sexta-feira, 2 de setembro de 2016

POLÍCIA CIVIL PRENDE FORAGIDO DO ACRE DURANTE OPERAÇÃO EM TUCUMÃ NO PARÁ

A Polícia Civil do Pará esteve em atuação, por meio da Delegacia de Tucumã, sudeste do Pará, nesta quinta-feira, 1º, durante a Operação Sintonia, coordenada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública do Acre. Em Tucumã, foi preso pela equipe comandada pelo delegado William Crispim, o foragido da Justiça de Rio Branco (AC), Rogério de Souza Ferreira, pelos crimes de tráfico de drogas, homicídio e estupro naquele Estado. Ele é apontado como integrante de uma organização criminosa envolvida em crimes como roubos, tráfico de drogas, associação ao tráfico e homicídios.

OBJETOS APREENDIDOS NA OPERAÇÃO
Ele foi preso em sua atual residência, na cidade paraense. O preso deve ser transferido, neste final de semana, para um presídio em Marabá, no Pará. O delegado Crispim explica que, no Pará, o único alvo da operação foi Rogério Ferreira, pois ele atualmente tem residência em Tucumã. Ainda, conforme o policial civil, o preso vai permanecer recolhido em Marabá até ser recambiado ao Acre por policiais civis desse Estado. 

A operação Sintonia foi deflagrada, de forma simultânea, nos Estados do Acre, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Pará, nesta quinta-feira, dia 1º, como resultado de investigação realizada pela Polícia Civil do Acre, por meio da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Decco), em parceria com o Ministério Público acriano. Ao todo, segundo informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Acre, a investigação que resultou na operação durou mais de um ano e foi intensificada nos últimos três meses. Nesse período, ao todo, 132 pessoas foram presas, a maioria no Acre. 

O Estado empregou, no total, 200 policiais, entre delegados, escrivães e agentes de polícia, que executaram 169 medidas judiciais para desarticular a organização criminosa. Durante a operação, foram apreendidos veículos, motocicletas, computadores, câmeras de videomonitoramento, armas de uso restrito, munição, cocaína, maconha, material para embalagem do produto, balança de precisão e farta quantia em dinheiro. 

Nenhum comentário: