segunda-feira, 11 de julho de 2016

POLÍCIA CIVIL INVESTIGA ASSALTO EM EMBARCAÇÃO QUE RESULTOU EM MORTE NA CIDADE DE CAMETÁ

A Polícia Civil já iniciou as investigações sobre o assalto a embarcação "Jubileu", em Cametá, nordeste paraense, na noite de domingo, 10, quando, durante o crime, um tripulante foi morto com um tiro pelos criminosos. Ao todo, cerca de dez homens teriam participado do crime. Diversos passageiros e os tripulantes da embarcação, que faz a linha Cametá-Belém, foram ouvidos em depoimento, ainda na noite de domingo, na Unidade Integrada de Cametá, pelo delegado Gilandeson Caldas. Durante o dia, diversas incursões foram realizadas na zona rural do município. 

UNIDADE INTEGRADA PRO PAZ DE CAMETÁ, ONDE CRIME SERÁ INVESTIGADO
O trabalho conta com apoio da Companhia de Policiamento Fluvial, da PM, integrante do Grupamento Fluvial do Estado, deslocada até a cidade para dar apoio às diligências policiais. Conforme o policial civil, a vítima foi identificada informalmente como Antonio Jesus Camargo, já que o tripulante não possuía qualquer documento de identidade e morava na própria embarcação. O crime se registrou logo após o barco deixar o porto de Cametá. Os criminosos se aproximaram da embarcação, usando duas lanchas. 

O assalto ocorreu perto da comunidade de Curuçambaba, pertencente à Cametá. Durante o crime, um dos bandidos atirou na perna do tripulante. Segundo o delegado, ainda não está esclarecido o motivo de os criminosos terem atirado na vítima. As suspeitas são de que o tripulante tenha se assustado no momento da invasão do barco, fazendo que com os bandidos atirassem na vítima.

Os demais funcionários da embarcação, assim como os passageiros foram saqueados em pertences de valor, como telefones celulares, bagagens e quantias em dinheiro. Após o assalto, a embarcação retornou ao porto de Cametá, para registro da ocorrência policial e para prestar socorro ao ferido, que morreu no local. O corpo foi removido para passar por exame pericial em Abaetetuba. O inquérito policial tem prazo legal de até 30 dias para ser concluído.

Nenhum comentário: