quinta-feira, 31 de março de 2016

POLICIAIS CIVIS APREENDEM 15 QUILOS DE MACONHA EM PONTO DE TRÁFICO DE DROGAS NA PRATINHA EM BELÉM

A Polícia Civil apreendeu na noite de ontem (30), 15 tabletes de maconha prensada, cada um com cerca de um quilo de peso, perfazendo cerca de 15 quilos de entorpecentes. As drogas estavam prontas para serem comercializadas. A apreensão foi realizada por policiais civis da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), na casa de Elizandra Cristina Silva, de 21 anos, situada no bairro da Pratinha, em Belém.  


ELIZANDRA ESTÁ PRESA
Ela foi presa e autuada em flagrante por tráfico de drogas pelo delegado Thiago Dias, da DRFR.

Conforme o policial civil, a apreensão da droga resultou de investigações iniciadas após denúncias.

A equipe policial comandada pelos delegados Ricardo Rosário e Thiago Dias foi até o local indicado como ponto de distribuição de drogas, localizado na rua D, na Pratinha. 

Elizandra é esposa de um presidiário que está recolhido por tráfico de drogas, no presídio Centro de Recuperação Regional do Pará I, no Complexo de Americano, em Santa Izabel do Pará, nordeste paraense. 

As suspeitas são de que ela deu continuidade ao crime praticado pelo marido. 

Segundo o delegado, durante os levantamentos na área onde fica a casa da acusada, foi constatada a grande movimentação no local de compradores de drogas. 

Após a prisão, a mulher foi transferida ao Centro de Recuperação Feminino em Ananindeua, onde está presa à disposição da Justiça.

MAIS DE TRÊS QUILOS DE CRACK SÃO APREENDIDOS POR POLICIAIS CIVIS E MILITARES EM MARABÁ

As Polícias Civil e Militar apreenderam, nesta quinta-feira, 31, mais de três quilos de pedras de crack e um revólver calibre 38 que estavam em poder de Alessandro Alves da Silva, em Marabá, sudeste paraense. A droga foi apreendida no momento em que seria levada pelo acusado para o Estado de Goiás. O esquema de tráfico interestadual de drogas foi flagrado durante operação conjunta na sede do município. 

PRESO

Segundo o delegado Marcelo Delgado, superintendente da Polícia Civil no Sudeste do Pará, o preso já era conhecido da Polícia de Marabá. "Já representamos pela prisão dele em outro inquérito que está aguardando manifestação do Poder Judiciário", detalha. O preso vai permanecer recolhido em Marabá à disposição da Justiça. Já a droga foi encaminhada para perícia no Centro de Perícias Científicas de Marabá.

PRESO EM PARAUAPEBAS EX-PREFEITO MINEIRO ACUSADO DE ABUSAR SEXUALMENTE DE ADOLESCENTES EM MINAS GERAIS

A Polícia Civil do Pará localizou e prendeu, nesta quinta-feira, 31, em Parauapebas, sudeste do Pará, o pecuarista mineiro Joel da Cruz Santos, 76 anos, ex-prefeito de Taiobeiras, cidade do interior de Minas Gerais. Ele é foragido da Justiça mineira desde outubro do ano passado, quando teve mandado de prisão preventiva decretado por crime de estupro de vulnerável. Santos foi condenado pela Justiça de Minas Gerais, em 2010, por ter pago adolescentes para fazer sexo. Joel permanece preso em Parauapebas à disposição da Justiça mineira, para onde será transferido para responder pelo crime. A prisão foi realizada por policiais civis da Seccional de Parauapebas em conjunto com o Núcleo de Apoio à Investigação de Marabá, após troca de informações com o Setor de Inteligência da Polícia Civil mineira. 


Segundo o delegado Gabriel Costa, diretor da Seccional de Parauapebas, a ordem de prisão foi expedida pelo juiz Marcelo Bruno Duarte e Araújo, da 1ª Vara Única da Comarca de Taiobeiras (MG). O pecuarista, que foi prefeito da cidade em três períodos durante mais de 20 anos, foi localizado no interior de sua propriedade, de 530 alqueires, situada na zona rural de Parauapebas. Além dele, segundo informações da Justiça mineira, Rosangela de Paula Cardoso de Oliveira, mãe de duas crianças que teriam sido abusadas pelo ex-prefeito, está com prisão decretada no mesmo processo criminal acusada de aliciar os próprios filhos à prostituição.

O ex-prefeito é acusado de violentar sexualmente adolescentes. Durante as investigações, em outubro do ano passado, a Polícia Civil mineira junto com o Ministério Público de Minas estiveram na então casa do acusado, em Taiobeiras, onde cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do acusado, mas ele não estava na residência. A prisão preventiva foi decretada depois que o Conselho Tutelar e o Centro de Referência em Assistência Social de Minas Gerais coletaram depoimento de uma criança de dez anos que acusou a própria mãe - Rosangela de Oliveira, de aliciá-la a se prostituir. 

O ex-prefeito foi acusado de abusar da criança de dez anos e da irmã dessa criança, de cinco anos, ambas filhas de Rosangela. As vítimas teriam sido levadas para a casa do político, onde teriam sido obrigadas a manter relações sexuais em troca de pagamento. Uma outra mulher também foi acusada de fazer parte do esquema e de aliciar duas garotas de 10 e 12 anos à prostituição. Uma das vítimas revelou na época que o político seria um de seus clientes nos programas sexuais.

POLICIAIS CIVIS PRENDEM DUPLA DE FORAGIDOS CONDENADOS PELA JUSTIÇA EM MARABÁ

A Polícia Civil capturou, durante operações policiais, nesta quarta-feira, 30, na cidade de Marabá, no sudeste do Pará, dois homens que estavam na condição de foragidos da Justiça do Estado. Um deles, Ronaldo Silva Parente, 31 anos, é condenado por tráfico de drogas e havia fugido do presídio do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA), em Marabá. O outro é Sérvulo Marcos Tocantins de Souza, condenado pela Justiça pelos crimes de roubo com uso de arma de fogo e furto. 


As prisões foram efetuadas por policiais civis da Delegacia de Nova Marabá, sob coordenação do delegado Luis Otávio Forti e investigadores Josimar Costa e Thais Santos. O procurado Ronaldo Parente foi preso, após investigação realizada na Folha 08, Quadra 11, do bairro Nova Marabá. Ele fugiu do CRAMA em 2 de janeiro de 2014 e, desde então, estava foragido com mandado de recapturado decretado pela Justiça. 

Ainda, durante as operações, os policiais civis capturaram, após investigações e uma campana no bairro Laranjeiras, o procurado Sérvulo de Souza, que era foragido desde 1 de setembro de 2014. Ele vivia escondido em uma casa situada naquele bairro de Marabá. Os dois presos foram encaminhados para passar por exames de corpo de delito, no Centro de Perícias Científicas de Marabá, e depois foram transferidos ao presídio para ficarem recolhidos à disposição da justiça.

POLICIAIS CIVIS DO PARÁ E MARANHÃO APREENDEM EXPLOSIVOS QUE SERIAM USADOS EM ROUBOS A BANCOS

Uma operação conjunta de policiais civis do Pará e do Maranhão resultou na prisão de um homem apontado por envolvimento em assaltos a bancos nos dois Estados. A prisão foi realizada em Parauapebas, sudeste paraense, por policiais civis da Seccional de Parauapebas juntamente com o Núcleo de Apoio à Investigação de Marabá e Superintendência Estadual de Investigações Criminais do Maranhão. O preso é Josemir Matos de Albuquerque, de apelido Novinho, que ao ser capturado foi flagrado com uma arma de fogo ilegal e explosivos que seriam usados em roubos a banco nos dois Estados. 


Além de acusado de assaltar estabelecimentos bancários, ele responde processo criminal por latrocínio - roubo seguido de morte no Maranhão. Com a prisão, os policiais civis conseguiram evitar o sequestro de um empresário que seria praticado em Floresta do Araguaia, no Pará. O delegado Gabriel Henrique Costa, titular da Seccional de Parauapebas, explica que o procurado foi preso no momento em que se encontrava na estação rodoviária pronto para fugir da cidade, com destino ao município de Floresta do Araguaia. Ao ser revistado, ele portava um revólver calibre 38. Aos policiais, o acusado revelou que a arma fazia parte de um plano para sequestrar um empresário visando praticar extorsão da vítima.

Após ser interrogado no local, o preso foi levado pelos policiais civis até a residência dele, em Parauapebas. No imóvel, os policiais encontraram bananas de dinamite. Conforme o delegado, o explosivo seria usado em assaltos a bancos, na modalidade de explosão de caixa eletrônico e cofre, no Pará e no Maranhão. As investigações sobre os crimes praticados pelo acusado serão aprofundadas. Josemir vai permanecer preso à disposição da Justiça em Parauapebas. 

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR APREENDEM EXPLOSIVOS NO INTERIOR DE RESIDÊNCIA EM CACHOEIRA DO PIRIÁ

As Polícias Civil e Militar de Cachoeira do Piriá, nordeste paraense, prenderam em flagrante nesta quarta-feira, dia 30, José Adriano Ribeiro de Souza, de 21 anos, por manter guardado material explosivo em desacordo com a lei. Foram encontradas com o acusado 14 unidades de explosivos e várias espoletas, peça utilizada para inflamar carga de pólvora. 

EXPLOSIVOS
As investigações apontaram que ele tentou explodir a parede de uma empresa de compra e revenda de ouro no último sábado. Os explosivos foram furtados de uma mineradora da região e seriam utilizados também para explodir agências bancárias. O acusado está recolhido à disposição da justiça.

POLÍCIA CIVIL TIRA DE CIRCULAÇÃO ARMA ILEGAL EM CAPANEMA

A Polícia Civil de Capanema, nordeste do Pará, prendeu em flagrante nesta quarta-feira, dia 30, Pamela Marlins da Silva, de 25 anos, pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. A prisão foi realizada após a equipe policial notar que um veículo estava sendo conduzido de forma suspeita durante uma operação para combater o tráfico de drogas na região. 


Ao fazer a abordagem, eles encontraram no carro um revólver calibre 32 com munições. A acusada foi encaminhada para a Delegacia do município e após pagamento de fiança foi liberada para responder o processo em liberdade.

POLÍCIA CIVIL JÁ CONTA COM NOVA SECCIONAL URBANA NA CIDADE NOVA EM ANANINDEUA

Uma nova unidade policial completamente renovada. Essa é a nova Seccional Urbana de Polícia da Cidade Nova em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. O novo prédio, que passou dez meses em reforma, foi inaugurado, nesta quarta-feira, 30. Além de toda sua estrutura, não só a parte física do prédio, mas também as instalações elétricas, a nova Seccional conta com alojamento e área de estacionamento mais amplos e climatizados. Os ambientes internos, na área de atendimento ao público, foram revitalizados. A obra é resultado de recursos do Fundo de Investimento de Segurança Pública do Pará no valor de R$ 702 mil. 

Nova Seccional da Cidade Nova
SECCIONAL INAUGURADA
A Seccional atende ocorrências registradas nas áreas de abrangências dos conjuntos residenciais do bairro Cidade Nova, com atendimento 24 horas. A inauguração contou com as presenças do secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Jeannot Jansen, que representou o governador Simão Jatene; do secretário adjunto de gestão operacional da Secretaria, coronel Hilton Benigno; do delegado-geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino; do prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro; do deputado estadual Cássio Andrade, do ouvidor-geral do Estado, Ítalo Mácola, entre outras autoridades policiais, políticos e representantes da comunidade, que lotaram as dependências da unidade policial, localizada no conjunto Cidade Nova VII, em Ananindeua. 

INAUGURAÇÃO
Nos dez meses em que passou em reforma, a Seccional ficou instalada nas dependências da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) do bairro do Icuí, em Ananindeua, onde não parou de funcionar. Agora, de volta ao mesmo endereço de sempre, a nova Seccional ganhou um visual novo para atender a toda comunidade. A obra faz parte da política de investimentos do Governo do Pará na Segurança Pública voltados às reformas e construções de novas unidades policiais em todo Estado. 

Comunidade agradece pelas novas instalações
COMUNIDADE AGRADECE PELA NOVA SECCIONAL
O delegado-geral destacou que a Seccional da Cidade Nova é a que mais gerou procedimentos policiais no ano passado. Foram 79 prisões em flagrante registradas. Com a nova Seccional, detalha o policial civil, das nove Delegacias de Ananindeua, sete já passaram por obras desde o ano de 2011, incluindo as duas Unidades Integradas Pro Paz (UIPPs), nos bairros do Distrito Industrial e Icuí, que foram inauguradas. Até o final deste semestre está prevista a reforma da Seccional de Ananindeua e, posteriormente, a da Seccional do Paar.

Firmino destaca que o Governo do Estado não tem parado as reformas de prédios públicos, apesar da grave crise econômica que assola o país, onde Estados como Rio de Janeiro e Minas Gerais, têm atrasado pagamento de salários de funcionários públicos, por exemplo. O secretário Jeannot Jansen destacou a integração entre os entes públicos do Governo do Estado e Prefeituras. "Isso possibilita o fortalecimento dos serviços públicos prestados à sociedade", salienta. 

Área interna da Seccional reformada

O diretor da nova Seccional, delegado Adelino Sousa, explica que a unidade vai funcionar com plantão 24 horas com presença de equipes formadas por delegado, escrivão e investigadores, para lavrar prisões em flagrante, nos períodos noturno, feriados e finais de semana, além do atendimento normal de expediente durante o dia. 

SERVIÇO SOCIAL Há nove anos trabalhando na cidade de Ananindeua, a assistente social Carla Lavareda lembra que quando chegou para trabalhar na Seccional da Cidade Nova, o prédio já estava bastante deteriorado e precisando de uma reforma. Agora, a estrutura completamente renovada, ressalta a profissional, incentiva ainda mais os servidores a trabalhar cada vez melhor no atendimento ao público. Em média, são feitos, por mês, em torno de 800 atendimentos sociais na Seccional. 

Sala de Mediação de Conflitos
SALA DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS
As assistentes sociais atendem conflitos variados, como brigas entre vizinhos, entre marido e mulher, problemas que envolvem crianças e adolescentes, alcoolismo na família, entre outros. Muitos casos apresentados são encaminhados para a rede de atendimento público quando necessário. Graças ao Serviço Social, muitos casos que poderiam se tornar casos de Polícia são contornados e muitos casos de violência são evitados. 

Na Seccional da Cidade Nova, o atendimento de Mediação de Conflitos conta com duas assistentes sociais. Pela manhã, a assistente social Graça Saldanha atende de 8 horas da manhã até 14 horas. E, de tarde, de 14h às 18 horas, é o horário da assistente social Carla Lavareda. O atendimento é feito de segunda à sexta-feira, exceto em feriados.

OBRAS Atualmente, mais de 50 obras de construção e reformas em Delegacias da Polícia Civil estão em andamento no Estado. Segundo o delegado-geral, estão prestes a serem inauguradas, em Belém, as seguintes obras: Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), a Seccional Urbana da Pedreira e a Seccional Urbana da Cremação. No interior do Pará, a próxima inauguração será a Delegacia da Mulher de Itaituba, no próximo sábado, 2. 
Visita à sala do Serviço Social
DELEGADO RILMAR FIRMINO (À ESQUERDA)
Já está pronto o projeto para construção da nova Seccional Urbana da Sacramenta, em Belém, Outro projeto é o da reforma da Seccional de Marituba. Mais de 80 novas Delegacias foram inauguradas, de 2011 a 2015, entre UIPPs, Delegacias e Seccionais de Polícia. Do total, 45 unidades policiais passaram por reformas em suas estruturas e 36 Unidades Integradas Pro Paz foram concluídas de um total de 75 UIPPs em construção.