sexta-feira, 28 de outubro de 2016

POLÍCIA CIVIL DIVULGA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONFLITO, SEGURANÇA PÚBLICA E DIREITOS FUNDAMENTAIS

O delegado-geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino, recebeu, nesta quinta, 27, as visitas da advogada Cristina Lourenço e do professor de Direito Penal, Brenno Miranda, coordenadores do Curso de Especialização em Conflito, Segurança Pública e Direitos Fundamentais, com início no próximo mês, em Belém. Servidores públicos da Polícia Civil do Pará interessados em fazer a Especialização irão ganhar 15% de desconto nas mensalidades. O curso é resultado de convênio entre a Escola Superior de Advocacia (ESA), órgão vinculado à Ordem dos Advogados do Brasil, e o Centro Universitário do Pará (Cesupa). As aulas estão previstas para serem realizadas na ESA/ OAB, mas poderão ser realizadas na sede da Delegacia-Geral, dependendo da demanda de servidores públicos da Polícia Civil interessados na Especialização. 

Cristina Lourenço explica que a Especialização é única voltada para a temática de Segurança Pública, Conflito e Direitos Fundamentais, no Estado do Pará. O curso tem por objetivo qualificar dentro de uma nova realidade da Segurança Pública no Brasil e, em especial, no Pará, para compreender as possíveis causas da criminalidade e violência, e ainda conhecer as políticas de gestão de Segurança Pública. Também visa o desenvolvimento de competências e habilidades para instigar a reflexão sobre a realidade atual e as diversas faces do fenômeno do crime e violência; investigar a organização dos sistemas de segurança, considerando o papel do Estado no contexto de uma sociedade pluralista; discutir planos governamentais direcionados à organização e à gestão do sistemas de controle social; refletir sobre o atual Sistema de Justiça e os discursos penalistas, e analisar a situação do Sistema Estado de Segurança Pública e Defesa Social no Pará. 

O Curso será constituído de três módulos. O primeiro sobre Disciplinas de Formação Fundamental. O segundo sobre Gestão de Segurança Pública no Brasil e no Pará e o terceiro sobre Tópicos Especiais, como Mediação, Conciliação e Justiça Restaurativa; enfrentamento ao Tráfico de Seres Humanos; Investigação de Delitos Econômicos; Investigação de Crimes Cibernéticos, entre outros temas. 

Para outras informações e inscrições, veja postagem a seguir:


Nenhum comentário: