terça-feira, 29 de março de 2016

OPERAÇÃO APREENDE 4 MIL METROS CÚBICOS DE MADEIRA ILEGAL EM MOJU

Três serrarias que exploravam madeira ilegalmente em Moju, no nordeste paraense, foram autuadas e interditadas pela operação Gaia, da qual participam a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Polícia Civil, Batalhão de Polícia Ambiental e Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Foram apreendidos 4.129 mil metros cúbicos de madeira ilegal em toras e outros dois mil metros cúbicos de madeira serrada. Parte do Programa de Redução da Emissão de Gases do Efeito Estuda e Desmatamento Ilegal (Pregeed), da Semas, a operação que teve início no último dia 21 de março e não tem prazo para conclusão das buscas a infratores das leis de proteção ambiental. 


O delegado comandante da ação, Marcos Miléo Brasil, informou que as interdições foram conduzidas de forma pacífica, sem conflito. “No total o material apreendido poderia encher o equivalente a 160 caminhões de 25 metros”, informou. Entre as espécies apreendidas estão maçaranduba, angelim e outras de alto valor comercial. A equipe encontrou dois mil metros cúbicos de madeira ilegal em apenas uma das empresas. 

Segundo o secretário adjunto de Gestão e Regularidade Ambiental da Semas, Thales Belo, todo o maquinário e ferramentas apreendidas na operação deverão ser tombados ou doados, e a madeira também terá destino semelhante. O Pregeed é um programa que fortalece a integração entre instituições para combater o desmatamento. O trabalho tem focado os órgãos federais, porque os números apresentados pelos serviços de inteligência e segurança institucionais mostram que os mais altos índices de exploração florestal ilegal ocorrem em terras indígenas e assentamentos.

Nenhum comentário: