sexta-feira, 16 de setembro de 2016

POLÍCIA CIVIL APREENDE ANIMAIS MANTIDOS EM CATIVEIRO ILEGAL NO DISTRITO DE MOSQUEIRO EM BELÉM

A Polícia Civil apreendeu, na tarde desta quinta-feira, 15, mais de 40 animais em situação irregular em uma propriedade situada em um ramal perto da estrada de acesso à praia do Chapéu Virado, no distrito de Mosqueiro, em Belém. A ação policial foi coordenada pela Divisão Especializada em Meio-Ambiente (DEMA) em parceria com o Ministério Público do Estado. Foram apreendidos 33 galos com sinais visíveis de maus-tratos. No local, foram apreendidos ainda dez quelônios, dos quais nove jabutis e uma perema - espécie de cágado, aninais da fauna silvestre que eram mantidos em cativeiro no local sem autorização. 

Munição, quelônios e galos apreendidos em cativeiro
ARMA, MUNIÇÃO E ANIMAIS APREENDIDOS
Além dos animais, mais de 200 munições de calibres como 9 mm e 38 e uma arma de fogo foram apreendidos no local. Os policiais civis apreenderam ainda 240 sacas de carvão. Um funcionário do criadouro foi conduzido para a Seccional Urbana de Mosqueiro, para prestar esclarecimentos. Conforme o delegado Luís Xavier, diretor da DEMA, havia no local mais de 100 galos guardados em caixas chamadas de baias, em espaços individualizados, antibióticos, esporas artificiais e uma rinha, o que reforça as suspeitas do uso desses aninais em rinhas de briga de galos. 

Conforme o delegado, a apreensão é resultado de investigação da DEMA realizada em trabalho conjunto com a promotora de Justiça de Mosqueiro, Ociralva Tabosa, após denúncia repassada ao MPE sobre suposta prática de rinha de galo no local. O proprietário do local, segundo o funcionário, está viajando, mas já foi identificado e deverá ser intimado a prestar esclarecimentos. Os animais apreendidos foram encaminhados para uma propriedade no nordeste do Pará. As investigações para apurar crimes ambientais praticados no local prosseguem.

Nenhum comentário: