quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

OPERAÇÃO TAPERA DESTROI MAIS DE 30 MIL PÉS DE MACONHA NO NORDESTE DO PARÁ

A Polícia Civil divulgou nesta quarta-feira, 14, resultados parciais da segunda fase da operação Tapera para destruir plantações de maconha no nordeste do Pará, divisa com o Maranhão. Em dois dias de operação, foram localizadas 7 roças de maconha com mais de 30 mil pés da erva destruídos. Foram apreendidos ainda mais de 11 quilos de sementes, mais de 13,5 mil mudas, mais de 72 quilos de maconha seca e armas de fogo. Iniciada no último dia 12, a operação prossegue na região. 


A ação policial é comandada pelo delegado Hennison Jacob, titular da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil, e conta com apoio de policiais civis de Belém e vinculados às Superintendências de Castanhal e Capanema, policiais militares da Rotam e Batalhão de Polícia Ambiental; bombeiros militares; peritos criminais do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e um helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) para apoio nas buscas aos roçados de maconha em meio à mata fechada e de difícil acesso por terra. 

Maconha seca

ARMAS APREENDIDAS
Somente no primeiro dia da operação, dia 12, os policiais localizaram quatro roças em uma área de mais de 10,8 mil metros quadrados, onde foram encontrados mais de 19 mil pés de maconha e 13,5 mil mudas. No segundo dia, na terça-feira, 13, a operação localizou mais três roças com 11 mil pés da erva. 

SOCIAL Além da parte de repressão ao tráfico de drogas, os agentes do Sistema do Segurança Pública levaram doações para a comunidade carente da zona rural de Cachoeira do Piriá. Foram doados diversos kits de alimentos não-perecíveis arrecadados pela própria equipe de agentes de Segurança Pública para ajudar a comunidade.

ENTREGA DE ALIMENTOS A MORADORES DA COMUNIDADE
A iniciativa foi dos próprios agentes como forma de contribuir de forma solidária com o natal dos moradores na região. A primeira etapa da operação foi realizada entre os dias 21 e 26 de novembro deste ano, na região do rio Gurupi, divisa do Pará com o Maranhão. A operação do Sistema Estadual de Segurança Pública resultou na destruição de mais de 175 mil pés de maconha e na apreensão de 90 mil mudas da erva, mais de 15 quilos de sementes, dez quilos de maconha seca e já beneficiada e cinco prensas usadas no preparo da droga para o tráfico, além de duas armas de fogo. 

Ao todo, 42 plantações de maconha foram localizadas nos seis dias de operação. A operação abrangeu as cidades de Cachoeira do Piriá, Nova Esperança do Piriá, Viseu e Garrafão do Norte. Do total de roças localizadas, 32 deles estavam na áreas de Cachoeira do Piriá. A área onde os plantios foram encontrados é equivalente a 100 campos de futebol. Foi a maior apreensão de drogas realizada no ano.

Nenhum comentário: