quinta-feira, 31 de março de 2016

POLICIAIS CIVIS APREENDEM 15 QUILOS DE MACONHA EM PONTO DE TRÁFICO DE DROGAS NA PRATINHA EM BELÉM

A Polícia Civil apreendeu na noite de ontem (30), 15 tabletes de maconha prensada, cada um com cerca de um quilo de peso, perfazendo cerca de 15 quilos de entorpecentes. As drogas estavam prontas para serem comercializadas. A apreensão foi realizada por policiais civis da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), na casa de Elizandra Cristina Silva, de 21 anos, situada no bairro da Pratinha, em Belém.  


ELIZANDRA ESTÁ PRESA
Ela foi presa e autuada em flagrante por tráfico de drogas pelo delegado Thiago Dias, da DRFR.

Conforme o policial civil, a apreensão da droga resultou de investigações iniciadas após denúncias.

A equipe policial comandada pelos delegados Ricardo Rosário e Thiago Dias foi até o local indicado como ponto de distribuição de drogas, localizado na rua D, na Pratinha. 

Elizandra é esposa de um presidiário que está recolhido por tráfico de drogas, no presídio Centro de Recuperação Regional do Pará I, no Complexo de Americano, em Santa Izabel do Pará, nordeste paraense. 

As suspeitas são de que ela deu continuidade ao crime praticado pelo marido. 

Segundo o delegado, durante os levantamentos na área onde fica a casa da acusada, foi constatada a grande movimentação no local de compradores de drogas. 

Após a prisão, a mulher foi transferida ao Centro de Recuperação Feminino em Ananindeua, onde está presa à disposição da Justiça.

MAIS DE TRÊS QUILOS DE CRACK SÃO APREENDIDOS POR POLICIAIS CIVIS E MILITARES EM MARABÁ

As Polícias Civil e Militar apreenderam, nesta quinta-feira, 31, mais de três quilos de pedras de crack e um revólver calibre 38 que estavam em poder de Alessandro Alves da Silva, em Marabá, sudeste paraense. A droga foi apreendida no momento em que seria levada pelo acusado para o Estado de Goiás. O esquema de tráfico interestadual de drogas foi flagrado durante operação conjunta na sede do município. 

PRESO

Segundo o delegado Marcelo Delgado, superintendente da Polícia Civil no Sudeste do Pará, o preso já era conhecido da Polícia de Marabá. "Já representamos pela prisão dele em outro inquérito que está aguardando manifestação do Poder Judiciário", detalha. O preso vai permanecer recolhido em Marabá à disposição da Justiça. Já a droga foi encaminhada para perícia no Centro de Perícias Científicas de Marabá.

PRESO EM PARAUAPEBAS EX-PREFEITO MINEIRO ACUSADO DE ABUSAR SEXUALMENTE DE ADOLESCENTES EM MINAS GERAIS

A Polícia Civil do Pará localizou e prendeu, nesta quinta-feira, 31, em Parauapebas, sudeste do Pará, o pecuarista mineiro Joel da Cruz Santos, 76 anos, ex-prefeito de Taiobeiras, cidade do interior de Minas Gerais. Ele é foragido da Justiça mineira desde outubro do ano passado, quando teve mandado de prisão preventiva decretado por crime de estupro de vulnerável. Santos foi condenado pela Justiça de Minas Gerais, em 2010, por ter pago adolescentes para fazer sexo. Joel permanece preso em Parauapebas à disposição da Justiça mineira, para onde será transferido para responder pelo crime. A prisão foi realizada por policiais civis da Seccional de Parauapebas em conjunto com o Núcleo de Apoio à Investigação de Marabá, após troca de informações com o Setor de Inteligência da Polícia Civil mineira. 


Segundo o delegado Gabriel Costa, diretor da Seccional de Parauapebas, a ordem de prisão foi expedida pelo juiz Marcelo Bruno Duarte e Araújo, da 1ª Vara Única da Comarca de Taiobeiras (MG). O pecuarista, que foi prefeito da cidade em três períodos durante mais de 20 anos, foi localizado no interior de sua propriedade, de 530 alqueires, situada na zona rural de Parauapebas. Além dele, segundo informações da Justiça mineira, Rosangela de Paula Cardoso de Oliveira, mãe de duas crianças que teriam sido abusadas pelo ex-prefeito, está com prisão decretada no mesmo processo criminal acusada de aliciar os próprios filhos à prostituição.

O ex-prefeito é acusado de violentar sexualmente adolescentes. Durante as investigações, em outubro do ano passado, a Polícia Civil mineira junto com o Ministério Público de Minas estiveram na então casa do acusado, em Taiobeiras, onde cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do acusado, mas ele não estava na residência. A prisão preventiva foi decretada depois que o Conselho Tutelar e o Centro de Referência em Assistência Social de Minas Gerais coletaram depoimento de uma criança de dez anos que acusou a própria mãe - Rosangela de Oliveira, de aliciá-la a se prostituir. 

O ex-prefeito foi acusado de abusar da criança de dez anos e da irmã dessa criança, de cinco anos, ambas filhas de Rosangela. As vítimas teriam sido levadas para a casa do político, onde teriam sido obrigadas a manter relações sexuais em troca de pagamento. Uma outra mulher também foi acusada de fazer parte do esquema e de aliciar duas garotas de 10 e 12 anos à prostituição. Uma das vítimas revelou na época que o político seria um de seus clientes nos programas sexuais.

POLICIAIS CIVIS PRENDEM DUPLA DE FORAGIDOS CONDENADOS PELA JUSTIÇA EM MARABÁ

A Polícia Civil capturou, durante operações policiais, nesta quarta-feira, 30, na cidade de Marabá, no sudeste do Pará, dois homens que estavam na condição de foragidos da Justiça do Estado. Um deles, Ronaldo Silva Parente, 31 anos, é condenado por tráfico de drogas e havia fugido do presídio do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA), em Marabá. O outro é Sérvulo Marcos Tocantins de Souza, condenado pela Justiça pelos crimes de roubo com uso de arma de fogo e furto. 


As prisões foram efetuadas por policiais civis da Delegacia de Nova Marabá, sob coordenação do delegado Luis Otávio Forti e investigadores Josimar Costa e Thais Santos. O procurado Ronaldo Parente foi preso, após investigação realizada na Folha 08, Quadra 11, do bairro Nova Marabá. Ele fugiu do CRAMA em 2 de janeiro de 2014 e, desde então, estava foragido com mandado de recapturado decretado pela Justiça. 

Ainda, durante as operações, os policiais civis capturaram, após investigações e uma campana no bairro Laranjeiras, o procurado Sérvulo de Souza, que era foragido desde 1 de setembro de 2014. Ele vivia escondido em uma casa situada naquele bairro de Marabá. Os dois presos foram encaminhados para passar por exames de corpo de delito, no Centro de Perícias Científicas de Marabá, e depois foram transferidos ao presídio para ficarem recolhidos à disposição da justiça.

POLICIAIS CIVIS DO PARÁ E MARANHÃO APREENDEM EXPLOSIVOS QUE SERIAM USADOS EM ROUBOS A BANCOS

Uma operação conjunta de policiais civis do Pará e do Maranhão resultou na prisão de um homem apontado por envolvimento em assaltos a bancos nos dois Estados. A prisão foi realizada em Parauapebas, sudeste paraense, por policiais civis da Seccional de Parauapebas juntamente com o Núcleo de Apoio à Investigação de Marabá e Superintendência Estadual de Investigações Criminais do Maranhão. O preso é Josemir Matos de Albuquerque, de apelido Novinho, que ao ser capturado foi flagrado com uma arma de fogo ilegal e explosivos que seriam usados em roubos a banco nos dois Estados. 


Além de acusado de assaltar estabelecimentos bancários, ele responde processo criminal por latrocínio - roubo seguido de morte no Maranhão. Com a prisão, os policiais civis conseguiram evitar o sequestro de um empresário que seria praticado em Floresta do Araguaia, no Pará. O delegado Gabriel Henrique Costa, titular da Seccional de Parauapebas, explica que o procurado foi preso no momento em que se encontrava na estação rodoviária pronto para fugir da cidade, com destino ao município de Floresta do Araguaia. Ao ser revistado, ele portava um revólver calibre 38. Aos policiais, o acusado revelou que a arma fazia parte de um plano para sequestrar um empresário visando praticar extorsão da vítima.

Após ser interrogado no local, o preso foi levado pelos policiais civis até a residência dele, em Parauapebas. No imóvel, os policiais encontraram bananas de dinamite. Conforme o delegado, o explosivo seria usado em assaltos a bancos, na modalidade de explosão de caixa eletrônico e cofre, no Pará e no Maranhão. As investigações sobre os crimes praticados pelo acusado serão aprofundadas. Josemir vai permanecer preso à disposição da Justiça em Parauapebas. 

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR APREENDEM EXPLOSIVOS NO INTERIOR DE RESIDÊNCIA EM CACHOEIRA DO PIRIÁ

As Polícias Civil e Militar de Cachoeira do Piriá, nordeste paraense, prenderam em flagrante nesta quarta-feira, dia 30, José Adriano Ribeiro de Souza, de 21 anos, por manter guardado material explosivo em desacordo com a lei. Foram encontradas com o acusado 14 unidades de explosivos e várias espoletas, peça utilizada para inflamar carga de pólvora. 

EXPLOSIVOS
As investigações apontaram que ele tentou explodir a parede de uma empresa de compra e revenda de ouro no último sábado. Os explosivos foram furtados de uma mineradora da região e seriam utilizados também para explodir agências bancárias. O acusado está recolhido à disposição da justiça.

POLÍCIA CIVIL TIRA DE CIRCULAÇÃO ARMA ILEGAL EM CAPANEMA

A Polícia Civil de Capanema, nordeste do Pará, prendeu em flagrante nesta quarta-feira, dia 30, Pamela Marlins da Silva, de 25 anos, pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. A prisão foi realizada após a equipe policial notar que um veículo estava sendo conduzido de forma suspeita durante uma operação para combater o tráfico de drogas na região. 


Ao fazer a abordagem, eles encontraram no carro um revólver calibre 32 com munições. A acusada foi encaminhada para a Delegacia do município e após pagamento de fiança foi liberada para responder o processo em liberdade.

POLÍCIA CIVIL JÁ CONTA COM NOVA SECCIONAL URBANA NA CIDADE NOVA EM ANANINDEUA

Uma nova unidade policial completamente renovada. Essa é a nova Seccional Urbana de Polícia da Cidade Nova em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. O novo prédio, que passou dez meses em reforma, foi inaugurado, nesta quarta-feira, 30. Além de toda sua estrutura, não só a parte física do prédio, mas também as instalações elétricas, a nova Seccional conta com alojamento e área de estacionamento mais amplos e climatizados. Os ambientes internos, na área de atendimento ao público, foram revitalizados. A obra é resultado de recursos do Fundo de Investimento de Segurança Pública do Pará no valor de R$ 702 mil. 

Nova Seccional da Cidade Nova
SECCIONAL INAUGURADA
A Seccional atende ocorrências registradas nas áreas de abrangências dos conjuntos residenciais do bairro Cidade Nova, com atendimento 24 horas. A inauguração contou com as presenças do secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Jeannot Jansen, que representou o governador Simão Jatene; do secretário adjunto de gestão operacional da Secretaria, coronel Hilton Benigno; do delegado-geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino; do prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro; do deputado estadual Cássio Andrade, do ouvidor-geral do Estado, Ítalo Mácola, entre outras autoridades policiais, políticos e representantes da comunidade, que lotaram as dependências da unidade policial, localizada no conjunto Cidade Nova VII, em Ananindeua. 

INAUGURAÇÃO
Nos dez meses em que passou em reforma, a Seccional ficou instalada nas dependências da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) do bairro do Icuí, em Ananindeua, onde não parou de funcionar. Agora, de volta ao mesmo endereço de sempre, a nova Seccional ganhou um visual novo para atender a toda comunidade. A obra faz parte da política de investimentos do Governo do Pará na Segurança Pública voltados às reformas e construções de novas unidades policiais em todo Estado. 

Comunidade agradece pelas novas instalações
COMUNIDADE AGRADECE PELA NOVA SECCIONAL
O delegado-geral destacou que a Seccional da Cidade Nova é a que mais gerou procedimentos policiais no ano passado. Foram 79 prisões em flagrante registradas. Com a nova Seccional, detalha o policial civil, das nove Delegacias de Ananindeua, sete já passaram por obras desde o ano de 2011, incluindo as duas Unidades Integradas Pro Paz (UIPPs), nos bairros do Distrito Industrial e Icuí, que foram inauguradas. Até o final deste semestre está prevista a reforma da Seccional de Ananindeua e, posteriormente, a da Seccional do Paar.

Firmino destaca que o Governo do Estado não tem parado as reformas de prédios públicos, apesar da grave crise econômica que assola o país, onde Estados como Rio de Janeiro e Minas Gerais, têm atrasado pagamento de salários de funcionários públicos, por exemplo. O secretário Jeannot Jansen destacou a integração entre os entes públicos do Governo do Estado e Prefeituras. "Isso possibilita o fortalecimento dos serviços públicos prestados à sociedade", salienta. 

Área interna da Seccional reformada

O diretor da nova Seccional, delegado Adelino Sousa, explica que a unidade vai funcionar com plantão 24 horas com presença de equipes formadas por delegado, escrivão e investigadores, para lavrar prisões em flagrante, nos períodos noturno, feriados e finais de semana, além do atendimento normal de expediente durante o dia. 

SERVIÇO SOCIAL Há nove anos trabalhando na cidade de Ananindeua, a assistente social Carla Lavareda lembra que quando chegou para trabalhar na Seccional da Cidade Nova, o prédio já estava bastante deteriorado e precisando de uma reforma. Agora, a estrutura completamente renovada, ressalta a profissional, incentiva ainda mais os servidores a trabalhar cada vez melhor no atendimento ao público. Em média, são feitos, por mês, em torno de 800 atendimentos sociais na Seccional. 

Sala de Mediação de Conflitos
SALA DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS
As assistentes sociais atendem conflitos variados, como brigas entre vizinhos, entre marido e mulher, problemas que envolvem crianças e adolescentes, alcoolismo na família, entre outros. Muitos casos apresentados são encaminhados para a rede de atendimento público quando necessário. Graças ao Serviço Social, muitos casos que poderiam se tornar casos de Polícia são contornados e muitos casos de violência são evitados. 

Na Seccional da Cidade Nova, o atendimento de Mediação de Conflitos conta com duas assistentes sociais. Pela manhã, a assistente social Graça Saldanha atende de 8 horas da manhã até 14 horas. E, de tarde, de 14h às 18 horas, é o horário da assistente social Carla Lavareda. O atendimento é feito de segunda à sexta-feira, exceto em feriados.

OBRAS Atualmente, mais de 50 obras de construção e reformas em Delegacias da Polícia Civil estão em andamento no Estado. Segundo o delegado-geral, estão prestes a serem inauguradas, em Belém, as seguintes obras: Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), a Seccional Urbana da Pedreira e a Seccional Urbana da Cremação. No interior do Pará, a próxima inauguração será a Delegacia da Mulher de Itaituba, no próximo sábado, 2. 
Visita à sala do Serviço Social
DELEGADO RILMAR FIRMINO (À ESQUERDA)
Já está pronto o projeto para construção da nova Seccional Urbana da Sacramenta, em Belém, Outro projeto é o da reforma da Seccional de Marituba. Mais de 80 novas Delegacias foram inauguradas, de 2011 a 2015, entre UIPPs, Delegacias e Seccionais de Polícia. Do total, 45 unidades policiais passaram por reformas em suas estruturas e 36 Unidades Integradas Pro Paz foram concluídas de um total de 75 UIPPs em construção. 

terça-feira, 29 de março de 2016

POLÍCIAS CIVIL E RODOVIÁRIA APREENDEM MAIS DE DOIS QUILOS DE ÓXI EM MARABÁ

A Polícia Civil de Marabá, sudeste paraense, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, apreendeu, na noite de sábado passado, 26, mais de dois quilos de pedras de óxi de cocaína que eram transportados em um ônibus interestadual, na rodovia BR 230, na entrada de acesso ao município. A carga de entorpecentes estava com Luis Fernando Oliveira de Medeiros, 24 anos. 

APREENSÕES
Ele foi flagrado durante operação na rodovia. O veículo vinha de Goiânia, capital de Goiás, e seguiria para Marabá. Segundo o delegado Marcelo Dias, titular da Superintendência da Região Sudeste do Pará, ele foi flagrado ao ser revistado pelos policiais no interior do coletivo. 

"O acusado portava mais de dois quilos de pedra de óxi de cocaína em sua bagagem de mão", destaca. O flagrante foi resultado de informações sobre o tráfico de drogas ilegais na rodovia federal. O preso foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e a apreensão foi encaminhada para perícia.

OPERAÇÃO APREENDE 4 MIL METROS CÚBICOS DE MADEIRA ILEGAL EM MOJU

Três serrarias que exploravam madeira ilegalmente em Moju, no nordeste paraense, foram autuadas e interditadas pela operação Gaia, da qual participam a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Polícia Civil, Batalhão de Polícia Ambiental e Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Foram apreendidos 4.129 mil metros cúbicos de madeira ilegal em toras e outros dois mil metros cúbicos de madeira serrada. Parte do Programa de Redução da Emissão de Gases do Efeito Estuda e Desmatamento Ilegal (Pregeed), da Semas, a operação que teve início no último dia 21 de março e não tem prazo para conclusão das buscas a infratores das leis de proteção ambiental. 


O delegado comandante da ação, Marcos Miléo Brasil, informou que as interdições foram conduzidas de forma pacífica, sem conflito. “No total o material apreendido poderia encher o equivalente a 160 caminhões de 25 metros”, informou. Entre as espécies apreendidas estão maçaranduba, angelim e outras de alto valor comercial. A equipe encontrou dois mil metros cúbicos de madeira ilegal em apenas uma das empresas. 

Segundo o secretário adjunto de Gestão e Regularidade Ambiental da Semas, Thales Belo, todo o maquinário e ferramentas apreendidas na operação deverão ser tombados ou doados, e a madeira também terá destino semelhante. O Pregeed é um programa que fortalece a integração entre instituições para combater o desmatamento. O trabalho tem focado os órgãos federais, porque os números apresentados pelos serviços de inteligência e segurança institucionais mostram que os mais altos índices de exploração florestal ilegal ocorrem em terras indígenas e assentamentos.

DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL É DESTAQUE EM REVISTA DE CIRCULAÇÃO ESTADUAL

A Polícia Civil foi destaque, durante evento de lançamento da revista "Openness", na noite da última quinta-feira, 23, na Estação das Docas, em Belém. O delegado de Polícia, Ariosnaldo da Silva Vital Filho, titular da Delegacia de Rurópolis, oeste do Pará, foi matéria de capa da edição do mês e recebeu homenagem durante a festa. Estiveram presentes diversas autoridades, personalidades do setor empresarial e do setor publico. 

DELEGADO (SEGUNDO À ESQUERDA) É HOMENAGEADO
Durante o evento, a história de vida pessoal e profissional aliada ao lançamento de seu mais novo livro sobre crônicas foram mencionados durante a cerimônia. Além de profissional do Direito, o delegado, desde o ano de 2014, tem se lançado no cenário da literatura paraense, com livros que foram bem recebidos pelo público na região oeste paraense. "Por ser profissional do Direito, delegado de Polícia com muita honra, procuro desenvolver paralelamente à minha atividade outro ofício que muito me dá satisfação, que é o ofício de escrever, de contar histórias por meio de crônicas", destaca. 

Ele explica que as crônicas começaram ser escritas no final do ano de 2014 e publicadas nas redes sociais como uma brincadeira. "A intenção era apenas registrar uma mensagem reflexiva de fim de ano aos munícipes de Rurópolis, cidade às margens da rodovia Transamazônica, na região do Tapajós, oeste do Estado do Pará. Foi uma forma de agradecimento pela acolhida nessa cidade, na qual tenho muita honra em trabalhar", salienta. 

Ele ressalta que o Curso de Direito influenciou bastante em seu processo criativo, desde quando era estudante universitário, e depois estagiário, advogado, professor e delegado de Polícia, em razão dos contatos diários com pessoas e suas histórias, principalmente, hoje, no trabalho no interior do Estado do Pará, onde o policial civil é um pouco de tudo, inclusive conselheiro. 

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR DESARTICULAM ESQUEMAS DE TRÁFICO DE DROGAS EM PEIXE-BOI

As Polícias Civil e Militar desarticularam um esquema para tráfico de drogas com as prisões de três pessoas envolvidas em ponto de venda de entorpecentes e associação para fins de tráfico. O flagrante foi realizado durante operação em Peixe-Boi, no nordeste paraense. Oseas Morais da Silva, 18 anos; Regivaldo Marques Silva, 25, e Maria Rosângela da Silva de Jesus foram flagrados com drogas. A primeira prisão foi a de Oseas, que, ao ser abordado por policiais militares, foi flagrado com seis trouxas de maconha. 

Logo em seguida, policiais civis foram até a casa do acusado, na vila Tauarizinho, e ali apreenderam mais uma trouxa de maconha de tamanho maior que a primeira. Durante as diligências, Regivaldo foi preso em flagrante. Ele é apontado como cúmplice de Oseas na venda de drogas, responsável em ajudá-lo no tráfico. 

APREENSÕES
A equipe policial formada pelos investigadores Luciano Damasceno e Assis, escrivão Paulo, e apoio da servidora administrativa Regina Rodrigues, apurou que as drogas foram compradas na casa de Maria Rosângela na localidade conhecida como Vila Mata Sede, situada na rodovia PA-124. 

Os policiais foram até o local, onde prenderam em flagrante a mulher com 30 pedras de óxi. Na chegada ao local, o marido dela Raimundo Nonato dos Santos Santos, de apelidos "Raimundinho" ou "Ray", fugiu. Ele irá responder pelo crime em inquérito policial. Os presos estão recolhidos à disposição da Justiça.

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR DEFLAGRAM OPERAÇÃO PARA REPRIMIR TRÁFICO DE DROGAS EM JACAREACANGA

As Polícias Civil e Militar deflagraram uma operação conjunta, nesta segunda-feira, 28, para desarticular um esquema de tráfico de entorpecentes, no município de Jacareacanga, sudoeste paraense. Durante a ação policial, um casal foi preso em flagrante, em um imóvel, com drogas e dinheiro. O flagrante foi resultado do trabalho de inteligência policial para repressão ao tráfico na cidade. Os presos são Nedson Lopes Bertolatto, de apelido "Grande", e Adriane Moreira Galdino, de apelido "Cacau". O procedimento foi lavrado pela delegada Suelen Costa.

APREENSÕES
Em poder do casal, foram apreendidas 16 petecas de "óxi" de cocaína e três trouxas de maconha. Ainda, durante a abordagem ao local, os policiais apreenderam R$ 2,4 mil em dinheiro. Em depoimento, os presos não souberam justificar a origem do dinheiro, que possivelmente é resultado do tráfico de drogas. Os presos foram apresentados na Unidade Integrada Pro Paz de Jacareacanga, onde foram autuados por tráfico de drogas e ficarão recolhidos à disposição da Justiça.

POLÍCIA CIVIL APREENDE DROGAS E ARMA DE FOGO ILEGAL DURANTE OPERAÇÃO EM BELÉM

A Polícia Civil desarticulou um ponto de preparo de drogas e apreendeu uma arma de fogo ilegal durante operação para verificar denúncias anônimas repassadas pelo fone 181, o Disque-Denúncia, no bairro da Terra-Firme, em Belém. Uma mulher foi presa em flagrante em uma casa, na rua Seis de Setembro, onde foram apreendidos cerca de 50 gramas de pedras de óxi de cocaína e mais material usado usado no preparo de entorpecentes para venda. 


Ainda, no decorrer da operação, coordenada pelo delegado Victor Manfrini, titular da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) da Terra-Firme, em outra casa, na rua Lauro Sodré, no mesmo bairro, uma espingarda de calibre 12 foi apreendida também em decorrência de disques-denúncias. Duas denúncias registradas pelo fone 181 davam conta de que a casa, onde reside Jociel da Costa Silva, era usada como ponto de tráfico de drogas no bairro. Com base nas informações, a equipe de policiais civis se deslocou até o endereço e, durante a abordagem no imóvel, prendeu a mulher do suspeito. 

Ele não estava no local no momento da operação. Durante revista na casa, as drogas e o material usado para preparo da droga, como balança digital, e ainda relógios de pulso. Entre os produtos usados no refino da droga para venda chamou a atenção a presença de cerca de 50 gramas de creatina, um composto de aminoácidos presente nas fibras musculares e no cérebro, usada para aumento de força em trabalhos físicos. A substância era misturada para aumentar o volume da droga. A mulher foi autuada em flagrante pelo delegado João Carlos Pereira do Carmo e está recolhida à disposição da Justiça.

ESPINGARDA No outro flagrante, os policiais civis foram até uma casa, onde denúncia feita ao 181 mostrava que no local haveriam armas de fogo escondidas. Após revistar o imóvel, os policiais encontraram uma espingarda calibre 12 com munição. A arma estava escondida debaixo da cama. Os proprietários da casa não estavam no momento. Durante o dia, o dono da arma se apresentou na UIPP da Terra-Firme, onde o delegado Casemiro Beltrão instaurou inquérito policial para apurar o fato.

POLÍCIA CIVIL DIVULGA NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DE MOTORISTA POLICIAL CIVIL EM BELÉM

A Polícia Civil lamenta profundamente comunicar o falecimento do motorista policial civil, Flávio Sousa Soares, que tinha 56 anos. Ele faleceu pela manhã desta terça-feira, 29, no Hospital Saúde da Mulher. O velório é realizada na residência da família, na Passagem Rosa Lemos, nº 418, bairro do Telégrafo, próximo à Avenida Pedro Álvares Cabral. 

O enterro será realizado, nesta quarta-feira, 30, com saída a partir de 9 horas da manhã com destino ao cemitério Max Domini 2, na rodovia BR-316, em Marituba. Flávio ingressou na Polícia Civil, após aprovação em concurso público, em maio de 1993 e, portanto, tinha 22 anos de carreira policial. 

Parte de sua passagem pela Polícia Civil atuou na Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA), onde trabalhou por mais de 9 anos. Nossa homenagem a esse servidor público que honrou sua carreira por toda uma vida de dedicação ao trabalho e à sua família. 

À esposa - escrivã de Polícia Maria de Lourdes Soares -, filhos, demais familiares, amigos e colegas de profissão, a instituição externaliza seus votos de condolências e roga a Deus que fortaleça a todos nesse momento difícil.

segunda-feira, 28 de março de 2016

POLÍCIA CIVIL REALIZA ENCONTRO SOBRE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA EM BRAGANÇA

A Polícia Civil realizou, neste fim de semana, um encontro para tratar sobre segurança pública e violência doméstica, em Bragança, nordeste paraense. O evento contou com as presenças de representantes de órgãos de segurança pública que debateram para esclarecer dúvidas sobre o atendimento para buscar uniformizar e melhorar o serviço público prestado às mulheres vítimas da violência doméstica na cidade.

ENCONTRO
No encontro, as delegadas Cristina Lima, do Pro Paz de Bragança, e Mikaella Ferreira, da Delegacia da Mulher de Capanema, palestraram sobre o tema violência doméstica contra a mulher.

A delegada Cristina explica que o encontro visa o aprimoramento do atendimento ao público em Bragança. Ainda, segundo ela, o evento é o primeiro de muitos que ainda serão realizados na cidade.

domingo, 27 de março de 2016

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO PARA COMBATER TRÁFICO DE DROGAS EM XINGUARA

A Polícia Civil deflagrou, neste domingo, 27, a operação "Feliz Páscoa", para reprimir o tráfico de drogas, na cidade de Xinguara, sul do Pará. Um casal foi preso em flagrante, em um ponto de venda de entorpecentes, na cidade. Com os presos, cerca de 300 gramas de pedra de crack, munições de calibre 380, além de um equipamento silenciador para pistola e uma luneta. As investigações mostram que a mulher era a responsável pelo esquema de tráfico de drogas no local. 

APREENSÕES
Segundo o delegado Pedro Andrade, titular da 14ª Região Integrada do Alto Xingu, que abrange o município de Xinguara, a operação contou com policiais civis das Delegacias de Marabá, Parauapebas e Redenção, e do Núcleo de Apoio à Investigação do Sul do Pará, sediado em Redenção, com apoio dos policiais civis de Xinguara. 

As investigações mostraram que o ponto de venda de drogas era gerenciado por um homem conhecido por Edinho que já morreu. Após a morte dele, o casal assumiu a venda de drogas no local. Os presos são José Maria Marinho da Silva e Enilda Teodoro Sampaio da Silva, 35 anos. 

quinta-feira, 24 de março de 2016

MAIS DE CEM QUILOS DE DROGAS APRENDIDOS EM MENOS DE UMA SEMANA NA REGIÃO NORDESTE DO PARÁ

A Polícia Civil divulgou, nesta quinta-feira, 24, balanço de operações realizadas em conjunto por policiais civis e militares para combate ao tráfico de drogas, na região do Caeté, nordeste paraense. Em menos de uma semana, ao todo, mais de 100 quilos de drogas foram apreendidos nas cidades de Capanema, Cachoeira do Piriá, Nova Esperança do Piriá e Capitão Poço. Oito pessoas foram presas em flagrante e dois adolescentes apreendidos por envolvimento no tráfico de drogas. As informações são do delegado Augusto Damasceno, superintendente da Polícia Civil na Região Integrada de Segurança Pública do Caeté. Na madrugada desta quinta-feira, 24, policiais civis e militares apreenderam, em Nova Esperança do Piriá, cerca de 70 quilos de maconha prensada divididas em embalagens de um quilo prontas para venda, no interior de um carro. 

70 quilos de maconha prensada
70 QUILOS DE MACONHA APREENDIDOS
O flagrante foi resultado de investigações sobre o transporte de drogas por estradas situadas nas localidades de Água Preta e São Francisco, zona rural do município. Então, os agentes realizaram uma barreira de fiscalização no trânsito para revistar veículos de passagem pelo local. Em um dos carros abordado, vindo de Bragança, os policiais encontraram cerca de 70 quilos de maconha prensada que seria levada para revenda em Bragança. No carro estavam Maria Benedita Fernandes da Silva, 30; Billygran Monteiro Almeida, 29, e o motorista Luis Santana Silva, que foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. 

Na quarta-feira, 23, Valri Moura Villar foi preso em flagrante, por policiais civis de Capanema, após denúncia de venda de entorpecentes na casa do acusado, no bairro do Mutirão. Ainda, segundo as denúncias, o crime era praticado por Valri e por sua companheira, uma adolescente. Após abordagem ao imóvel, os policiais apreenderam um tablete de maconha prensada pronta para venda e mais uma porção também prensada da erva. Valri está preso à disposição da Justiça e a adolescente foi entregue a familiares. Há duas semanas, Amauri Moura Villar, irmão de Valri, foi preso em Capanema, por policiais civis, também por tráfico de drogas, durante a operação "Ouricuri". Conforme o delegado, os dois irmãos também atuam em roubos de motos e são considerados os maiores responsáveis por esse crime na região. 

Drogas apreendidas em menos de uma semana
MAIS DROGAS APREENDIDAS
No último dia 22, mais de 15 quilos de maconha prensada foram apreendidos durante operação das Polícias Civil e Militar, na zona rural de Capitão Poço. Sob coordenação do delegado Edgar Henrique Monteiro, a operação resultou na prisão em flagrante de Manoel Silviano da Silva, 18 anos, e na apreensão de um adolescente de 15 anos. Os dois foram abordados na rodovia PA-124, no interior de um táxi, que trafegava com destino à cidade de Salinópolis. Levados à Delegacia de Capitão Poço, os acusados admitiram em depoimento que compraram a droga em Nova Esperança do Piriá e planejavam vendê-la em Salinópolis durante o feriado prolongado da semana santa. 

No domingo passado, 20, uma plantação de maconha foi descoberta, por policiais civis e militares, na zona rural de Cachoeira do Piriá. Ao todo, havia cerca de mil pés da erva que foram destruídos pelos policiais durante a operação. No local, foram presos em flagrante Jodemilton Abreu e José Raimundo Pereira que foram autuados por tráfico de drogas e associação para fins de tráfico de drogas. No último dia 19, um quilo e meio de maconha prensada foi apreendido com Naysis Costa Ribeira que foi presa em flagrante, em Capanema. A droga estava pronta para ser comercializada. Policiais civis e militares fizeram o flagrante após revista na casa da mulher para apurar denúncia de que o local seria ponto de tráfico de drogas. Ali, os policiais apreenderam ainda uma moto com registro de roubo.

POLÍCIA CIVIL MINISTRA PALESTRA SOBRE VIOLÊNCIA CONTRA MULHER PARA ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS EM SANTARÉM

A Polícia Civil proferiu, nesta quarta-feira, 23, palestras a estudantes universitários sobre o combate à violência contra a mulher praticada por meio da tecnologia. As palestras foram presididas pelos delegados Alexandro Napoleão, titular da Unidade Integrada Pro Paz de Santarenzinho, e Andreza Sousa, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Santarém. O encontrou foi realizado na sede das Faculdades Integradas do Tapajós e Universidade da Amazônia (FIT/ Unama), em Santarém. 

PALESTRA
Mais de 100 alunos dos cursos de Direito e de Tecnologia da Informação e Redes de Computadores assistiram à palestra. Durante o encontro, os universitários receberam orientações sobre procedimentos policiais e apuração de crimes contra a mulher através de meios tecnológicos. 

"Além das orientações gerais, os alunos receberam informações sobre aspectos da lei Maria da Penha, sobre combate à violência doméstica contra a mulher, e o combate aos crimes de gênero em Santarém", explicou o delegado Alexandro Napoleão. 

O evento foi parte de atividade extracurricular e foi resultado de parceria com os coordenadores dos cursos de Direito, Peter Hager, e da Tecnologia da Informação e Redes de Computadores, Rosane Tolentino, das Faculdades.

POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO DE TENTAR MATAR AUTOR DA MORTE DO IRMÃO DURANTE CONFUSÃO EM VIGIA DE NAZARÉ

A Polícia Civil deu cumprimento, nesta quarta-feira, 23, a um mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça contra Manoel Pedro Monteiro Barbosa, de apelido "Pirico", pelo crime de tentativa de homicídio, em Vigia de Nazaré, nordeste paraense. O preso é acusado de tentar matar  a tiros Vanderson Henrique da Silva Santos, que momentos antes, matou o irmão do acusado, durante um acerto de contas entre criminosos. O fato se registrou em outubro do ano passado. 

UIPP DE VIGIA DE NAZARÉ
Conforme o delegado Alexandre Lopes, titular da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) de Vigia de Nazaré, a prisão de Manoel foi resultado de representação à Justiça após conclusão de inquérito. O crime, detalha o delegado, ocorreu após uma troca de tiros entre bandidos. Na ocasião, dois homens morreram. Vanderson ficou ferido gravemente e internado no Hospital Metropolitano, onde foi submetido a uma cirurgia e conseguiu sobreviver. 

Após o tiroteio, as investigações foram iniciadas pela equipe policial formada pelos investigadores Evanderson Silva e Roger Silva, e escrivão Glauber Freitas, sob coordenação do delegado. Em depoimento, após ser preso, o acusado confessou a autoria do crime. Após a audiência, ele foi transferido para uma unidade do Sistema Penitenciário do Pará. 

quarta-feira, 23 de março de 2016

POLÍCIA CIVIL LEVA PROJETO "OLÉ NO ESTRESSE" PARA POLICIAIS CIVIS DO ICUÍ-GUAJARÁ EM ANANINDEUA

A Polícia Civil levou nesta terça-feira, 22, diversos serviços de saúde aos servidores públicos policiais e administrativos que trabalham no prédio da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP), do bairro do Icuí-Guajará, onde também está sediada provisoriamente a Seccional de Polícia da Cidade Nova, no município de Ananindeua, na região metropolitana de Belém. Os atendimentos foram prestados pela equipe de profissionais da Diretoria de Atendimento ao Servidor (DAS), como parte do projeto "Olé No Estresse" que visa levar mais saúde aos policiais civis no local de trabalho. 


Os atendimentos contam com médicos, massagens, verificação de pressão arterial, medição de glicemia e cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC). Além de Ananindeua, o projeto já esteve nas unidades policiais de Marituba e Santa Bárbara do Pará, e no distrito de Mosqueiro, em Belém. 

A delegada Leomar Maués, titular da Diretoria de Atendimento ao Servidor (DAS) da Polícia Civil, explica que, além dos demais serviços prestados, foram realizados exames nos servidores para prevenção do chamado risco coronariano, caracterizado pelo entupimento parcial das artérias e que podem causar arritmias e até o infarto. Entre os servidores atendidos está o diretor da Seccional de Ananindeua, delegado Adelino Sousa, que aprovou o projeto, que só tem por objetivo melhorar a qualidade do serviço público prestado nas unidades policiais.

POLÍCIA CIVIL DESMANTELA PONTOS DE RINHA PARA BRIGAS DE GALOS EM BREVES

A Polícia Civil desmantelou, nesta quarta-feira, 23, após denúncias, um esquema para rinhas de galo no município de Breves, na ilha do Marajó. O crime previsto na Lei de Crimes Ambientais foi flagrado em duas casas usadas para criação das aves e que também era palco de competições de briga com apostas em dinheiro. Nas rinhas, os galos são atiçados a brigar até a morte de uma delas. Os policiais civis da Superintendência da Região das Ilhas encontraram nos locais toda infraestrutura para que os galináceos se digladiassem, como esporas de ferro e a rinha. 



A operação policial foi coordenada pelo delegado Rodrigo Amorim, plantonista da Superintendência. Segundo ele, no momento da abordagem policial às duas residências não estava ocorrendo competição. Ao todo, 14 animais foram apreendidos. Todos apresentavam visíveis sinais de maus tratos, como lesões decorrentes dos ferimentos e mutilações. Ainda, durante a abordagem nas casas, os policiais apreenderam diversos apetrechos usados na rinha de galos. 

As aves foram retiradas dos locais e estão na Secretaria Municipal de Meio-Ambiente (SEMA), da Prefeitura de Breves, à disposição da Justiça. Erasmo Roberto Ferreira Alves e Domingas do Socorro Magno Negro, responsáveis pelas casas, foram detidos e autuados em TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) por maus tratos, crime previsto no artigo 32, da Lei de Crimes Ambientais. Após o procedimento, eles foram liberados e irão responder ao processo na Justiça. A operação policial contou com os investigadores Paulo Sérgio e Alexandre Ribeiro.

POLÍCIA CIVIL MINISTRA PALESTRA SOBRE ESTATUTO DA CRIANÇA E ADOLESCENTE EM FACULDADE DE BELÉM

A Polícia Civil marcou presença, nesta terça-feira, 22, durante palestra sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para cerca de 200 alunos do curso de Direito da Faculdade Maurício de Nassau, em Belém. O encontro foi realizado no auditório do campus da Travessa Quintino Bocaiúva, bairro de Nazaré. 

PALESTRA EM FACULDADE
A palestra foi ministrada pelo delegado da Polícia Civil, Marcos Fabiano Amazonas. Atualmente diretor da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP), do bairro do Tapanã, o policial civil já foi diretor da Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA). O palestra foi realizada a convite da faculdade, visando a preparação de seus alunos, para a carreira do Direito.

terça-feira, 22 de março de 2016

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR RECUPERAM MAIS DE 2,5 MIL LITROS DE ÓLEO DIESEL SAQUEADOS EM GURUPÁ

As Polícias Civil e Militar apreenderam mais de 2,5 mil litros de óleo diesel que foram saqueados de balsas que navegam na região de Gurupá, no Marajó. O material estava em poder de Genilson Dias Braga que foi preso em flagrante. A carga estava no interior do barco "Anjo Gabriel", que foi apreendido durante a operação policial. Segundo o delegado Geraldo Pimenta Neto, titular de Gurupá, a embarcação usada no crime já vinha sendo investigada pela Polícia Civil sob suspeita de estar sendo usada no transporte de cargas saqueadas. 

Carga recuperada
TONÉIS COM ÓLEO DIESEL RECUPERADO
As investigações iniciaram no último dia 9, quando foram registrados os furtos de óleo diesel em balsas. Todo o produto vai permanecer recolhido. A Polícia Civil vai apurar o envolvimento do dono da embarcação no roubo. 

Por enquanto, Genilson responderá por crime previsto no artigo 56, da lei 9.605/98, por transportar, armazenar, guardar ou ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio-ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos. A pena prevista é de reclusão de um a quatro anos, e multa.

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADO DE PRISÃO DE ACUSADO DE ESTUPRAR CRIANÇA EM ANANINDEUA

A Polícia Civil deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça contra Helder Wilson Lima de Carvalho acusado de ter abusado sexualmente de uma garota de 12 anos. A prisão dele foi cumprida por policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca), do Polo Pro Paz do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Ele foi preso na cidade de Ananindeua, na região metropolitana de Belém. 


As investigações, explica a delegada Silvia Tavares, mostraram que os atos de abuso sexual começaram desde quando a vítima tinha seis anos. No início, apurou a policial civil, o acusado agia com toques na vítima, mas, após os dez anos de idade, ele passou a manter conjunção carnal com a criança, aproveitando a aproximação afetiva com a menina. O fato foi comunicado à Deaca, que passou a apurar a denúncia e encaminhou a garota para exames periciais, cujos laudos atestaram o crime. 

Assim, a delegada representou pela prisão preventiva do acusado. A ordem judicial foi expedida pela 4ª Vara Criminal de Ananindeua. Agora, ele está recolhido à disposição da Justiça. As buscas que resultaram na prisão foram realizadas pela equipe formada pelos investigadores Ionilde Azedo, chefe de operações da Deaca; Domingos Belém, Maynard Júnior e Joselito Cardoso, sob coordenação da delegada Silvia Tavares.

POLÍCIA CIVIL E MILITAR DESTROEM PLANTAÇÃO DA MACONHA EM CACHOEIRA DO PIRIÁ

Policiais civis e militares localizaram, no último domingo, 20, uma plantação de maconha, em uma localidade na zona rural de Cachoeira do Piriá, nordeste paraense. Ao todo, havia cerca de mil pés da erva que foram destruídos pelos policiais durante a operação. No local, foram presos em flagrante Jodemilton Abreu e José Raimundo Pereira que foram autuados por tráfico de drogas e associação para fins de tráfico de drogas. 

PLANTAÇÃO DESTRUÍDA
O delegado Augusto Damasceno, titular da Polícia Civil na região do Caeté, que abrange as cidades da chamada 6ª Região Integrada de Segurança Pública (6ª RISP), informou que a operação foi resultado de uma ação conjunta planejada pelas Polícias Civil e Militar na região.

POLÍCIA CIVIL DO PARÁ PRENDE DOIS FORAGIDOS NO ESTADO DE SANTA CATARINA

A Polícia Civil do Pará prendeu, nesta terça-feira, 22, em cumprimento a dois mandados de prisão preventiva, Ruan Ruciê da Silva Almeida, 25 anos, de apelidos "Basic" ou "Babidi", e Admir da Silva Reis, 24, de apelido "Ad'. As prisões foram realizadas na cidade de Navegantes, a 112 quilômetros de Florianópolis, no Estado de Santa Catarina. Os dois presos estão indiciados em inquéritos policiais instaurados pela Divisão de Homicídios (DH) do Pará. Ruan responde por latrocínio e tentativa de homicídio, no distrito de Icoaraci, em Belém, e Admir pelo assassinato de um cabo da Polícia Militar, no conjunto Jardim Sevilha, na capital paraense. Os presos devem ser transferidos para Belém até a próxima semana.

ADMIR E RUAN
As prisões foram realizadas em bairros distintos do município catarinense por policiais civis da DH do Pará, com apoio de o agente Silvanio, e do sargento Padilha, do Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina, e do agente Donato, da Delegacia de Navegantes. O preso Ruan está com ordem de prisão decretada pela Justiça do Pará a partir de representação feita pela delegada Cristina Esteves, da DH, que indiciou o acusado por latrocínio (roubo seguido de morte) e tentativa de homicídio, durante assalto, no distrito de Icoaraci, em Belém, no ano passado. 

Ruan foi localizado na casa de conhecidos, no bairro Nossa Senhora das Graças, periferia da cidade. Ao ser preso, Ruan usava uma carteira de identidade com o nome falso de João Paulo da Costa e estava com dois relógios de pulso roubados da mãe da vítima do latrocínio. Já Admir Reis foi preso no centro do município também na casa de conhecidos. Ele é acusado de envolvimento no assassinato do cabo PM Marcos Antonio Corrêa, 47, morto a pedradas, pauladas e um tiro, em 6 de setembro do ano passado, no conjunto Jardim Sevilha, em Belém. 

Segundo o delegado Eduardo Rollo, responsável pelo inquérito, Admir fugiu para Santa Catarina em 23 de novembro de 2015, e desde então morava em Navegantes. Outro envolvido no mesmo crime, Adelson Ribeiro da Paixão, 26 anos, de apelido "Gordo", está preso desde janeiro deste ano.

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR APREENDEM MAIS DE 15 QUILOS DE MACONHA EM CAPITÃO POÇO

As Polícias Civil e Militar apreenderam, nesta terça-feira, 22, mais de 15 quilos de maconha prensada, durante operação conjunta, na zona rural de Capitão Poço, região nordeste do Pará. Sob coordenação do delegado Edgar Henrique Monteiro, a operação resultou também na prisão em flagrante de Manoel Silviano da Silva, 18 anos, e apreensão de um adolescente de 15 anos, com os quais estava a droga. 


Os dois foram abordados na rodovia PA-124, no interior de um táxi que trafegava com destino à cidade de Salinópolis. O flagrante foi resultado de uma denúncia anônima que levou a equipe de policiais civis a se deslocarem até a estrada no sentido de saída do município de Capitão Poço. "Após avistarem o veículo táxi com placa de Salinópolis, foi feita a abordagem. Em breve revista, foram encontrados, nas malas dos acusados, os mais de 15 quilos de maconha", detalha o delegado. 

Levados à Delegacia de Capitão Poço, os acusados admitiram em depoimento que compraram a droga em Nova Esperança do Piriá e planejavam vendê-la em Salinópolis durante o feriado prolongado da semana santa. O preso Manoel Silviano foi autuado por tráfico de entorpecentes e permanece recolhido à disposição da justiça. Já o adolescente foi encaminhado ao Ministério Público para os procedimentos legais.

POLÍCIA CIVIL PRENDE NA PARAÍBA INTEGRANTES DA ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA QUE FURTOU JOIAS EM SHOPPING

A Polícia Civil anunciou, nesta terça-feira, 22, a prisão de todos os envolvidos no arrombamento seguido de furto em uma joalheria, localizada no Shopping Pátio Belém, em 20 de novembro do ano passado. Quatro pessoas envolvidas no crime foram presas por policiais civis da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) do Pará no Estado da Paraíba. Três delas foram transferidas para a capital paraense, na tarde desta segunda-feira. Marilene Vieira do Nascimento, Paula Sayonara da Silva Santos e Marcelo Nascimento dos Santos são da mesma família e todos paraibanos, apontados como integrantes de um associação especializada em furtos com arrombamentos em joalherias com atuação em todo país. 

Delegado Thiago Dias presta informações à imprensa
DELEGADO APRESENTA INFORMAÇÕES À IMPRENSA
O quarto envolvido com o grupo, Welyson Wilker de Oliveira, está preso em João Pessoa, capital da Paraíba, por ter sido flagrado praticando furto de um carro, na praia do Bessa, ponto turístico da capital paraibana. As informações foram repassadas pelo delegado Thiago Dias, da DRFR, responsável pelas investigações. Os três primeiros acusados foram presos, cerca de 10 dias depois do crime, em Campina Grande, interior paraibano, e desde então permaneciam presos no aguardo da transferência para Belém. 

Com as prisões, ressalta o delegado, todos os envolvidos no furto já estão presos. Uma menina de 11 anos está na Paraíba à disposição do Conselho Tutelar. Ao todo, cerca de R$ 5 milhões em joias foram furtados de uma joalheria da rede Princess Joias, situada no segundo piso do Shopping Center, em 20 de novembro do ano passado. Além do Pará, a presa Marilene tem mandados de prisão por envolvimento em furtos em joalherias nos Estados da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, e também é investigada sob suspeita de participar de outro furto na Bahia.

Imagens das câmeras de segurança da loja e do shopping ajudaram na identificação dos acusados. O furto ocorreu por volta de 23 horas, quando as lojas do shopping já estavam fechadas. Duas mulheres e a menina de 11 anos aparecem nas imagens da loja. Elas aproveitam o melhor momento para agir. Uma delas usa um alicate para arrombar o cadeado e a outra abre a porta da loja com uma chave-mestra. Depois, elas retiram as correntes e entram no local, onde observam primeiro os mostruários, onde estão as joias. Uma delas saia da loja e volta com uma mala. Em seguida, as duas colocam rapidamente as joias na mala e saem da loja, fechando a porta. 

Em outra imagem cedida pelo shopping, o quarto envolvido no furto é filmado no momento em que levava a mala com as joias pela escadaria que dá acesso à garagem do shopping, onde estava o carro usado para fuga. Foi o próprio Welyson quem dirigiu o carro até o Estado da Paraíba. Até o momento, detalha o delegado, nenhuma joia foi recuperada. "Eles se desfazem muito rápido das joias", explica o policial civil. Com os presos, os policiais civis da DRFR apreenderam um carro modelo EcoSport adquirido após o crime. Os presos irão responder pelos crimes de furto e associação criminosa.

segunda-feira, 21 de março de 2016

POLÍCIA CIVIL DESARTICULA ESQUEMA DE DESVIO DE MEDICAMENTOS DA REDE DE SAÚDE PÚBLICA EM BELÉM

A Polícia Civil deu continuidade, nesta segunda-feira, 21, à operação "Remédio Legal", com a apreensão de aproximadamente mil caixas de medicamentos desviados da rede municipal de saúde pública de Belém. Os produtos foram encontrados em duas farmácias clandestinas, no bairro do Guamá, em Belém, onde os remédios destinados apenas para uso hospitalar eram comercializados. Duas pessoas responsáveis pelos estabelecimentos foram detidas e autuadas por crime de receptação pelo delegado Daniel Castro, titular da Seccional do Guamá. 

Medicamentos desviados foram recuperados
MEDICAMENTOS APREENDIDOS
"Com essa apreensão, já passam de 11 mil medicamentos apreendidos durante a operação", salienta o delegado. Na semana passada, três funcionários públicos da Sesma foram presos em flagrante, no distrito de Mosqueiro, em Belém, por crime de furto e peculato, que é quando servidor público se apropria de valores ou bens públicos sob sua posse em razão do cargo. Eles foram presos no Posto de Carananduba, em Mosqueiro, acusados de desviar os medicamentos depois que os produtos eram retirados da central da distribuição da Secretaria, de onde deveriam ser levados para abastecer postos de saúde pública municipal. Eles eram responsáveis em fazer as entregas nas unidades de saúde.

Medicamentos de venda proibida
REMÉDIOS DE VENDA PROIBIDA
Conforme o policial civil, a operação é resultado da segunda fase da operação "Remédio Legal", cujas investigações foram iniciadas, no último dia 15, quando uma mulher procurou a Seccional do Guamá para reclamara que havia sido maltratada em uma farmácia do bairro, situada na Avenida Barão de Igarapé-Miri, no momento em que tentou fazer a troca de um remédio que havia comprado no local. Ao pedir para ver o medicamento, o delegado percebeu a ilegalidade. "No frasco havia a informação de venda proibida no comércio comum", detalha. Assim, foi iniciada a investigação para apurar o esquema de desvio de remédios de postos de saúde vinculados à Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Belém.  

Parte dos medicamentos eram desviados por funcionários públicos municipais. Ainda, conforme o delegado, que preside as investigações, o esquema de desvio de medicamentos envolvia os servidores municipais e farmácias clandestinas que recebiam os remédios desviados. As investigações continuam, pois, segundo o delegado, há fortes suspeitas do envolvimento de outras pessoas no crime.

POLÍCIA FLAGRA ENVOLVIDOS EM CRIMES COM ARMAS E CARRO ROUBADO NA MARAMBAIA EM BELÉM

A Polícia Civil prendeu nos últimos dias três homens acusados de praticar crimes na área do bairro da Marambaia, em Belém. No momento das prisões, duas armas de fogo e um carro roubado foram apreendidos. Um dos presos é Josias Pontes Queiroz, 33 anos, que estava na condição de foragido da Justiça. Ao ser preso, ele foi flagrado de posse de um revólver calibre 38 com seis munições. Assim, ele foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

CARRO APREENDIDO
ARMA E MUNIÇÃO APREENDIDOS COM PRESO
Outro preso é Oleno Braga de Moraes, 27 anos, flagrado de posse de um carro roubado com adulteração de chassi. O veículo foi roubado no último dia 15, no conjunto Guajará I, em Ananindeua. Assim, ele vai responder por crime de receptação dolosa e adulteração de sinal identificador de veículo. 

O outro acusado é Werley de Carvalho, 21 anos, que foi preso em flagrante com um revólver de calibre 38 com seis munições e drogas. A prisão dele foi resultado de denúncia anônima feita por meio do serviço 181, o Disque-Denúncia. Ele responde a processo criminal sob acusação da autoria de um homicídio registrado no último dia 10. Werley foi preso no residencial Kalil Hacken, área do conjunto Jardim Sideral, na Marambaia. Os três presos permanecem recolhidos à disposição da Justiça.

sexta-feira, 18 de março de 2016

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA DE ACUSADO DA AUTORIA DE HOMICÍDIO EM BELÉM

Policiais civis da Divisão de Homicídios (DH) deram cumprimento, nesta sexta-feira, 18, ao mandado de prisão preventiva de Danilo dos Anjos Silva, que está indiciado em inquérito policial como autor do assassinato de Eduardo Miranda Santiago. O acusado estava preso desde a semana passada, em Marituba, na grande Belém, e foi conduzido, hoje, à presença da delegada Cristina Esteves, da DH, onde foi cumprida a ordem de prisão decretada pela Justiça por representação da autoridade policial. 


O crime foi registrado em 29 de março do ano passado, por volta de 11 horas da manhã. Na ocasião do homicídio, a vítima vendia caranguejo, na esquina da Travessa São Pedro com Avenida Engenheiro José Machado, no bairro do Benguí, em Belém. A delegada apurou que um carro cor prata parou em frente ao local em que estava Eduardo e de dentro do veículo saiu Danilo com arma em punho já desferindo disparos de arma de fogo em direção à vítima, que morreu no local. As investigações mostraram que o crime foi motivado por acerto de contas ligado ao tráfico de drogas, já que a vítima estaria envolvida com o comércio ilegal de entorpecentes e seria desafeta do acusado. 

Ainda, conforme apurou a delegada, dois anos antes, a vítima teria sofrido um atentado a bala e a acusação recaiu também sobre Danilo. Em depoimento prestado à delegada, o preso negou inicialmente as acusações, mas, no decorrer da audiência, confirmou envolvimento na morte de Eduardo. As investigações continuam, já que há envolvimento de mais gente no crime. Danilo vai permanecer recolhido em uma Unidade do Sistema Penitenciário na região metropolitana de Belém à disposição da Justiça.

POLÍCIA CIVIL PROMOVE PALESTRA SOBRE COMBATE ÀS DROGAS EM GOIANÉSIA DO PARÁ

A Polícia Civil promoveu, nesta sexta-feira, 18, um ciclo de palestras educativas na cidade de Goianésia do Pará, sudeste paraense. O delegado Arthur Nobre, titular da Delegacia local, falou sobre a Lei Antidrogas e a Lei Maria da Penha (violência doméstica contra a mulher). Ainda, durante o evento, realizado na sede do município, o delegado abordou como é a atuação da Polícia Civil no combate a esses crimes. O ciclo de palestras também contou com o investigador Isaías Borges. 


A programação é uma continuidade a outras palestras realizadas pela Polícia Civil nos últimos dias. Como parte das comemorações pelo Dia Internacional da Mulher, um ciclo de palestras sobre o tema combate à violência doméstica e familiar contra a mulher foi realizado, na sede do CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social) do município. O evento contou com a presença também do promotor de Justiça da cidade, Mauro Messias. 

DELEGADO PALESTRA
Durante o encontro, dezenas de mulheres e até homens puderam tirar dúvidas e receber orientações sobre como proceder em caso de tomar conhecimento de algum caso de violência doméstica e familiar contra a mulher no município. Ainda, durante a palestra, o delegado frisou sobre os direitos de toda mulher e como atuam a Polícia Civil e o Ministério Público para punir os responsáveis pela violação de direitos das vítimas.

POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO DE ENVOLVIMENTO EM TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM QUATRO BOCAS

A Polícia Civil do distrito de Quatro-Bocas, no município de Tomé-Açu, prendeu nesta sexta-feira, dia 18, Jailson Batista Ravena, conhecido como “Pestinha”, suspeito de participar de uma tentativa de homicídio contra o ex-assessor da Câmara Municipal de Tomé-Açu. O crime ocorreu no dia 17 de fevereiro deste ano. As investigações apontaram que “Pestinha” foi responsável por monitorar vítima no dia do crime. 

DISTRITO DE QUATRO BOCAS
Ele foi visto saindo de uma farmácia em que o ex-assessor tinha ido 30 minutos antes do ocorrido. Segundo a delegada Gersica Raphaela Silva, titular da Unidade Integrada Pro Paz de Quatro-Bocas, a vítima foi atingida por disparos de arma de fogo por dois homens que estavam em uma motocicleta preta. Eles já foram identificados e estão com os mandados de prisão preventiva expedidos. As investigações irão prosseguir para apontar qual a motivação do crime, que ainda não foi definida.

POLÍCIA CIVIL PROMOVE ATENDIMENTOS DE SAÚDE EM UNIDADES POLICIAIS DA CIDADE DE ANANINDEUA

A Polícia Civil divulgou nesta sexta-feira, 18, os resultados dos atendimentos itinerantes realizados, nos últimos três dias, nas unidades policiais localizadas em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. Denominado "Olé no Estresse", o projeto da Diretoria de Atendimento ao Servidor (DAS), da Polícia Civil, tem por objetivo levar aos policiais civis serviços médicos, como medição de pressão arterial, verificação de glicemia e de Índice de Massa Corporal, além de massagens, no próprio local de trabalho. 


NA DELEGACIA DA GUANABARA
Nos três dias, foram atendidos os policiais civis que trabalham na Seccional de Ananindeua, na terça-feira; na Unidade Integrada Pro Paz do Distrito Industrial e Delegacia do Júlia Seffer, na quarta, e ontem, nas Delegacias do Aurá e Guanabara. 

NA DELEGACIA DO AURÁ
Conforme a titular da DAS, delegada Leomar Maués, os policiais atendidos pela equipe da Diretoria têm agradecido muito pelo atendimento e pelo fato de o projeto estar despertando a atenção para os cuidados com a saúde. "Tanto que já estamos agendando muitas consultas no prédio da DAS", salienta. A Diretoria de Atendimento ao Servidor conta com profissionais de saúde, como médica clínica, para atender aos servidores públicos da Polícia Civil. 

O projeto "Olé no Estresse" começou no início deste mês, quando os profissionais da DAS foram até o município de Marituba, onde, durante três dias, atenderam aos servidores das unidades policiais da cidade. Na semana seguinte, foi a vez do distrito de Mosqueiro, e do município de Santa Bárbara. Desta vez, unidades policiais de Ananindeua. A ação da DAS também será levada a outras unidades policiais.