sábado, 23 de abril de 2016

POLÍCIA CIVIL INCINERA DROGAS APREENDIDAS NOS TRÊS PRIMEIROS MESES DO ANO EM RURÓPOLIS

A Polícia Civil incinerou, ontem, mais de 1,1 quilo de maconha, droga apreendida como resultado de operações policiais de repressão ao tráfico de drogas, realizadas por policiais civis e militares, na região de Rurópolis, sudoeste paraense, nos primeiros três meses do ano. A incineração ocorreu nos fornos de uma cerâmica, localizada na rodovia Transamazônica, bairro Aeroporto, sede do município. 



A condução da droga até o local foi coordenada pelo delegado Ariosnaldo da Silva Vital Filho, por volta de 10h, junto com servidores da Secretaria de Saúde do Município. Conforme o delegado, as drogas passaram por exame pericial de constatação e confecção de laudo definitivo no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves de Santarém. Já, antes da incineração, peritos realizaram nova pesagem e perícia de amostragem. 

O delegado ressalta que, para realizar a incineração, foram observadas as normas previstas na Lei nº 11.343/2006 quanto à vistoria do local, onde as drogas seriam queimadas, antes e depois de efetivada a destruição. Foi lavrado Auto Circunstanciado pelo delegado junto ao escrivão Ronivaldo da Silva Colares para certificar a destruição total das drogas na presença de testemunhas. 

Estiveram presentes o secretário de saúde de Rurópolis, Otoniel Rosa Ferreira; o representante da Vigilância Sanitária; Flávio Renato de Sousa; o servidor público Jair Zanetti; o auxiliar Administrativo da delegacia, Raeudson Costa; o investigador de Polícia Civil, Marcos Aldrin, além de funcionários da cerâmica e populares.

Nenhum comentário: