quarta-feira, 13 de abril de 2016

VEREADOR É PRESO ACUSADO DE EXTORSÃO EM CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA

A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira, 13, em cumprimento a mandado de prisão decretado pela Justiça Estadual, o vereador da cidade de Conceição do Araguaia, Aurélio Alves Milhomem. Ele teve ordem de prisão expedida pela Justiça da região em processo criminal sob acusação de prática de extorsão. A prisão foi realizada por policiais civis da Superintendência da Região do Araguaia Paraense e do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI/Sul). O acusado foi abordado em via pública na cidade. 

Conforme o delegado Antonio Miranda, titular da Superintendência, o político teve a prisão preventiva decretada mediante representação do Ministério Público do Estado. Conforme a denúncia, o vereador é acusado de utilizar o cargo para extorquir dois empresários da cidade em troca de vantagem ilegal. Ainda, segundo a denúncia do MPE, o vereador teria exigido quantias em dinheiro para não fazer supostas denúncias na Câmara Municipal da cidade contra os empresários. 

Ainda, conforme a denúncia, o vereador teria descoberto uma suposta irregularidade na nomeação de um dos empresários como membro da Comissão Permanente de Licitação de Conceição do Araguaia. O político foi conduzido para Redenção, de onde será encaminhado ao Presídio do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA), em Marabá. 

Aurélio vai responder pelos crimes previstos no artigo 316, do Código Penal, por exigir, para si ou para outra pessoa, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida. A pena prevista é de reclusão, de dois a oito anos, e multa. Ele também foi enquadrado no artigo 1º da Lei 9.613, de 1998, por crime de "lavagem" ou ocultação de bens, direitos e valores.

Nenhum comentário: