quinta-feira, 20 de outubro de 2016

PRESOS ACUSADOS DE MATAR COMERCIANTE EM RURÓPOLIS

Policiais civis de Rurópolis e de Placas, no sudoeste do Pará, com apoio da Superintendência da Regional do Tapajós, prenderam ontem, em cumprimento a mandados de prisão temporária expedidos pela Justiça, Gilmar da Silva e Marcos Henrique Oliveira da Silva, acusados de envolvimento na morte da comerciante Evanilda Rodrigues da Silva. A vítima foi morta no último dia 15, no bairro Centro, em Rurópolis, mesmo município onde ocorreram as prisões. As investigações apontaram que Evanilda Silva era ex-companheira de Gilmar e que o crime teria sido motivado por interesses pessoais e patrimoniais do acusado. 

PRESOS MARCOS HENRIQUE E GILMAR
Segundo o delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da Delegacia de Rurópolis e responsável pelas investigações, a vítima era dona de uma padaria e planejava vender o comércio para dividir o valor da venda com o ex-companheiro. Em depoimento, Gilmar da Silva negou o crime, porém testemunhas afirmaram que ele possuía um relacionamento conturbado com a vítima. O outro acusado, Marcos Henrique de Oliveira, é apontado como a pessoa que teria cedido a Gilmar a faca utilizada no crime. 

Ao ser preso, Marcos foi flagrado com uma motocicleta que pertence a Gilmar Silva e que foi usada para fugir após o crime. A vítima foi morta a facadas. Os presos ficaram de ser transferidos ao presídio do Centro Regional de Recuperação de Itaituba para ficar recolhidos à disposição da justiça. As investigações irão prosseguir para esclarecer os fatos. A operação foi coordenada pelos delegados Ariosnaldo Vital Filho e Vicente Gomes, superintendente da Polícia Civil na região do Tapajós.

Nenhum comentário: