sexta-feira, 11 de novembro de 2016

DELEGADA DA POLÍCIA CIVIL DO PARÁ LANÇA LIVRO SOBRE CRIMES CIBERNÉTICOS EM BELÉM

Será lançado, amanhã, dia 12, o livro "Manual de Investigação Cibernética: à Luz do Marco Civil da Internet", escrito pela delegada da Polícia Civil do Pará, Beatriz Silveira Brasil, e pelo delegado da Polícia Civil do Estado do Piauí, Alessandro Barreto. O lançamento será no horário de 15:00 às 19 horas, no espaço Café da Sol Informática, na Avenida Visconde de Souza Franco próximo à Rua Boaventura, no bairro do Reduto, em Belém. O evento vai contar com sessão de autógrafos e preço  promocional de lançamento.


A obra literária foi elaborada para auxiliar os operadores da área jurídica e da área de Tecnologia da Informação e Comunicação a aprofundar conhecimentos, em especial, quanto à interseção entre o Direito e a Tecnologia, com foco na investigação de crimes cometidos por meio da Internet, os chamados Cibercrimes.

"No livro, são abordados temas como crimes cibernéticos, preservação de evidência cibernética, aplicação judicial do Marco Civil na Internet, entre outros", explica.

Pós-graduada em Políticas Públicas e Gestão em Defesa Social e Mestra em Defesa Social e Mediação de Conflitos, pela Universidade Federal do Pará, a delegada Beatriz Silveira Brasil atualmente é assessora especial de Inteligência e Segurança Corporativa da Secretaria de Meio-Ambiente e Sustentabilidade do Governo do Pará, e teve um trabalho muito destacado à frente da direção da Divisão de Prevenção e Repressão a Crimes Tecnológicos da Polícia Civil do Pará. 

A policial civil também já foi condecorada com as Medalhas Evanovich de Investigação Policial e do Mérito Policial Civil referentes ao êxito em investigações policiais complexas com repercussão em nível nacional. O livro é uma publicação da Editora Brasport. 

Já o delegado Alesandro Barreto, parceiro da delegada paraense na autoria do livro, é pós-graduado em Direito pela Universidade Federal do Piauí e atualmente atua na Direção da Unidade do Subsistema de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí. Ele também é colaborador eventual e coordenador do NUFA (Núcleo de Fontes Abertas) da Secretaria Extraordinária para Segurança de Grandes Eventos do Ministério da Justiça com atuação nas Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016 e coautor do livro “Inteligência Digital”, também publicado pela Brasport. 

Nenhum comentário: