segunda-feira, 4 de abril de 2016

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR APREENDEM DROGAS E ARMA DE FOGO DURANTE OPERAÇÃO EM ORIXIMINÁ

As Polícias Civil e Militar deflagraram, no final da tarde de domingo, 3, uma operação conjunta para desarticular um esquema de venda de drogas ilegais na cidade de Oriximiná, oeste paraense. Durante a operação, foram presos em flagrante pelo crime, Inocencio Picanço Junior, 22 anos, e Luiz Gonzaga Marinho Batista, 58. Com os acusados, foram apreendidas porções de maconha que eram traficadas na região. Ainda, durante a operação, foi preso em flagrante, por porte ilegal de arma de fogo, Julio Ramos Picanço, 35. 

APREENSÕES
Conforme o delegado Gilberto Aguiar, titular da Polícia Civil na região do Baixo Amazonas, com o preso Inocencio foram apreendidos cerca de 25 gramas da droga. Já com Batista foram encontrada sete petecas de maconha e ainda R$ 133 em dinheiro da venda das ervas. A operação policial foi realizada pela equipe da Polícia Civil de Oriximiná, sob coordenação do delegado Erik Peterson da Silva, com apoio de policiais militares. 

Ainda, no curso da operação, foi abordado em via pública, Julio Picanço com quem um revólver calibre 32 foi encontrado. Por não ter porte de arma legalizado, ele foi conduzido para a Delegacia para ser autuado em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Todos estão presos à disposição da Justiça. 

POLÍCIA CIVIL TRANSFERE PRESO ACUSADO DE FURTOS EM RURÓPOLIS

A Polícia Civil transferiu, no final da tarde deste sábado, 2, da Delegacia de Rurópolis para a sede da Seccional de Itaituba, no sudoeste paraense, o preso Wellington da Silva Teixeira, 34 anos, acusado por prática de furtos em comércios no município de Rurópolis. Nascido em Bacabal (MA), ele foi preso pelo policial militar Aurismar Monteiro de Castro. 

Em depoimento, o policial conta que prendeu o acusado após ele ter saqueado objetos pessoais de passageiros de dentro de um ônibus que estava estacionado em frente ao Terminal Rodoviário da cidade. Após a detenção do acusado, os policiais ouviram depoimentos de vítimas que tiveram pertences subtraídos.

Após o flagrante, ele ficou custodiado na Delegacia de Rurópolis, sob responsabilidade do delegado Ariosnaldo Vital Filho e do investigador Fagner André dos Anjos. De acordo com o delegado titular do município, o recambiamento do preso de Justiça foi realizado imediatamente com as devidas cautelas necessárias, bem como observando a decisão judicial expedida pela Comarca de Rurópolis.