Banco da Amazônia, na cidade de Rurópolis, sudoeste do Pará. 

Os assaltantes tiveram a ação frustrada por conta da ação rápida de uma guarnição da PM. Três pessoas são mantidas reféns, entre eles o gerente da agência bancária. Várias ruas foram fechadas no sentido de interceptar os dois carros usados pelo bando que teria, por uma vicinal, seguido rumo à cidade de Itaituba. 

Neste momento, policiais militares e civis do Programa de Repressão a Assaltos a Banco (Repreban) mantêm as buscas. Militares e investigadores de cidades próximas, como Uruará, Itaituba e Santarém, reforçam o trabalho para a prisão dos assaltantes.

POLÍCIA CIVIL APREENDE ARMAMENTO USADO EM ROUBOS A BANCOS E RESGATES DE PRESOS NO SUDESTE PARAENSE

Uma operação integrada envolvendo policiais civis dos Estados do Pará, Maranhão e Tocantins, resultou na apreensão de dois fuzis que haviam sido usados em assaltos a bancos nas regiões Sul e Sudeste do Pará. Os resultados da operação foram divulgados nesta segunda-feira, 11. O trabalho policial contou com policiais civis que atuam na Seccional de Parauapebas, Superintendências das Regiões Sudeste e Araguaia Paraense, do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI/Sul) e da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). 

Segundo o delegado Gabriel Henrique Costa, diretor da Seccional de Parauapebas, o armamento apreendido pertencia a Edimar Teodoro Sampaio, que morreu em fevereiro deste ano e era apontado como o chefe de um grupo de extermínio ligado ao tráfico de drogas e assaltos a bancos. 

Denominada de operação "Pé Direito", a ação policial vem sendo realizada há dois meses. Nesse período, explica o delegado, diversos criminosos já foram presos por envolvimento em crimes, como tráfico de drogas, homicídios e carros adulterados. Conforme o delegado, o mesmo armamento apreendido foi utilizado em ações de resgates de presos e roubos a bancos.

PRESOS INTEGRANTES DE GRUPO CRIMINOSO ACUSADA DE ROUBAR MOTOS EM ITAITUBA

A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira, 11, em flagrante, três homens suspeitos de integrar uma associação criminosa especializada em roubos de veículos em Itaituba, sudoeste paraense. Eles são apontados como os autores do roubo de uma moto. Os presos foram identificados como Diego Lemos Borges, André Luiz Ribeiro da Silva e Almiro Diogo Ferreira. Ao serem presos, os homens foram flagrados com uma moto roubada.  




Segundo o delegado Vicente Gomes, superintendente da região do Tapajós, o roubo da moto ocorreu na rua Trangalego, bairro da Liberdade, periferia da cidade. Após o crime, a equipe da Polícia Civil passou a investigar a ação dos assaltantes até identificá-los. Ao serem presos, uma outra moto roubada foi encontrada com os acusados. O veículo já estava com o chassi adulterado. Os presos estão recolhidos no Centro de Recuperação Regional em Itaituba, onde irão permanecer recolhidos à disposição da Justiça.