domingo, 28 de abril de 2013

NOVA ESPERANÇA DO PIRIÁ (PA): POLÍCIAS COMBATEM ROUBOS DE MOTOS

As Polícias Civil e Militar estão atuando de forma conjunta para prevenir e combater as ocorrências de roubos registrados em Nova Esperança do Piriá, nordeste do Pará. Entre as modalidades de crimes combatidos na região estão os roubos de motocicletas e os assaltos em via pública. No último mês, explica o titular da Policia Civil no município, delegado Otto Wirtz, dois grupos criminosos responsáveis por roubos de veículos foram desarticulados na região. Localizado no extremo nordeste do Pará, perto da fronteira com o Estado do Maranhão, Nova Esperança do Piriá tem grande parte de seu território localizado em área de reserva indígena, na região conhecida como Alto Rio Guamá. O município conta atualmente com população estimada em 30 mil habitantes. 

Combate aos roubos e furtos de motos
OPERAÇÃO POLICIAL
Segundo o delegado, há cerca de um ano, ao chegar ao município para responder pela direção da Delegacia, um dos principais problemas na área de segurança pública era o roubo de motocicletas e a circulação de veículos irregulares pela cidade. Naquela época, conta o policial civil, havia uma média de 15 roubos de motocicletas registrados por mês no município. Atualmente, o índice de roubos de motocicletas praticamente zerou. Para reduzir os índices de crimes, as Policias intensificaram o combate aos criminosos responsáveis pelos roubos. Dois grupos de assaltantes foram identificados durante as investigações. 

Um deles, formado por oito homens todos identificados e indiciados em inquérito policial, chegou a trocar tiros com os policiais, na localidade conhecida como Água Branca, a 30 quilômetros da sede do município. “O bando utilizava a área como esconderijo”, ressaltou Otto Wirtz, ao explicar que a localização da quadrilha foi possível depois de os policiais seguirem os rastros de uma motocicleta que havia acabado de ser roubada pelos assaltantes e levada para a zona rural. Em poder do bando, foram apreendidas armas de fogo e maconha. Na comunidade, os policiais civis encontraram as mulheres dos acusados. 

DELEGADO OTTO WIRTZ
O outro grupo criminoso era formado por cinco adolescentes, que, após as investigações, foram identificados e qualificados pelo ato infracional de roubos de veículos. “Descobrimos que as motocicletas roubadas eram repassadas a receptadores, que tiravam as placas e as revendiam na região de colônia no município, para dificultar as investigações e qualquer tipo de fiscalização, devido às distâncias dificuldades de acesso”, explica. As ações de combate ao crime na região possibilitaram a recuperação de mais de 70 motocicletas roubadas e na desarticulação das ações criminosas. No momento, cerca de 50 delas permanecem recolhidas na Delegacia no aguardo do resgate dos proprietários. Vinte delas foram roubadas e adulteradas, na área do Conjunto Paar, em Ananindeua, de onde foram levadas para Nova Esperança do Piriá, e acabaram apreendidas durante as operações policiais.

Nenhum comentário: