sexta-feira, 18 de março de 2016

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA DE ACUSADO DA AUTORIA DE HOMICÍDIO EM BELÉM

Policiais civis da Divisão de Homicídios (DH) deram cumprimento, nesta sexta-feira, 18, ao mandado de prisão preventiva de Danilo dos Anjos Silva, que está indiciado em inquérito policial como autor do assassinato de Eduardo Miranda Santiago. O acusado estava preso desde a semana passada, em Marituba, na grande Belém, e foi conduzido, hoje, à presença da delegada Cristina Esteves, da DH, onde foi cumprida a ordem de prisão decretada pela Justiça por representação da autoridade policial. 


O crime foi registrado em 29 de março do ano passado, por volta de 11 horas da manhã. Na ocasião do homicídio, a vítima vendia caranguejo, na esquina da Travessa São Pedro com Avenida Engenheiro José Machado, no bairro do Benguí, em Belém. A delegada apurou que um carro cor prata parou em frente ao local em que estava Eduardo e de dentro do veículo saiu Danilo com arma em punho já desferindo disparos de arma de fogo em direção à vítima, que morreu no local. As investigações mostraram que o crime foi motivado por acerto de contas ligado ao tráfico de drogas, já que a vítima estaria envolvida com o comércio ilegal de entorpecentes e seria desafeta do acusado. 

Ainda, conforme apurou a delegada, dois anos antes, a vítima teria sofrido um atentado a bala e a acusação recaiu também sobre Danilo. Em depoimento prestado à delegada, o preso negou inicialmente as acusações, mas, no decorrer da audiência, confirmou envolvimento na morte de Eduardo. As investigações continuam, já que há envolvimento de mais gente no crime. Danilo vai permanecer recolhido em uma Unidade do Sistema Penitenciário na região metropolitana de Belém à disposição da Justiça.

POLÍCIA CIVIL PROMOVE PALESTRA SOBRE COMBATE ÀS DROGAS EM GOIANÉSIA DO PARÁ

A Polícia Civil promoveu, nesta sexta-feira, 18, um ciclo de palestras educativas na cidade de Goianésia do Pará, sudeste paraense. O delegado Arthur Nobre, titular da Delegacia local, falou sobre a Lei Antidrogas e a Lei Maria da Penha (violência doméstica contra a mulher). Ainda, durante o evento, realizado na sede do município, o delegado abordou como é a atuação da Polícia Civil no combate a esses crimes. O ciclo de palestras também contou com o investigador Isaías Borges. 


A programação é uma continuidade a outras palestras realizadas pela Polícia Civil nos últimos dias. Como parte das comemorações pelo Dia Internacional da Mulher, um ciclo de palestras sobre o tema combate à violência doméstica e familiar contra a mulher foi realizado, na sede do CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social) do município. O evento contou com a presença também do promotor de Justiça da cidade, Mauro Messias. 

DELEGADO PALESTRA
Durante o encontro, dezenas de mulheres e até homens puderam tirar dúvidas e receber orientações sobre como proceder em caso de tomar conhecimento de algum caso de violência doméstica e familiar contra a mulher no município. Ainda, durante a palestra, o delegado frisou sobre os direitos de toda mulher e como atuam a Polícia Civil e o Ministério Público para punir os responsáveis pela violação de direitos das vítimas.

POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO DE ENVOLVIMENTO EM TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM QUATRO BOCAS

A Polícia Civil do distrito de Quatro-Bocas, no município de Tomé-Açu, prendeu nesta sexta-feira, dia 18, Jailson Batista Ravena, conhecido como “Pestinha”, suspeito de participar de uma tentativa de homicídio contra o ex-assessor da Câmara Municipal de Tomé-Açu. O crime ocorreu no dia 17 de fevereiro deste ano. As investigações apontaram que “Pestinha” foi responsável por monitorar vítima no dia do crime. 

DISTRITO DE QUATRO BOCAS
Ele foi visto saindo de uma farmácia em que o ex-assessor tinha ido 30 minutos antes do ocorrido. Segundo a delegada Gersica Raphaela Silva, titular da Unidade Integrada Pro Paz de Quatro-Bocas, a vítima foi atingida por disparos de arma de fogo por dois homens que estavam em uma motocicleta preta. Eles já foram identificados e estão com os mandados de prisão preventiva expedidos. As investigações irão prosseguir para apontar qual a motivação do crime, que ainda não foi definida.

POLÍCIA CIVIL PROMOVE ATENDIMENTOS DE SAÚDE EM UNIDADES POLICIAIS DA CIDADE DE ANANINDEUA

A Polícia Civil divulgou nesta sexta-feira, 18, os resultados dos atendimentos itinerantes realizados, nos últimos três dias, nas unidades policiais localizadas em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. Denominado "Olé no Estresse", o projeto da Diretoria de Atendimento ao Servidor (DAS), da Polícia Civil, tem por objetivo levar aos policiais civis serviços médicos, como medição de pressão arterial, verificação de glicemia e de Índice de Massa Corporal, além de massagens, no próprio local de trabalho. 


NA DELEGACIA DA GUANABARA
Nos três dias, foram atendidos os policiais civis que trabalham na Seccional de Ananindeua, na terça-feira; na Unidade Integrada Pro Paz do Distrito Industrial e Delegacia do Júlia Seffer, na quarta, e ontem, nas Delegacias do Aurá e Guanabara. 

NA DELEGACIA DO AURÁ
Conforme a titular da DAS, delegada Leomar Maués, os policiais atendidos pela equipe da Diretoria têm agradecido muito pelo atendimento e pelo fato de o projeto estar despertando a atenção para os cuidados com a saúde. "Tanto que já estamos agendando muitas consultas no prédio da DAS", salienta. A Diretoria de Atendimento ao Servidor conta com profissionais de saúde, como médica clínica, para atender aos servidores públicos da Polícia Civil. 

O projeto "Olé no Estresse" começou no início deste mês, quando os profissionais da DAS foram até o município de Marituba, onde, durante três dias, atenderam aos servidores das unidades policiais da cidade. Na semana seguinte, foi a vez do distrito de Mosqueiro, e do município de Santa Bárbara. Desta vez, unidades policiais de Ananindeua. A ação da DAS também será levada a outras unidades policiais.

POLÍCIA MILITAR FLAGRA ESQUEMA DE TRÁFICO DE DROGAS EM ORIXIMINÁ

A Polícia Civil lavrou flagrante, ontem, por tráfico de drogas, em Oriximiná, oeste paraense, contra o casal Francisco Souza Cunha, 33 anos, amazonense de Itacoatiara (AM), e Yara Sandra dos Reis Canto, 20, paraense de Óbidos (PA). Os dois foram flagrados, por uma guarnição da Polícia Militar, em uma casa, onde praticavam a venda de papelotes de cocaína. 


Segundo o delegado Gilberto Aguiar, superintendente da Polícia Civil na região do Baixo Amazonas, a droga foi encontrada embrulhada dentro de uma roupa estendida perto da janela da casa, por onde os compradores adquiriam os entorpecentes. Os presos foram apresentados na Delegacia do município, onde foi feito o procedimento flagrancial. Ambos estão recolhidos à disposição da Justiça.

POLÍCIA MILITAR FAZ SIMULAÇÃO DE AÇÕES DE RISCO COM TRAJE ANTIBOMBA EM BELÉM

Policiais militares do Esquadrão Antibomba que atuam como técnicos em explosivos, da Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe), fizeram nesta quinta-feira (17) um treinamento prático para uso e conservação do traje especial. Durante a capacitação, o sargento Luison Souza colocou em prática tudo o que aprendeu durante o Curso Técnico Explosivista Policial, finalizado no dia 12 deste mês, em Brasília. “É muito importante nos qualificarmos. O Esquadrão de Bomba está preparado para dar uma rápida resposta contra este tipo de crime. Isso aqui é apenas uma simulação, mas é tão importante quanto uma ocorrência real ”, disse o militar. 

O sargento Jadiel Cardoso também se especializou fora do Estado. No fim do ano passado, ele passou cerca de três meses na Bahia aperfeiçoando a técnica explosivista. “Lá o número de ocorrências envolvendo explosivos é muito grande. Então devido à experiência deles, visamos nossa demanda e nos preparamos para qualquer tipo de ocorrência”, afirmou. O traje antibomba ED09, a ser usado por pessoal técnico especializado da PM, se destaca pela qualidade e eficiência na garantia de segurança ao policial militar no trabalho preventivo em caso de ameaça de detonação de artefato explosivo. Considerado como equipamento de vanguarda no Brasil, importado pela PM paraense junto à empresa norte-americana Berkana, é importante tanto do ponto de vista técnico, quanto pelo investimento feito, uma vez que o traje é dotado inclusive com câmera que permite filmagem em HD.  

“Sempre que a situação envolver qualquer arterfato explosivo, será mobilizada a Polícia Militar, por meio do Esquadrão Antibomba. Logo ao chegar ao local, o técnico explosivo faz uma análise da situação e, se for detectado algum tipo de explosivo, usaremos o equipamento raio-x, para analisarmos o material.

A partir daí decidiremos qual medida antibomba será usada para destruir ou neutralizar o artefato”, disse o capitão Diefferson Cardoso. A PM do Pará é a primeira no Norte do país a adquirir este tipo de equipamento. Graças a esse investimento, passa a atuar de forma muito mais segura em caso de ameaça de explosões por artefatos, explica o comandante da Cioe, major Kleverson Firmino.

“Já tivemos várias situações com o uso de artefatos. Então, o explosivista é quem desativa aquele dispositivo. Para isso, ele tem que estar preparado psicologicamente e munido de equipamentos avançados para intervir nestes tipos de ocorrências. Em termos de tecnologia, o nosso traje é o mais avançado, do tipo antifragmentação, que apenas três Estados brasileiros têm. Equipamento de primeira, aliado a três técnicos explosivistas muito bem capacitados, dois formados no Distrito Federal e um na Bahia” concluiu.