terça-feira, 19 de abril de 2016

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR PROSSEGUEM BUSCAS A GRUPO DE ASSALTANTES EM RURÓPOLIS

A Polícia Civil intensificou, nesta terça-feira, 19, as investigações para identificar o restante do grupo criminoso que assaltou uma agência bancária, em Rurópolis, sudoeste paraense. Durante as buscas, no dia de ontem, quatro homens que integravam a associação criminosa, trocaram tiros por duas vezes com policiais nas matas da zona rural do município, e morreram durante o confronto. Com os criminosos, quatro armas de fogo, sendo um revólver, duas pistolas e um fuzil, foram apreendidas. O armamento foi encaminhado para o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves em Itaituba para passar por perícia.

Os corpos dos criminosos também foi levados para Itaituba e ficaram de ser liberados. Ainda, durante as buscas aos assaltantes, os policiais já conseguiram recuperar mais de R$ 14 mil do dinheiro roubado do banco. De acordo com o delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da Delegacia de Rurópolis, as buscas aos demais membros do bando continuaram por todo dia.  O trabalho conta com policiais civis de Rurópolis, da Superintendência da Região do Tapajós, da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos (DRRB), e policiais militares do Comando de Operações Especiais (COE), do Grupamento Tático Operacional (GTO) de Itaituba, e do município.


POLICIAIS CIVIS E MILITARES NA OPERAÇÃO
ARMAS APREENDIDAS
PARTE DO DINHEIRO RECUPERADO
As incursões realizadas na mata foram coordenadas pelos delegados Vicente Gomes, titular da Superintendência, e Tiago Barreto, da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). As ações policiais também contam com apoio de policiais civis do Núcleo de Apoio à Investigação de Santarém no levantamento de informações. Conforme o delegado Vicente Gomes, as buscas contam com apoio de um helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança Pública.

Nenhum comentário: