terça-feira, 22 de novembro de 2016

PRESOS ENVOLVIDOS NOS CRIMES DE ROUBOS E RECEPTAÇÃO EM URUARÁ

A Polícia Civil prendeu, nos últimos dois dias, cinco homens acusados de envolvimento em crimes contra o patrimônio - roubos e receptação - em Uruará, região sudoeste do Pará. As prisões resultaram de investigações de assaltos praticados na cidade por homens armados que abordaram as vítimas em via pública para levar pertences e roubam pontos comerciais. No domingo, foram presos Adonias Mendes Morais e Edimar dos Santos Batista, de apelido Zé Maria. Os dois foram flagrados com diversos objetos roubados. A prisão deles foi realizada pela equipe da Delegacia de Uruará após uma vítima de roubo procurar a Delegacia para registrar o boletim de ocorrência. 

OBJETOS ROUBADOS RECUPERADOS
TOUCAS-NINJA APREENDIDAS

Com base nas informações prestadas pela vítima, a equipe da Polícia Civil formada pelo delegado Rubens Mattoso, escrivão Ivan dos Santos, e investigadores Alexandre Alves e José Tadeu, saiu em perseguição aos suspeitos e conseguiu prendê-los. Na casa de um deles, foram encontrados objetos roubados, como roupas e até um violão, além de duas toucas-ninja usadas nos assaltos. Uma moto também foi apreendida na casa de um dos suspeitos. A vítima reconheceu os suspeitos e a moto apreendida. O veículo era utilizado nos assaltos. 

Outros três acusados foram presos ontem, dia 21, pela mesma equipe policial. Jhemerson Fernandes da Silva, de apelido Bombado, e Danilo Rodrigues da Silva, irão responder por roubo com uso de arma de fogo, e Abraão Ferreira Oliveira vai responder por por receptação dolosa de produto roubado. Durante o trabalho investigativo, os suspeitos de autoria de roubos registrados na semana passada foram identificados. 


Em interrogatório, Jhemerson e Danilo confessaram o assalto a um adolescente de 14 anos do qual roubaram o telefone celular. Ainda, segundo eles, o aparelho foi vendido a R$ 100 para Abraão. Logo em seguida, o receptador foi preso em flagrante. Com ele, o celular roubado foi recuperado. Após as prisões dos suspeitos, diversas vítimas de outros assaltos compareceram à Delegacia para reconhecer os presos. Todos os acusados estão recolhidos à disposição da Justiça.

Nenhum comentário: