quinta-feira, 17 de março de 2016

POLÍCIA CIVIL PROMOVE ATENDIMENTOS DE SAÚDE A POLICIAIS CIVIS EM ANANINDEUA

A Polícia Civil levou nesta quinta-feira, 17, serviços de atendimento médico, massagem, medição de pressão arterial e glicemia, entre outros, aos policiais civis que trabalham na Delegacia do Julia Seffer, Aurá e Distrito Industrial, em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. A programação do projeto "Olé no Estresse" é realizado pela equipe de profissionais da Diretoria de Atendimento ao Servidor (DAS). 


Durante os atendimentos, detalha a delegada Leomar Maués, titular da DAS, os servidores receberam orientações sobre prevenção do estresse e atendimentos de saúde em geral. A programação em Ananindeua teve início na terça-feira e foi concluída, nesta quinta-feira. 

A DAS é unidade da Polícia Civil que atua, de forma preventiva e curativa, no atendimento aos servidores da corporação e seus dependentes, além de propiciar condições no âmbito biopsicossocial de melhoria da qualidade de vida e do desempenho profissional.

POLÍCIA CIVIL PARTICIPA DE AÇÃO DE CIDADANIA NO PROJETO FÁBRICA ESPERANÇA EM BELÉM

A Polícia Civil esteve presente, nesta quarta-feira, 16, em uma ação de cidadania, na Fábrica Esperança, onde foram prestados serviços diversos, como emissão de documentos, em parceria com o Portal do Trabalhador. A corporação policial foi representada pela Assessoria de Relações Interinstitucionais (ARIN) e da Diretoria de Identificação da Polícia Civil, junto com servidores da Fábrica Esperança. 


O evento teve como objetivo promover uma programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher. Os serviços gratuitos prestados na Fábrica Esperança prosseguiram nesta quinta-feira, com atendimento especializado às mulheres da instituição.

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR REALIZAM OPERAÇÃO PARA PREVENIR E COMBATER CRIMES EM GOIANÉSIA DO PARÁ

As Polícias Civil e Militar realizaram uma operação, nesta quarta-feira, 16, denominada "Saturação", para prevenção de crimes no município de Goianésia do Pará, sudeste paraense. Os policiais abordaram condutores de veículos, como carros e motos, para averiguar a existência de objetos irregulares e combater crimes como tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e embriaguez ao volante. 



Com apoio de policiais militares da Ronda Tática Metropolitana (Rotam), os policiais civis montaram barreiras de fiscalização no trânsito e realizaram incursões pela cidade. 

A operação também teve por meta o combate a crimes ambientais, explicou o delegado Arthur Nobre, titular da Delegacia do município. Participaram da operação o investigador Isaias, e os administrativos Márcio e Ralf, junto com os cabos PM Adilson e Gleydson, e soldado Iglesias, sob comando do sargento George, da Rotam.

PAPILOSCOPISTA POLICIAL CIVIL TEM LIVRO PUBLICADO EM SITE DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

O papiloscopista policial civil do Pará, José Carlos Silveira, teve um livro de sua autoria publicado pelo Ministério da Justiça na Biblioteca Virtual da Rede de Informação Legislativa e Jurídica: LexML Brasil. Sob título "A Perícia Iconográfica como Prova Relevante no Desvendamento de Fatos Criminosos", o trabalho é resultado de conclusão do Curso de Pós-Graduação em Perícia Criminal pela Faculdade Estácio de Sá. 


Trata-se de estudo de casos apurados em vinte anos de trabalho e experiência na área de Perícias Iconográficas, que resultaram na elaboração de laudos iconográficos com ênfase em imagens de crimes visualizados através de câmeras de seguranças. Ele salienta que o objetivo do trabalho pericial é a análise e leitura de imagens digitalizadas que exibem os suspeitos nos Locais de Crime Imediatos, para mostrar a dinâmica do crime e a movimentações dos suspeitos, vítimas e testemunhas, além de verificar as semelhanças físicas, faciais e o modo de agir dos autores do crime, para fazer comparações físicas e faciais visando as identificações civis e criminais deles. "Tudo o que for coletado pela perícia vai servir como prova técnica dentro do conjunto probante nos inquéritos policias", salienta. 

Ainda, ressalta o policial civl, o livro é considerado um trabalho pioneiro em publicação por papiloscopista policial civil no Brasil. "As imagens são sem dúvida a grande arma para elucidações de crimes no mundo, pois vivemos em um 'grande big brother' e, na maioria dos crimes, a imagem é a unica prova técnica", assevera Silveira. 

O trabalho está à disposição para consulta e leitura na Biblioteca Virtual, que pode ser acessado no seguinte link: http://www.lexml.gov.br/urn/urn:lex:br:rede.virtual.bibliotecas:livro:2010;000936662

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA DE ACUSADO DE ESTUPRO DE VULNERÁVEL EM ANANINDEUA

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (DEACA), situada no Centro de Perícias Renato Chaves, cumpriu nesta quarta-feira, dia 16, o mandado de prisão preventiva expedido contra José Florentino de Freitas Melo pelo crime de estupro de vulnerável. 


Segundo a delegada Silvia Mara Tavares, ele é acusado de violentar sexualmente uma criança de nove anos de idade. Após o fato chegar ao conhecimento da equipe policial, a juíza da 4ª Vara Criminal de Ananindeua decretou a prisão preventiva do acusado. Ele está recolhido em uma unidade do sistema penitenciário da região metropolitana à disposição da justiça.

POLÍCIA CIVIL PARTICIPA DE PROGRAMAÇÃO ALUSIVA AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

A Polícia Civil participou de uma programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher na cidade de Irituia, nordeste paraense, na última sexta. Na oportunidade, a delegada Fernanda Almeida, titular da Unidade Integrada Pro Paz de Irituia palestrou sobre a política de prevenção e atendimento à mulher vítima de violência doméstica. O evento foi uma promoção da Secretaria Municipal de Promoção Social da Prefeitura local. 

DELEGADA (AO CENTRO) EM ENCONTRO COM MULHERES
A delegada abordou, entre outros assuntos, os tipos de violência doméstica e familiar sofridos por mulheres, previstos no artigo 7º, da Lei 11.340/2006, a Lei Maria da Penha. Entre os tipos estão a física, a psicológica, a sexual, a moral e a patrimonial. A policial civil explicou o que caracteriza cada forma de violência e como identificá-las no dia a dia. 

Ela reforçou a importância de as mulheres não se calarem diante da violência doméstica e familiar e denunciarem os agressores. O encontro, realizado na sede do Centro de Evangelização São Benedito, reuniu dezenas de mulheres que, além da palestra, contaram com diversos serviços, como vacinação e atendimento estético.

POLÍCIA CIVIL VAI PROMOVER JORNADA DE AVALIAÇÃO DE ESTÁGIOS PROBATÓRIOS

A Polícia Civil vai promover, no próximo mês, uma jornada de avaliação de estágios probatórios dos policiais civis aprovados no último concurso público. A programação foi anunciada nesta quarta-feira, 16, pelo delegado-geral, Rilmar Firmino, durante reunião com os delegados titulares das Superintendências Regionais do interior do Pará na sede da Delegacia-Geral, em Belém. 

DELEGADO-GERAL PRESIDE REUNIÃO COM SUPERINTENDENTES
As datas da jornada estão sendo agendadas para os dias 25 e 26 de abril. O objetivo será avaliar cada um dos mais de 370 policiais civis que ingressaram em 2014, após aprovação em concurso, quanto à aptidão para exercer o cargo e adaptação à instituição policial. 

A avaliação é realizada durante o período de 36 meses (três anos), após data de entrada no exercício do cargo. O processo avaliatório dos estágios probatórios é realizado por uma comissão de servidores da Polícia Civil e conta com seis avaliações de critérios como idoneidade moral, aptidão, disciplina, assiduidade, dedicação ao serviço e eficiência. Atualmente, o processo está na terceira avaliação.