domingo, 12 de junho de 2016

POLICIAIS CIVIS PRENDEM HOMEM QUE MATOU A EX-COMPANHEIRA EM MELGAÇO

A Polícia Civil prendeu, por volta de 17 horas de sexta-feira, 10, em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça, Henivaldo Ferreira Leão, 35 anos, que é acusado do crime de feminicídio – homicídio de mulher devido à condição feminina da vítima. Ele foi preso durante operação policial coordenada pelo delegado Rodrigo Amorim, da Delegacia de Melgaço, na ilha do Marajó. Henivaldo matou com uma facada no peito a ex-companheira Raymilla Moraes Nogueira. O crime ocorreu no domingo passado, após o acusado invadir o quarto em que a dormia a vítima. 

ACUSADO
A mulher conviveu com Henivaldo por sete anos e atualmente havia terminado o relacionamento com o acusado por causa de atos de violência doméstica cometidos pelo acusado. Segundo o delegado, contra Henivaldo havia medidas protetivas determinadas pela Justiça em favor da mulher. Ele estava proibido de se aproximar a 100 metros da ex-companheira. Ainda, de acordo com o delegado, o processo foi aberto pela vítima contra o acusado em março deste ano, quando ele a agrediu fisicamente. 

No dia do crime, o acusado premeditou a morte da mulher. “Ele esperou a vítima dormir. Entrou no quarto dela e deu uma facada na altura de seu coração”, descreve o delegado. Após o crime, ele fugiu. No pedido da prisão preventiva feita à Justiça, o delegado usou inclusive o argumento do descumprimento das medidas protetivas por parte do acusado. Agora preso, ele vai ficar recolhido para responder pelo crime.

Nenhum comentário: