terça-feira, 8 de novembro de 2016

POLÍCIA CIVIL APREENDE 15 ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI EM BELÉM

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA), finalizou, ontem, a operação denominada Pokemon, com objetivo de identificar e apreender 15 adolescentes suspeitos de cometer atos infracionais de furtos e roubos, neste ano, na capital paraense. A delegada Adriana Magno, diretora da DATA, explica que, a operação foi deflagrada após o levantamento feito pela equipe policial sobre inquéritos da Delegacia de Atendimento ao Infrator (DAI), cujos autores dos atos infracionais não haviam sido identificados durante a investigação, ao longo do ano. 

SEDE DA DATA
Assim, explica a policial civil, a equipe policial foi orientada a dar continuidade à apuração dos casos para se chegar aos autores. Em decorrência da operação, a equipe de policiais da DATA recuperou objeto furtado e roubado e fez a entrega ao proprietário. O adolescente responsável pelo ato infracional teve a internação determinada pela Justiça. Nos outros casos, os adolescentes foram submetidos a medidas judiciais como liberdade assistida, prestação de serviço comunitário, semi-liberdade e medidas sócio-educativas. 

Somente em 2016, explica a delegada, a DAI, unidade policial vinculada à DATA, autuou 82 adolescentes por roubo e outros 25 por furto, dos quais 15 deles foram alvos da operação. A ação policial foi deslanchada nos meses de agosto e outubro. Além dessa operação, a DAI é responsável por outras operações como a Voo de Águia, a Cai na Real e a Raízes que visam o cumprimento de mandados de busca e apreensão, de internação provisória e definitiva. De janeiro até novembro, foram cumpridos 200 mandados relativos às três operações.

Nenhum comentário: