sexta-feira, 18 de novembro de 2016

DIVISÃO DE HOMICÍDIOS ASSUME INVESTIGAÇÕES DAS MORTES DE JOGADOR DO REMO E DE DOMÉSTICA EM BELÉM

A Divisão de Homicídios assumiu, nesta quinta-feira, 17, as investigações de duas mortes registradas, nos últimos dias, em Belém, e que geraram alta repercussão. Um dos casos é o do jogador de futebol do sub-17 do Clube do Remo, Kayo Nixon Gomes Vila, 16, morto a tiros no último sábado, 12. O outro é o caso do feminicídio que teve como vítima a doméstica Lucicleia Gracileide Costa Reis, 42 anos, que foi encontrada morta na manhã do último dia 15, no quarto de sua casa, no bairro do Castanheira, em Belém. Os crimes passaram para a DH por causa da repercussão dos casos e como forma de dar atenção especializada às investigações. 

Delegado Wanghon em entrevista
DELEGADO WANGHON EM ENTREVISTA
Em entrevista a jornalistas, o delegado Renato Wanghon, diretor da Divisão de Homicídios, anunciou que já está com equipe de policiais civis em campo trabalhando para aprofundar as investigações sobre os casos e que já designou delegados da DH para presidir os inquéritos. No caso de Kayo, o delegado Dauriedson Bentes ficará responsável pelas investigações. Já o caso da doméstica será presidido pelo delegado Guilherme Macedo. Conforme o diretor, o caso da doméstica está bem avançado, com autor já identificado e motivação praticamente definida. "Temos como principal causa da morte a questão passional, mas não podemos abrir mão de outras possibilidades", destaca. As investigações iniciais foram realizadas por policiais civis da Seccional da Marambaia. 

Já o caso do adolescente é mais complicado pelas circunstâncias do crime. As investigações sobre o crime foram iniciadas pela equipe da Seccional da Pedreira. Pelo que já foi apurado, Kayo Nixon foi morto por pura maldade e não por engano como anteriormente foi afirmado por testemunhas. O delegado explica que um grupo de homens armados e que estariam encapuzados estaria perseguindo um suspeito de praticar crimes no bairro da Pedreira. O suspeito, durante a perseguição, teria passado pelo grupo de amigos no qual estava a vítima e conseguiu fugir. "Como não conseguiu atingir seu alvo, o criminoso atirou no rapaz que estava infelizmente no local e momento errados", salienta.

Nenhum comentário: