segunda-feira, 19 de agosto de 2013

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR APREENDEM ARMAS E DROGAS EM CASTELO DOS SONHOS

As Polícias Civil e Militar, em operação conjunta, cumpriram cinco mandados de busca e apreensão em estabelecimentos comerciais usados para comercializar substâncias entorpecentes no distrito de Castelo dos Sonhos, município de Altamira, sudoeste do Pará. Durante a operação, denominada de “SD Marley”, três pessoas foram presas por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. Foram apreendidos mais de 50 papelotes com pedras de “crack”; porções de maconha; uma espingarda calibre 28 com munição; computadores do tipo “notebook” e dinheiro da venda de drogas. A ação policial foi coordenada pelo delegado Caio Carmello Rocha Lobo, titular da Delegacia de Novo Progresso, e pelo major Furtado, comandante da 7ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), sob supervisão da Superintendência da Polícia Civil na região do Tapajós, tendo à frente o delegado Edinaldo Sousa. 

Polícias Civil e Militar apreendem armas e drogas em Castelo dos Sonhos
APREENSÕES
A Delegacia de Novo Progresso responde pelo distrito de Castelos dos Sonhos. As ordens judiciais foram expedidas pelo juiz de Direito, Iran Ferreira Sampaio, da Comarca de Novo Progresso, após solicitação do delegado Caio Lobo. A operação contou com presenças de dois policiais civis e 21 policiais militares. Durante as abordagens, os policiais apreenderam, em um bar, de propriedade de Rosinalva Sousa Mota, no total, 58 papelotes de pedras de crack, pesando 74,7 gramas, e R$ 577 em dinheiro da venda de drogas. Rosinalva foi presa em flagrante por tráfico de entorpecentes. 

Presos Manoel, Rosinalva e Tiago com apreensões
PRESOS E APREENSÕES
Já, em uma boate, de propriedade de Manoel Lopes Messias da Conceição, foi encontrada uma espingarda calibre 28, com 12 munições do mesmo calibre ainda intactas. Ainda, durante a vistoria no local, os policiais apreenderam enterrados no terreno do estabelecimento porções de maconha com 24,6 gramas e pedras de crack, além de dois computadores portáteis. Um deles já foi reconhecido por uma vítima, como produto de furto. Messias foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo, tráfico de entorpecentes e receptação de produto de furto. Ainda no decorrer da operação, uma carta anônima enviada à Delegacia de Castelo de Sonhos deu conta de que Tiago da Silva Gonçalves comercializava entorpecentes na região. 

Policiais que atuaram na operação
POLICIAIS EM OPERAÇÃO
O investigador Israel Araújo, da Polícia Civil, e uma guarnição da Polícia Militar foram até o local na denúncia e ali conseguiram apreender cerca de 30 gramas em pedras de crack e a quantia de R$ 4 mil da venda das drogas. Tiago também foi preso para responder pelo tráfico de substâncias entorpecentes. O combate ao tráfico de drogas em Castelos dos Sonhos irá prosseguir por determinação do delegado-geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino.

Nenhum comentário: