sexta-feira, 17 de junho de 2016

POLÍCIA CIVIL INCINERA CERCA DE MEIA TONELADA DE DROGAS APREENDIDAS EM OPERAÇÕES POLICIAIS NO PARÁ

A Polícia Civil incinerou, nesta sexta-feira (17), cerca de meia tonelada de drogas, mediante autorização judicial, na sede de uma indústria de cerâmica localizada na Rua Manoel de Souza, bairro Pedreirinha, município de Marituba, na Região Metropolitana de Belém. As drogas destruídas nos fornos da empresa, em maioria, derivados de cocaína, como pedras de óxi e pasta, e ainda derivados de maconha, como haxixe e "limãozinho", foram apreendidas durante operações realizadas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Civil, e por unidades policiais da Grande Belém, entre 2014 e este ano. A incineração foi presidida pelos delegados Hennison Jacob e Jarson Santos, da DRE, unidade policial vinculada à Diretoria de Polícia Especializada (DPE), da Polícia Civil. 

DROGAS SÃO INCINERADAS
De acordo com o delegado Hennison Jacob, a lei nº 12.961, de abril de 2014, determina que drogas apreendidas devem ser incineradas, mediante autorização judicial, com prazo de até dias após a comunicação do flagrante feita pela autoridade policial. O promotor Aldir Viana, da Promotoria de Controle Externo da Atividade Policial e de Entorpecentes, do Ministério Público do Pará, acompanhou o procedimento. A presença do Ministério Público do Estado na queima das drogas é prevista pela lei 11.343/2006, que determina que um promotor de Justiça deve acompanhar a incineração autorizada pela Justiça de entorpecentes apreendidos em operações policiais. A destruição das drogas foi acompanhada por representantes da Corregedoria Geral da Polícia Civil e Vigilância Sanitária Estadual, responsável pela fiscalização do procedimento. 

Policiais civis com drogas apreendidas

Entre as drogas incineradas estão os 20 quilos da maconha conhecida como "Skank" apreendidos no último dia 11, na cidade de Santo Antonio do Tauá, nordeste do Pará, durante operação da DRE. Na ocasião, foram apreendidas três armas de fogo - um fuzil AK 47, uma metralhadora MT12 e uma pistola Ruger calibre 9mm - em poder do colombiano Juan Camilo Solano Polido, 27 anos. 

Além das armas e drogas, os policiais civis apreenderam 5 granadas; 161 munições para calibres 9mm e três carregadores de munição. DADOS Somente nos cinco primeiros meses de ano, mais de 300 quilos de drogas foram apreendidos em operações policiais de combate ao tráfico de drogas realizadas pela DRE, em todo Estado. 

No ano de 2015, a DRE, da Polícia Civil, prendeu, seja em flagrante ou em cumprimento de mandados judiciais, 72 pessoas, por tráfico ou associação para o tráfico de entorpecentes. Ainda, no ano passado, foram apreendidos mais de 700 quilos de drogas.

Só de maconha e seus derivados, como o haxixe e o "limãozinho", foram apreendidos 668,8 quilos. Já a cocaína e seus derivados, como a pasta base; a "noia" e o "crack", foram 35,7 quilos. Também estão nesses dados as chamadas drogas sintéticas, como LSD e Ecstasy, em pequenas proporções, mas com apreensões registradas no ano.

Nenhum comentário: