segunda-feira, 8 de agosto de 2016

POLÍCIA CIVIL CELEBRA MISSA DE ABERTURA QUE MARCA INÍCIO DA PROGRAMAÇÃO DO 18º CÍRIO DA CORPORAÇÃO

A Polícia Civil deu início, nesta segunda-feira,  8, à programação alusiva ao Círio da instituição policial em homenagem à Nossa Senhora de Nazaré, padroeira dos paraenses. Uma missa celebrada no auditório da Delegacia-Geral, em Belém, com presença de dezenas de policiais civis e servidores administrativos, marcou a abertura do trabalho da Comissão Organizadora da peregrinação da imagem da Virgem de Nazaré, pelas unidades policiais da Região Metropolitana de Belém. Será o 18º ano seguido da programação da Polícia Civil. O delegado-geral, Rilmar Firmino, esteve na missa de abertura celebrada pelos padres Fabrício Nunes, capelão do Exército Brasileiro, e Francisco Carlos Saraiva Nunes, da Basílica Santuário de Nazaré, e diácono Fábio Lobato.


A imagem da padroeira dos paraenses começa, nesta terça-feira, 9, a percorrer as Delegacias, Seccionais, Divisões Especializadas, órgãos da Segurança Pública e entidades sindicais da Polícia Civil, na região metropolitana de Belém. O ponto de partida será a sede da Divisão de Polícia Administrativa (DPA), na Delegacia-Geral, onde a imagem chega às 9 horas da manhã. Na quarta-feira, a imagem será levada para a Seccional Urbana de Mosqueiro, onde deve chegar por volta de 10 horas. Este ano, a peregrinação começará mais cedo, que nos anos anteriores, e vai ter mais de um mês de duração, por causa da entrada de novas Delegacias e Unidades Integradas Pro Paz que foram recentemente inauguradas e que, por isso, não faziam parte do roteiro do percurso da imagem de Nossa Senhora. 

Cerimônia na Delegacia-Geral

Na missa de abertura, foi apresentada a comissão de servidores da Polícia Civil que ficará responsável pela peregrinação. O ex-delegado-geral, João Moraes, um dos fundadores do Círio da Polícia Civil, no final da década de 1990, também participou da missa. Este ano, o grupo vai levar cestas que serão usadas para coletar as anotações de pedidos em pedaços de papel feitos pelos servidores da Polícia Civil pelas unidades policiais por onde a imagem passar. No dia da procissão do Círio da Polícia Civil, que será realizada na manhã do último domingo de setembro, as papeis serão abençoados e queimados como forma de simbolizar a elevação dos pedidos aos céus. 

Missa

Este ano, a programação do 18º Círio da Polícia Civil terá como lema "Rogai Por Nós, Ó Mãe da Eucaristia", que tem como base o tema do Círio de Nazaré deste ano: "Salve Rainha, Mãe de Misericórdia". A Polícia Civil vai homenagear a Mãe de Jesus pedindo as bênçãos de Deus por intercessão de Maria Santíssima a todos os servidores, familiares e comunidade em geral. Ao todo, serão este ano 34 locais a serem visitados durante a peregrinação, até o próximo dia 23 de setembro, quando uma romaria rodoviária marcará o encerramento das novenas. A procissão do Círio da Polícia Civil será realizada no último domingo de setembro, dia 25, como já é tradicional.  

"Rogai Por Nós, Ó Mãe da Eucaristia"

HISTÓRICO O Círio da Polícia Civil teve início em 1999 quando o então delegado-geral João Moraes criou uma celebração religiosa para proporcionar aos servidores seus familiares e amigos, uma oportunidade para louvar a Deus, homenageando a Mãe de Jesus, Nossa Senhora de Nazaré, a padroeira dos paraenses, pois no Círio oficial, os servidores da Polícia Civil estavam trabalhando na Segurança Pública. De lá pra cá, a cada ano, o Círio da Polícia Civil reúne maior número de pessoas, não só servidores da corporação como também da comunidade em geral. 

Nenhum comentário: