quarta-feira, 15 de junho de 2016

POLÍCIA CIVIL PROMOVE BLITZ PARA CONSCIENTIZAR SOBRE OS DIREITOS DOS IDOSOS EM BELÉM

A Polícia Civil promoveu nesta quarta-feira, 15, em alusão ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, uma blitz para conscientizar a população sobre os direitos dos idosos e para alertar sobre os cuidados com a saúde dessas pessoas. Em parceria com as Secretarias de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e de Saúde Pública (Sespa), a ação foi realizada na Avenida Presidente Vargas, próximo da Rua Santo Antonio, no centro de Belém, sob coordenação da equipe da Delegacia de Proteção ao Idoso (DPID) com apoio da Diretoria de Atendimento ao Servidor (DAS), da Polícia Civil. Ao longo da manhã, forma ministrados mais de 200 atendimentos, como medição de pressão arterial, verificação da glicose, distribuição de material informativo sobre direitos dos idosos e divulgação dos serviços prestados pela Delegacia. 


BLITZ NA AVENIDA PRESIDENTE VARGAS
DELEGADA REGINA TAVARES
PAULO ROCHA APROVEITOU A OPORTUNIDADE
A ação também contou com a presença de integrantes da Casa de Convivência da Terceira Idade "Zoé Gueiros", do bairro do Tapanã, e do Lar da Providência, em Belém. De acordo com a delegada Regina Beleza Tavares, titular da DPID, o objetivo da ação, que é realizada anualmente em 15 de junho, é mobilizar a população e conscientizar as pessoas a não se calar diante de violações de direitos dos idosos. 
MANOEL TAVARES FOI ATENDIDO
VERIFICAÇÃO DE GLICOSE
A policial civil salientou a importância de divulgar os canais de denúncia de atos de violência contra os idosos. "Temos o Disque 100, que é um serviço nacional de denúncias, e o Disque-Denúncia 181, que é do Estado do Pará", detalha Tavares. Entre as ações divulgadas, durante a atividade, a Sejudh divulgou a campanha denominada “Respeito ao Idoso no Transporte Público”, que visa conscientizar as pessoas sobre os direitos da pessoa idosa que utilizam os coletivos como meio de transporte. A campanha foi lançada esta semana pela Sejudh, que se fez presente na blitz por meio da Gerência de Proteção ao Idoso (GPI). 

ATENDIMENTOS DE SAÚDE
Paulo Reginaldo da Rocha, de 61 anos, foi uma das pessoas atendidas na ação. Diabético, ele aproveitou a oportunidade, em que veio ao centro comercial de Belém, para buscar atendimento na "blitz". Foi então que constatou que o índice de glicose estava elevado. "Vou imediatamente ao médico", destacou o aposentado, ao elogiar a iniciativa. Da mesma forma, o aposentado Manoel Tavares, de 87 anos, usufruiu dos atendimentos de saúde durante a ação, enquanto caminhava pela área comercial de Belém. Ele conta que foi pego de surpresa com os atendimentos feitos em plena via pública. "Não dá para desperdiçar a oportunidade para cuidar da saúde", ressaltou. Já a dona de casa Maria de Fátima Oliveira Barbosa, 60 anos, moradora no bairro do Marco, procurou atendimento de verificação de glicose e de pressão arterial, ao sair de uma agência bancária no comércio. Ela também destacou a iniciativa da Polícia Civil e dos parceiros. 

Nenhum comentário: